Pesquisa Datafolha encomendada pela BGS revela perfil e preferências dos jogadores brasileiros

A Brasil Game Show (BGS) encomendou recentemente uma pesquisa para o Instituto Datafolha a fim de mapear os hábitos dos jogadores brasileiros. Os resultados são animadores: quatro em cada dez brasileiros com doze anos ou mais têm o hábito de jogar videogame. O levantamento traça o perfil, comportamento e hábitos de consumo dos gamers brasileiros e traz informações referentes às variáveis gênero, faixa-etária, classe social, região, preferências de jogos, entre outras.

A pesquisa mostra, por exemplo, que entre os cerca de 40% da população que jogam (67 milhões de brasileiros), 35,5 milhões (53%) são homens e 31,5 milhões (47%) são mulheres, com idade média de 30 anos. Do universo pesquisado, a maioria está no Sudeste (44%) e Nordeste (28%), seguidos por Sul (13%), Norte (8%) e Centro Oeste (7%).

Preferências

Além do perfil socioeconômico, a Pesquisa BGS/ Datafolha também busca entender as preferências dos gamers, como as principais motivações para jogar e seus gêneros favoritos. Entre os entrevistados que se consideram gamers, cerca de 80% disseram que os jogos são uma opção de entretenimento, diversão e passatempo. Na mesma pergunta, que podia ter mais de uma resposta, 22% disseram que jogam porque gostam; 11% para descansar e relaxar; 3% para exercitar a mente e a memória, e 2% para interagir com amigos e parentes.

Em relação aos estilos preferidos, lideram a lista: ação e aventura (39%), esportes (26%), estratégia (23%) e corrida (21%), sendo que a maior parte dos entrevistados possui o hábito de jogar dois tipos de jogos. Outro dado importante mostrado pelo levantamento é a relevância dos esportes eletrônicos, um dos segmentos que mais cresce na indústria. Cerca de 40% dos gamers afirmaram que acompanham os eSports, especialmente os homens mais jovens, com idade de até 24 anos.

De acordo com Marcelo Tavares, fundador e CEO da Brasil Game Show, o objetivo da Pesquisa BGS/Datafolha é fazer um raio-X cada vez mais fiel e aprimorado do mercado brasileiro, identificando seus potenciais e oportunidades.

“Sempre foi um desafio encontrar dados que refletissem a realidade do mercado brasileiro de games, e o trabalho feito em parceria com o Datafolha muda totalmente este cenário. Há mais de uma década estamos em contato direto com os jogadores e as principais empresas do setor, e queremos aproveitar essa expertise para produzir e oferecer conteúdos e informações relevantes a todos aqueles que, no Brasil e no exterior, se interessam pelo nosso mercado”, disse o executivo.

A Pesquisa BGS/Datafolha foi realizada no primeiro trimestre de 2020 e a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Para mais informações sobre o estudo, acesse o site oficial.

Principais Startups do Brasil se unem para campeonato de Counter Strike: GO

De hoje (05/08) até o dia 29 de agosto os fãs de Counter Strike: Global Offensive poderão acompanhar um dos torneios mais acirrados já criados: o Startup Challenge, um torneio que irá reunir as principais startups do país. O evento online tem o intuito de promover uma confraternização neste período de isolamento e ainda ajudar a melhorar o bem-estar dos colaboradores, assim como fortalecer a união das startups em todo o país.

As startups participantes são a Tecnofit, EBANX, Olist, Madeira Madeira, Pipefy, Phonetrack, Leads2b, Doctoralia, Logcomex, 5A, Exati, Credpago, Mercafacil, Snowlabs e Prime Control. Todas as rodadas dos jogos serão transmitidas pelos times para as empresas envolvidas e a final terá transmissão ao vivo para o público, com data prevista para o dia 29 de agosto, em que a equipe campeã levará o troféu do Startup Challenge 2020.

“Organizamos a competição com base em regras de campeonatos profissionais e tivemos equipes inscritas de alto nível. A proporção que esta ação tomou nos surpreendeu positivamente. Esperamos que a iniciativa seja muito divertida e que fortaleça ainda mais os laços entre as empresas”, conta Fellipe Mattos, COO da Tecnofit.

O Startup Challenge tem apoio da Secretaria de Inovação do Estado do Paraná e reunirá mais de 20 equipes com 5 integrantes de startups de tecnologia do país. O campeonato de CS:GO acontecerá por meio do servidor FACEIT, que é uma das plataformas líderes de jogos competitivos, e serão de 2 a 3 partidas por semana até o fim da competição. Segundo o COO da Tecnofit, a organização do campeonato preza por um ambiente de harmonia e muita união, apesar da rivalidade no game. Você pode acompanhar tudo pelo Faceit.

“Acreditamos que esse campeonato será uma boa iniciativa para engajar as empresas e permitir um momento de descontração. A Tecnofit preza por isso e está muito feliz de lançar esse evento entre startups de tecnologias, promovendo ainda mais interação entre as equipes” finaliza Fellipe Mattos.

Serviço – CS:GO Startups Challenge 2020

Data: 05 a 29 de agosto

Dias de jogos: quarta-feira, sexta-feira e/ou sábado

Plataforma: FACEIT – https://www.faceit.com/

A final será transmitida ao público no dia 29 de agosto, a partir das 17h00, e no canal aberto Twitch TV.

BIG Digital foi visto por mais de 22.000 pessoas no Brasil e no mundo

O BIG Digital teve sua primeira edição totalmente digital em 2020 por conta da pandemia do novo coronavírus. Há quem imaginasse que uma edição não presencial seria um fiasco, porém, contra todas as expectativas, o evento foi um grande sucesso. De acordo com a organização do evento, mais de 22 mil pessoas assistiram as inúmeras palestras e exibições promovidas pelo maior evento de jogos independentes da América Latina.

Entre os dias 22 e 26 de junho, o conteúdo do evento obteve mais de 2 milhões de visualizações. O BIG Digital intermediou exatamente 3.876 encontros de negócios, reforçando a vocação do BIG em fomentar o desenvolvimento do setor. Com isso, espera-se que muitos produtores de jogos colherão frutos em um futuro próximo através de parcerias e investimentos.

“Se por um lado não foi possível realizar em formato presencial o evento tão querido pela indústria e pelo público, por outro pela primeira vez o conteúdo do BIG esteve ao alcance de qualquer pessoa, em qualquer lugar do Brasil ou do mundo. A qualidade das palestras e os números de audiência mostram que este esforço valeu a pena”, celebra Gustavo Steinberg, diretor do BIG.

Ao todo foram 25 palestras, todas com transmissão online, que serviram para mostrar as novidades do cenário de desenvolvimento de jogos do Brasil. Quem assistiu ao “Showcase de Jogos Brasileiros 2020”, por exemplo, viu alguns dos mais promissores games nacionais a serem lançados ainda este ano.

Pela primeira vez, o BIG organizou um torneio de eSports e, fiel às características do evento, qualquer pessoa poderia participar. Foram mais de 5000 inscrições para os campeonatos de Free Fire e Brawl Stars, cujas finais foram transmitidas online no Youtube. Você pode conferir as palestras aqui.

Abaixo você confere alguns dos números conquistados pelo BIG Digital:

  • +22,000 pessoas assistiram as palestras ao vivo
  • +1,3 milhões de views
  • +20 horas de conteúdo bilíngue
  • +70 palestrantes
  • Alcance de mídia: 83 milhões na mídia local e 12 bilhões mídia internacional
  • 333 empresas na plataforma de negócios, de 38 países
  • +3,876 reuniões agendadas
  • US$33+ milhões em gerados (*valor estimado para 12 meses após o evento)

A próxima edição do BIG Festival, em formato presencial, está prevista para acontecer de 27 a 31 de janeiro, em São Paulo.