Playstation Indies – Sony cria selo para dar mais visibilidade aos jogos independentes

Desde a Xbox 360 e Playstation 3, o mercado de jogos eletrônicos deixou de ser apenas um mar exclusivo para peixes grandes. O tempo mais longo de desenvolvimento aliado aos altos orçamentos necessários para se desenvolver um novo Resident Evil ou Final Fantasy deixou claro para as fabricantes de consoles que o modelo utilizado até algumas gerações atrás era insustentável para manter os jogadores ocupados nos períodos entre os grandes lançamentos. Daí os jogos menores se tornaram importantes.

Tanto a Sony, quanto a Microsoft e mesmo a Nintendo começaram a dar mais espaço para os produtores de jogos menores. Com isso, vimos pequenos notáveis conquistando as atenções dos jogadores, tais como Super Meat Boy, Brothers: a Tale of Two Sons. Pois bem, a Sony se inspirou na Microsoft e acaba de dar um passo importante para os jogos indpendentes: a gigante japonesa criou o selo Playstation Indies e anunciou nada menos que 9 jogos para os PS4 e PS5 sob este selo.

De acordo com Shuhei Yoshida, presidente da SIE, o projeto visa incentivar produtores independentes. A ideia é atrair os pequenos desenvolvedores para o ecossistema do Playstation e incentivar a produção de jogos inovadores.

“Com a PlayStation Indies, esperamos destacar e apoiar os melhores entre os melhores dos jogos indie sendo publicados para PlayStation, e a comunidade indie como um todo. O nosso objetivo é tornar o PlayStation o melhor lugar para se desenvolver, encontrar e jogar ótimos jogos indie”, disse Yoshida.

Os planos da Sony são de lançar ao menos um título indie no Playstation Now, de modo a dar maior visibilidade para esses títulos e permitir que os produtores não fiquem restritos a espaços escondidos nas lojas online. O primeiro game a figurar no Now será Hello Neighbor já em julho. Além dele, a empresa já anunciou outros títulos que sairão para as duas plataformas da empresa, incluindo:

  • F.I.S.T.: Forged In Shadow Torch
  • Maquette
  • Where the Heart Is
  • Heavenly Bodies
  • Recompile
  • Carto
  • Haven
  • Worms Rumble
  • Creaks

Abaixo você confere um teaser de anúncio do Playstation Indies:

“Dimi – Jornada na Tabela Periódica” – game para Android ensina a memorizar a Tabela Priódica

Transformar o aprendizado em algo mais envolvente e até mesmo divertido é uma das possibilidades de se utilizar jogos eletrônicos em sala de aula. Durante esse tempo de quarentena muitos professores e instituições de ensino tem vislumbrado nos jogos uma ferramenta ideal para manter os estudantes engajados no aprendizado. A bola da vez é Dimi – Jornada na Tabela Periódica, que busca ensinar a tabela periódica aos estudantes de maneira lúdica.

Dimi – Jornada na Tabela Periódica busca fazer o aluno aprender e memorizar os 118 elementos da Tabela Periódica usando gamificação como uma forma de entretenimento educacional. O macete é que o game é bastante intuitivo e visualmente agradável graças a seus visuais 3D, permitindo imersão completa nos elementos químicos de forma lúdica. De acordo com os desenvolvedores, Dimi possui técnicas de design instrucional e foi totalmente desenvolvido para auxiliar o ensino de qualidade de modo fácil e divertido.
A dinâmica do jogo é a seguinte, o inventor da tabela periódica Dmitri Mendeleev (Dimi) está trancado na sala do último elemento. Será necessário abrir todas as portas, respondendo corretamente as questões, memorizando e aprendendo sobre os elementos para poder chegar até o Dimi e finalmente, salvá-lo.
O título conta com três modos de dificuldade e a cada jornada completa o aluno vai melhorar o seu aprendizado. Podendo observar sua performance através da pontuação. A cada resposta correta receberá um ponto, mas se a resposta for incorreta o ponto recebido será negativo.
O jogo é salvo automaticamente para que o aluno possa se focar no aprendizado e diversão e quando entrar novamente possa retomar ao seu progresso. O game permite que o aluno seja cada vez mais competitivo e busque melhorar o seu ranking no leaderboard. Dimi – Jornada na Tabela Periódica já está disponível para download gratuito através da Play Store.
Você pode conferir o trailer de Dimi abaixo:

Cyber-Hack – Escape 60 lança segundo jogo on-line para garantir diversão em tempos de isolamento

Mais uma sugestão para quem procura jogos desafiantes neste período de quarentena: o Escape 60, franquia dedicada a jogos de fuga, acaba de apresentar sua segunda empreitada no ramo de jogos digitais: o “Operação Cyber-Hack”. Este é o segundo jogo de uma trilogia, que narra sobre um mundo distópico envolto em incertezas e mistério. O título não se afasta da marca registrada da franquia, prometendo muita ação e quebra-cabeças inteligentes para os jogadores.

O segundo capítulo de Cyber-Hack mostra os efeitos do ataque Cyber-Hack de Pegasus à NS-60, maior agência de informações do planeta. A megacorporação terrorista bloqueou todos os acessos digitais e invadiu a base, fazendo com que o líder da inteligência, Malik Kajumba, acionasse o botão de autodestruição. Como consequência, o jogador deve assumir o posto de liderança e contra-atacar imediatamente. Sozinho e rodeado de inimigos, comunicar-se com os agentes infiltrados da NS-60 em Pegasus será fundamental nessa complexa batalha contra Cyber-Hack.

“Neste momento em que o isolamento social é muito importante, queremos que os Escape60 lovers continuem solucionando enigmas e desvendando mistérios ainda que a distância. Em breve, teremos o jogo Operação Cyber Mind, último capítulo desta fascinante trilogia”, afirma Jeannette Galbinski, diretora de marketing do Escape 60. Cada participante pode jogar sozinho, e a faixa etária recomendável é de 12 anos.

Cyber-Hack já está disponível gratuitamente para download através do site da Escape 60.