Arquivo da tag: notícia

Anunnaki – game indie faz crítica social e política do Brasil 2020

O destaque do dia vai para um jogo de RPG por turno com uma pegada retrô, uma trama envolvente e muitas referências ao Brasil de 2020. Trata-se de Anunnaki, um game indie em fase de desenvolvimento pelo desenvolvedor Luiz Rasielson e que está em campanha de crowdfunding pelo site Vakinha.

Basicamente você conhece uma realidade alternativa em que uma religião surge com base nos deuses sumérios e esse culto envolve-se com a política, ditando as regras de toda uma sociedade. De acordo com o desenvolvedor, há uma clara crítica social à mentalidade e ideologia retrógrada das pessoas que governam o nosso país. Anunnaki conta com aproximadamente 25 à 30 horas de “gameplay” e 4 finais diferentes. 

O game está em fase de polimento, e estima-se que em menos de 2 meses esteja concluído. O trailer disponível mostra que a inspiração veio de clássicos da geração 16 bits, considerada por muitos como a era de ouro dos RPGs de turno. Os gráficos são bastante oitentistas, porém a trilha sonora não segue o estilo chiptune, o que pode destoar do resto do projeto.

A campanha de Anunnaki pretende arrecadar R$ 4 mil, valor para cobrir custos do desenvolvimento e de publicação na Steam. Uma boa notícia: toda contribuição a partir de R$ 5,00 dará direito a uma cópia do jogo quando ele for publicado. Por fim, vale dizer que o projeto busca conscientizar as pessoas ao passo que as diverte!

Abaixo você confere o trailer de Anunnaki:

https://youtu.be/qNiQWPuG8ms

Voyager adiciona ao seu catálogo “A Linha”, experiência de realidade virtual premiada no Festival de Veneza

Os visitantes do Voyager, maior centro de experiências de VR da atualidade, acaba de trazer a seu catálogo uma grande produção brasileira: A Linha. Desenvolvido pelo estúdio ARVORE, o novo título venceu o prêmio de Melhor Experiência em Realidade Virtual do 76º Festival Internacional de Cinema de Veneza e agora estará nas unidades do Shopping JK Iguatemi, em São Paulo – SP, e do Pátio Batel, em Curitiba – PR.

A Linha conta a história de amor entre um entregador de jornal, Pedro, e uma florista, Rosa na cidade de São Paulo nos idos de 1940. O título é dirigido por Ricardo Laganaro, cineasta e sócio do estúdio ARVORE. O game, que conta com 15 minutos, pode ser experimentado em inglês, com narração de Rodrigo Santoro, e em português.

“A Linha” é uma experiência imersiva extremamente sensível, que vale para todos que gostam de boas histórias. Não é preciso ser fã de games, de tecnologia ou de realidade virtual para interagir com o filme.”, explica Ricardo Justus, CEO do Voyager e do ARVORE. “Estamos felizes em apresentar um projeto criado ‘em casa’ e que teve sua qualidade reconhecida internacionalmente. Tenho certeza de que os visitantes ficarão impressionados com as possibilidades oferecidas pela realidade virtual e com o nível dos conteúdos produzidos no Brasil”, completa.

Além do “A Linha”, o Voyager conta com cerca de 30 experiências, entre elas sucessos de realidade virtual, licenciados de grandes estúdios, como o jogo de ritmo e música Beat Saber e Superhot VR, jogos de luta, simuladores de corrida e experiências de escape room com realidade virtual baseadas no universo de Assassin’s Creed.

Os visitantes das unidades do Shopping JK, em São Paulo, e do Pátio Batel, em Curitiba, podem testar as experiências disponíveis no Voyager por preços a partir de R$ 19,90, que dá direito a 15 minutos de experimentação (exceto jogos de escape room em VR) de segunda a quinta. Os valores variam de acordo com o dia da semana, do tipo de experiência e do tempo de permanência na unidade. Para mais informações sobre o Voyager, acesse o site.

Serviço: Voyager – A Linha

Voyager JK Iguatemi

Dias e horários: De segunda a sábado, das 10h às 22h, e domingo, das 11h às 22h

Onde: Av. Pres. Juscelino Kubitscheck, 2041 – 3º piso – Vila Olímpia

Idade: acima de 10 anos

 

Voyager Pátio Batel:

Dias e horários: De segunda a sábado, das 10h às 22h, e domingo, das 11h às 22h

Onde: Shopping Patio Batel – Loja 415 – Piso L4 (Av. do Batel, 1868 – Batel – Curitiba/PR – 80420-090)

Idade: acima de 10 anos

Vivo Keyd e FIAP anunciam parceria inédita nos eSports

A FIAP e a Vivo Keyd buscaram se aliar para fortalecer o mercado de eSports nacional e revolucionar o ensino na instituição. Essa é a primeira vez que uma organização de games competitivos firma uma parceria com uma instituição de ensino. A FIAP é o centro de excelência em tecnologia mais respeitado do Brasil. A parceria prevê que a Vivo Keyd irá levar o nome da FIAP em seu uniforme.

Além disso, os Guerreiros da Vivo Keyd receberão bolsas de estudos em cursos da FIAP; os atletas também irão oferecer mentoria aos alunos da FIAP, e irão promover campeonatos internos entre alunos treinados por jogadores profissionais. O objetivo é fomentar ainda mais o desenvolvimento do esporte eletrônico dentro do ambiente acadêmico, e demonstrar que existem diversas oportunidades de carreira novas dentro do mercado do eSport. Ainda de acordo com a instituição de ensino, os profissionais da Vivo Keyd irão ministrar aulas magnas aos alunos da FIAP.

“A Vivo Keyd e a FIAP são duas organizações que buscam incessantemente a inovação e a inclusão. Esta parceria vem para consolidar esta visão, já que o esporte eletrônico é uma das áreas de maior ascensão da economia no momento,” declarou Tiago Xisto, CEO da Vivo Keyd.

Residencial Club de São Paulo aposta nos jogos eletrônicos em fisioterapia

Já imaginou que os videogames poderia ser utilizados em tratamentos fisioterápicos de idosos? Pois é justamente essa a nova aposta do Residencial Club Leger de São Paulo. O uso da gameterapia já começa a ser mais aceita na sociedade, pois os profissionais de fisioterapia enxergam as possibilidades que os jogos digitais têm em trabalhar o equilíbrio, o condicionamento físico e a estimulação cognitiva. A ideia é tornar os tratamentos mais efetivos e relaxantes.

De acordo com Vanessa Frakas, fisioterapeuta do Residencial Club Leger, “(…) os jogos produzem movimentos semelhantes ao que fazemos dentro da fisioterapia convencional e abrange pacientes que fazem fisioterapia ortopédica, neurológica entre outras”. Os estudos realizados pelos profissionais apontaram que a utilização do videogame na reabilitação faz com que os idosos tenham mais motivação.

Ainda der acordo com os profissionais, cada ponto conquistado ou fase superada, o idoso consegue visualizar de forma muito interativa e rápida, fazendo com que as terapias se tornem mais lúdicas e leves.

“Isso ajuda a humanizar o tratamento, muitas vezes doloroso e exaustivo, além de possibilitar acessibilidade para pacientes com deficiência. Muitos movimentos que o paciente, às vezes, não consegue mais realizar, através do jogo consegue vivenciar novamente aquela atividade ou movimento há muito tempo não executado”, afirma Vanessa.

Alguns estudos científicos já haviam demonstrado que os games ajudam, tanto em adultos quanto em idosos, no aumento das atividades do hipocampo (responsável pela memória), córtex pré-frontal dorsolateral (que controla o planejamento, a tomada de decisões e a inibição) e cerebelo (responsável por atuar no controle e no equilíbrio motor). O uso de sensores de movimento são o ponto principal no uso do tratamento no Residencial Club.

“Os principais consoles utilizados e mais acessíveis são Wii e o XBox, porém temos outros tipos e há também a possibilidade de desenvolvimento de jogos para programas específicos de reabilitação, porém o custo é mais elevado”, explica Vanessa.

Apesar das facilidades, resultados apresentados e a facilidade de acesso a videogames, o time de fisioterapeutas alertam que o tratamento com videogames não dispensa a necessidade de acompanhamento profissional. Pois o uso dos jogos tem de ser colocado dentro de um planejamento visando os objetivos traçados e observando os bons resultados que possam gerar.

“Mesmo divertidos, os movimentos, quando mal executados, podem até agravar a situação. Além disso é muito importante ressaltar que a os jogos não substituem a fisioterapia convencional, mas complementa o tratamento”, finaliza Vanessa.

Goiânia recebe Orbi Gaming, o maior complexo de esportes eletrônicos do Centro-Oeste

A cidade de Goiânia terá o maior complexo de e-sports do Centro Oeste, a Orbi Gaming. Trata-se de um espaço idealizado para incentivar e desenvolver os esportes eletrônicos. O espaço será aberto ao público no dia 14 de fevereiro, que poderá utilizar as máquinas de última geração para jogar os games mais despejados da atualidade.

De cara, a Orbi já receberá a grande final da Peneira da Rensga Esports, time goiano que neste ano terá equipes de League of Legends (LoL) e Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO), que acontece nos dias 15 e 16 de fevereiro. O público poderá ir à Orbi Gaming para acompanhar essa disputa.

“O espaço funcionará diariamente aberto ao público que poderá comprar créditos e horas para jogar no Game Center ou ainda se inscrever nos cursos da escolinha (academy). Também será um espaço para a realização de eventos ou um ponto de encontro para os gamers goianos”, explica o CEO da Go Gaming, Djary Veiga.

De acordo com a Go Gaming, o espaço conta com 800 metros quadrados e conta com um Game Center, um centro de treinamento e uma escolinha. A Orbi é o resultado de mais de R$ 2,5 milhões investidos por um grupo de empresários de diversos segmentos.

“A Orbi Gaming faz parte de um projeto que nasceu com um objetivo muito claro: regionalizar o esporte eletrônico. Acreditamos muito no potencial do estado de Goiás e da nossa capital Goiânia. Apesar da alta concentração das ações e iniciativas desse mercado estarem em São Paulo, grande parte do público está em outras regiões como a nossa”, conclui Djary.

Jogos brasileiros estarão em Miami para o Kidscreen Summit 2020

A produção audiovisual brasileira é extremamente criativa e de alta qualidade. Não por acaso uma comitiva de produtoras nacionais participará do Kidscreen Summit, em Miami, um dos principais eventos entre os profissionais de conteúdo do entretenimento para o público infantil.

O evento ocorre entre os dias 10 a 13 de fevereiro. Para se ter ideia da importância do evento, a última edição atraiu mais de 2 mil pessoas de 50 países. Trata-se de uma grande oportunidade de angariar parcerias internacionais.

A delegação oficial brasileira representa a indústria nacional da produção audiovisual para crianças, que vem crescendo a cada ano no país e atrai cada vez mais investidores no mundo. O grupo é comandado pelo Brazil Games, realizado pela Abragames (Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Jogos Digitais), e pelo pelo Brazilian Content, programa de exportação da BRAVI – Brasil Audiovisual Independente, e ambos em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Com o objetivo de fortalecer a indústria brasileira de jogos digitais no Kidscreen, o projeto Brazil Games levará as empresas Akom Studio, Rockhead Studios, Webcore Games, Petit Fabrik e PushStart, sendo as duas últimas também associadas ao Brazilian Content.

“Vamos destacar os cases transmídia da Rockhead Studios, que fechou no Kidscreen 2019 uma coprodução com o Sardine Studios do Canadá para fazer uma série animada do game Starlit Adventures; e o caso do Timo, da Webcore Games, um game baseado em um HQ Brasileiro. O Timo foi um dos 4 games brasileiros selecionados para o programa Indie Games Accelerator do Google em Singapura em 2019”, explica Eliana Russi, Gerente do Brazil Games.

A Rockhead Studios pretende expandir suas parcerias comerciais este ano. Segundo Christian Lykawka, CEO da empresa, o objetivo agora é abrir novas possibilidades de coprodução com estúdios de diferentes países, além de prospectar compradores de seus conteúdos, como canais de TV e VOD.

As empresas que estarão Kidscreen pelo Brazilian Content são: 2DLab, Alopra Estúdio, Animaking, Apiário Estúdio Criativo, Belli Studio, Boutique Filmes, Bromelia, Chatrone América Latina, Combo Estúdio, Content Blue, Copa Studio, Dogs Can Fly, Druzina Content, Forest Comunicação, Ghost Jack Entertainment, Hype, Mono Animation, Petit Fabrik, Pinguim Content, PushStart, Sato Company, sBusiness, Split Studio, Story Productions, UP! Content Co. e UP Voice.

De casa nova: DAZN compra os direitos de transmissão do Blast Premier 2020 – principal torneio de CS: GO

A BLAST Pro Series, importante torneio mundial de Counter Strike: Global Offensive, está de casa nova: o DAZN, maior serviço de streaming de esportes do mundo, acaba de anunciar a aquisição dos direitos de transmissão do evento esportivo. Para comemorar o feito, o torneio foi rebatizado para BLAST Premier 2020 e seu formato também foi atualizado, sendo dividida em duas temporadas – primavera (spring) e outono (fall).

O novo circuito de torneios de Counter-Strike: Global Offensive da BLAST, terá duas temporadas – com premiação de US﹩ 4,25 milhões (R﹩ 17,3 milhões) durante todo a competição – e contará com a participação de 12 times, entre eles, a equipe brasileira MiBR. Além dessas mudanças, o formato atual da fase inicial, chamada de “Play-in”, terá mais partidas e será disputada por um período mais longo que os dois únicos dias do modelo antigo. Agora, as equipes, que serão divididas em três grupos e duelarão em melhor de três (md3) durante três semanas.

De acordo com a DAZN, os dois melhores de cada grupo – totalizando seis – avançam para os playoffs do campeonato. As demais equipes, que não conquistarem a classificação, se juntarão a outros quatro times, provenientes de classificatórios, na busca pelas duas vagas restantes, no chamado showdown. A equipe brasileira, liderada por Gabriel “FalleN” Toledo, terá a companhia de outros 11 times: 100 Thieves, Astralis, Complexity, Evil Geniuses, FaZe Clan, G2 Esports, NaVi, Ninjas in Pyjamas, OG, Team Liquid e Team Vitality.

 

Serviço – BLAST Premier 2020 – DAZN

Quando: 01/02 (Sábado) – A partir das 12:30 com narração em inglês

Casa Grande Hotel apresenta o Arena Gamer, primeiro espaço de games do litoral paulista

Nessas férias há quem prefira pegar uma praia e há àqueles que prefiram relaxar jogando videogames. Foi pensando nisso que o time do Casa Grande Hotel Resort & Spa resolveu inovar com a criação do primeiríssimo espaço dedicado a jogos digitais do litoral paulista, o Arena Gamer. Instalado dentro do Sport Center, maior parque de diversão indoor do litoral brasileiro, o Arena Gamer conta com uma série de jogos que agradam o público mais retrô e aos mais novos.

No Arena Gamer é possível se divertir com clássicos como Super Mario Bros., Sonic e Pac-Man, além de títulos mais modernos como o Fortnite, FIFA, PES 20 e outros favoritos da nova geração. A intenção é agradar todas as gerações, ideal para levar os filhos e passar horas de diversão antes ou depois de curtir as praias do litoral.

A cereja do bolo do Arena Gamer é o espaço dedicado à realidade virtual, que oferece várias opções de simuladores, torneio de tênis, montanha russa, entre outros. O acesso ao espaço é gratuito e inclui visita à exposição que traça a história dos jogos digitais. Para participar dos jogos, o custo do ingresso varia entre 30 e 50 reais, sendo possível adquirir sessões de vinte minutos ou uma hora de diversão, respectivamente.

De acordo com a administração do espaço, o Arena Gamer é aberto todos os dias de janeiro, exceto às segundas-feiras, e todos os finais de semana de fevereiro até o carnaval. O espaço funciona das 17h às 24h. Quem estiver passando as férias no Guarujá, litoral paulista, não pode deixar de visitar o espaço e se divertir com a família.

 

SERVIÇO – ARENA GAMER

Local: Sport Center, localizado no Boulevard do Casa Grande Hotel Resort & Spa

Data do evento: de 28 de dezembro a 25 de fevereiro

Funcionamento: janeiro – de segunda a domingo; fevereiro – todos os finais de semana

Horário: das 17h às 00h

Endereço: Avenida Miguel Stéfano, 1001 – Enseada, Guarujá – SP

Promoção da HyperX e KaBuM! vai equipar o quarto de vencedor com produtos gamer

Qual jogador hardcore não sonha em ter os melhores e mais poderosos equipamentos para jogar? Pois a nova promoção da HyperX e da Kabum promete equipar o quarto do vencedor com os equipamentos da mais alta performance graças a promoção ‘Quarto Gamer powered by HyperX’ promovida pela HyperX, divisão gamer da Kingston Technology, e pelo KaBuM!.

Funciona assim: até o dia 21 de fevereiro, os consumidores terão direito a um número da sorte a cada R$150 em produtos HyperX comprados pelo site do KaBuM!. Com o cupom em mãos, basta cadastrar-se no hotsite da promoção para concorrer ao super prêmio. O quarto gamer terá mais de 15 produtos, entre periféricos, mobiliário, acessórios, videogames, componentes e uma smart TV.

De acordo com a Kabum!, o sorteio será realizado no dia 4 de março e o vencedor terá o seu quarto turbinado com um SSD HyperX FURY 3D de 480GB, um kit de 16GB de memória RAM DDR4 HyperX FURY RGB de 2666MHz, um teclado mecânico HyperX Alloy Origins, um mouse HyperX Pulsefire Surge, um mousepad HyperX Fury S Speed, um headset HyperX Cloud Flight, um case para headset HyperX, um microfone HyperX Quadcast, um headset HyperX Cloud Stinger (PS4), um carregador HyperX ChargePlay Duo para controles de PS4, um gabinete Aerocool Scar Mid Tower, um monitor AOC de 24’’, uma smart TV AOC de 32’’, uma placa de vídeo NVIDIA GeForce RTX 2060 e um console PlayStation 4, além de móveis e decoração.

“A HyperX tem a filosofia ‘We are All Gamers’, e, como jogadores e fabricantes, sabemos das vantagens que os equipamentos de alta performance proporcionam ao usuário, seja em relação ao conforto, à comunicação com companheiros de time, gráficos ou desempenho. Certamente, o vencedor da promoção Quarto Gamer powered by HyperX terá todas as condições de alçar seu jogo a um novo patamar”, disse Fabio Bottallo, gerente sênior de marketing da HyperX na América Latina. “O KaBuM! é um grande parceiro da HyperX e mais uma vez estamos juntos pensando em ações focadas nos gamers”.

O regulamento da promoção está disponível no sitesite da Kabum!.

ANCINE permanece paralisada. Como isso impacta a indústria de jogos eletrônicos?

Na última semana a ANCINE (Agência Nacional do Cinema), que já está em processo de reestruturação desde 2019 quando o atual governo de Jair Bolsonaro assumiu o Planalto, anunciou ainda em 2019 uma medida que assustou parte da comunidade de produtores de cinema: a paralisação de todas as análises do plano gestão anual de 2020. Conforme já analisado pelo site O Globo, a ação deve começar a impactar a produção de filmes a partir do segundo semestre deste ano, mas se seguir neste ritmo apresentará todo seu impacto a partir do segundo semestre de 2020.

De acordo com matéria publicada pelo Tecmundo em agosto de 2019, a Ancine já vinha capengando a olhos vistos, de modo que a produção de filmes estavam completamente paradas pela falta de recursos advindos da FSA (Fundo Setorial do Audiovisual). Normalmente a verba é liberada no início do ano e ao longo de todo o ano passado nenhum edital foi publicado, cenário que deve se repetir em 2020, visto a paralisação das análises do plano gestão permanecem. Nada de filmes da Bruna Surfistinha, conforme promessa de campanha, tá ok? Mas e como isso impacta a indústria de games?

Conforme bem lembrado pelo Drops de Jogos, a ANCINE conta apenas com um dos quatro diretores em seu quadro de funcionários e para a análise da produção de audiovisual é necessário que haja deliberação coletiva, conforme regimento interno da instituição. Um despacho do dia 30 de dezembro, apurado pela revista Época, deixa bem claro que as atribuições da agência permanecem suspensas.

Atualmente, o único diretor da agência é Alex Braga e sua vida não está fácil devido a desentendimentos com membros do governo. Uma vez que a produção de filmes, algo de extrema importância cultural, é ignorado, o que dizer da produção de jogos eletrônicos? Há quem ainda veja os jogos eletrônicos como meras distrações sociais e em um momento de contenção de gastos é improvável que algum edital beneficiando os produtores de jogos seja publicado, mesmo em um hipotético cenário em que a ANCINE contasse com seus quatro diretores.

“É essencial investir neste promissor mercado, valorizando inclusive a diversidade de produção criativa brasileira, o que estamos fazendo ao promover cotas regionais nos editais”, afirmou, à época, o então ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão.

De acordo com apuração do Drops de Jogos, ainda no final de 2018, sob o governo Temer, a ANCINE publicou edital disponibilizando R$ 35 milhões para a produção e comercialização de jogos e projetos de VR e AR. Os dias de glória ficaram para trás, agora são os dias de luta.