Dongo Dongo marca Natal com compilado de trilhas sonoras para videogame “Geleia”

A banda de videogame rock Dongo Dongo acaba de lançar o álbum Geleia, que reúne uma série de trilhas sonoras criadas para vários projetos independentes de desenvolvimento de games ao longo de 2020. As músicas instrumentais, compostas em estética 8bits, lembram elementos essenciais dos games como a música do menu inicial (Cardápio), a trilha para um diálogo com personagens divertidos (Diálogo Humoroso) e a faixa que acompanha a batalha contra um chefão (Inimigo Bilontra), tudo atravessado pelo humor e irreverência que caracterizam os trabalhos da banda.

De acordo com o grupo, o álbum se chama “Geleia” porque suas faixas foram produzidas durante a pandemia para “Game Jams”, eventos onde várias equipes multidisciplinares se formam para criar um videogame do zero em um prazo curto, seguindo uma temática específica que normalmente é informada apenas no início da competição. Sendo assim, os membros da banda tiveram que criar as trilhas e efeitos sonoros em menos de 48 horas, colaborando pela internet entre si e com colegas espalhados pelo mundo. As músicas resultantes desses processos foram remasterizadas e organizadas para o formato de um álbum.

Entre as 13 faixas, há destaque para “Nós Nas Nuvens”, trabalho criado para o jogo “Heart2Beat”, com o qual a equipe da qual a banda fez parte conquistou o primeiro lugar na “Segunda Major Jam: Love”.

Sobre a banda Dongo Dongo:

A banda Dongo Dongo é formada por quatro amantes de videogame e cultura geek que se conheceram em São Paulo enquanto concluíam suas formações em Produção Musical (Daniel, Cauê, Abel) e Cinema (Antonio). O que começou como uma série de ensaios despretensiosos acabou se tornando um projeto musical que mistura as sonoridades e temáticas do mundo dos games com uma formação típica de uma banda de pop rock.

O primeiro lead single da banda, “O Vilarejo”, já marca essa proposta com um clipe (o qual pode ser visto aqui) que se passa no mundo de “Minecraft” e um enredo com claras referências à franquia “The Legend of Zelda”. Você pode fazer o pré-save de “Geleia” aqui.

Você pode conferir o álbum complero no player abaixo:

Priest Simulator – game coloca o jogador no papel de um sacerdote

Já imaginou um jogo em que você encarna o papel de um padre? Pois este é exatamente o mote do game Priest Simulator, desenvolvido pelo estúdio polonês Delirma. Basicamente você deve cumprir todas as tarefas que cabem a um sacerdote, tais como realizar exorcismos, celebrar missas, perdoar pecadores etc. O título conta com bom humor e imprevistos para tornar o game mais dinâmico e divertido.

O estúdio Delirma ainda incluiu elementos de RPG para tornar o mundo aberto mais instigante. Você pode, por exemplo, realizar sermões nos fiéis, porém o conteúdo dos sermões podem influenciar o comportamento das pessoas. Cabe ao jogador escolher a forma e o que será dito nos sermões.

Outra interação bacana é visitar os membros da comunidade a fim de coletar loots que podem ou não ajudar o jogador. A questão é que alguns loots são mais voltados para o material, do que o espiritual. Em outras palavras, Priest Simulator se inspira em RPGs como The Witcher e Skyrim, ou mesmo Fable, de modo que existe um sistema de escolhas morais e de criação de reputação que vai avaliar o progresso do jogador.

Conforme o jogador avançar na peregrinação, a igreja cresce, se moderniza, assimilando tecnologias capazes de levar a palavra para mais pessoas simultaneamente. A ideia é que a tarefa de um padre seja mais recompensadora. Não pense que Priest Simulator colocará o jogador apenas para realizar missas e batizados. A ideia é manter o jogador entretido. Priest Simulator chega em 2021, por enquanto apenas para PC. Para mais informações, basta acessar a página do game na Steam.

Abaixo você pode conferir o trailer de Priest Simulator:

Lugar de Jogo – SESC destaca interfaces entre Jogo, Arte e Cultura em novo projeto

Atenção moradores de São Paulo: o SESC Av. Paulista acaba de iniciar o projeto “Lugar de Jogo“, uma parceria com a GameArte para disponibilizar games para download no computador, além de um ciclo de debates no @cpfsesc (vagas esgotadas), que discute o papel dos jogos eletrônicos além da indústria do entretenimento. De acordo com os organizadores, serão quatro jogos por mês, durante três meses, para download gratuito na plataforma Sesc Digital.

O projeto Lugar de Jogo já está no ar e nessa primeira leva há games que visam debater temas bastante atuais. Você pode revisitar hobbies antigos numa quarentena virtual paralela, defender a Amazônia, discutir identidade de gênero e ainda construir mundos de maneira sustentável.
⠀⠀⠀
Esta perspectiva de análise dos jogos é proposta em dois eixos de atividades: o primeiro se dá por meio de um ciclo de debates, organizado pelo Centro de Pesquisa e Formação, que propõem discussões sobre o papel dos jogos enquanto elemento de (re)produção da cultura em nossa sociedade, e como é possível utilizá-los como ponto de partida para discutir educação, identidade de gênero e outras temáticas.

O segundo eixo se dá pela disponibilização de uma seleção de jogos nacionais independentes, na plataforma do Sesc Digital, que, cada um à sua maneira, se coloca como um espaço de reflexão e expressão de seus criadores, abordando temáticas e pensares que não possuem espaço na produção mainstream de jogos eletrônicos. A partir da interatividade e protagonismo que os jogos propiciam aos jogadores, eles propõem um contato diferenciado com temáticas como preservação ambiental, solidão, entre outras.

Abaixo você confere os quatro jogos que compõe a primeira leva do Lugar de Jogo:

BRIGHT DAYS IN QUARANTINE (DIAS BRILHANTES NA QUARENTENA) – Delta Arcade – Niterói/RJ

Sinopse: Num mundo onde você precisa ficar em casa para ajudar a combater uma terrível pandemia, revisite hobbies antigos e encontre prazer nas pequenas coisas em um jogo de ritmo frenético. Caso contrário, você enlouquece! É difícil se adaptar às drásticas mudanças em nossas vidas diárias em um mundo onde a maioria de nós precisa ficar em casa para ajudar a combater uma pandemia. Não é fácil manter a casa em ordem durante a quarentena, especialmente quando você também tem que trabalhar em casa. Nesse furação de tarefas domésticas e intermináveis videoconferências, a única coisa que nos resta é revisitar hobbies antigos e encontrar alegria nas pequenas coisas do dia a dia.

FLORESCER – PugCorn – São Paulo/SP

Sinopse: Florescer é um serious game narrativo desenvolvido pela PugCorn em parceria com a Casa de Acolhida a Mulheres Transsexuais e Travestis Florescer. O jogo tem o objetivo de provocar a reflexão e causar empatia para com as pessoas trans, colocando jogadores no papel de uma adolescente trans e mostrando as dificuldades e os preconceitos presentes em seu cotidiano. Bia, a protagonista, é uma adolescente trans do ensino médio que acabou de se mudar para uma cidade nova. Ela tem paixão por desenhar roupas e um humor sarcástico, e convive principalmente com pessoas do meio familiar e da escola.

GARDENIA – Enric Llagostera – Campinas/SP

Sinopse: Gardenia é um jogo de criação de pequenos mundos. É um jogo minimalista com um ritmo contemplativo e de experimentação sobre natureza, extrativismo e controle.

GUARDIÕES DA AMAZÔNIA – WolfTiger – Curitiba/PR

Sinopse: Guardiões da Amazônia é um jogo estilo tower defense, em que o jogador defende a floresta, controlando fauna, flora e lendas. Proteja a floresta das investidas de caçadores, agroquímicos e incendiários que querem desmatar e explorar a floresta amazônica!

 

Mais informações sobre o projeto aqui.