Arquivo da tag: lançamento

Etermax lança ADIVINHADOS, game mobile para mentes curiosas

A sugestão do dia é para quem curte desafios que envolvam o pensamento rápido e lógico. Desenvolvido pela Etermax (PERGUNTADOS), o jogo ADIVINHADOS coloca o gamer em um parque de enigmas onde conhecimento, vocabulário e agilidade levam à vitória. O título é facilmente reconhecível por fãs do jogo de tabuleiro indiano Moksha Patam.

O objetivo de ADIVINHADOS é estimular o pensamento, a criatividade e a perspicácia por meio da resolução de enigmas. Aqui você acompanha Gallerino, personagem que precisa da ajuda dos mais sábios e capazes para descobrir as palavras escondidas nos degraus que levam ao topo de um tabuleiro crescente com cem cadeados. Entretanto, chegar ao topo na é tarefa fácil, já que você deve desafiar amigos, familiares ou adversários aleatórios, além de solucionar quebra-cabeças que aparecem no meio da aventura.

Durante as partidas os jogadores ganham moedas, que também podem ser compradas na loja de ADIVINHADOS, e conquistam prêmios em missões que garantem novas oportunidades no jogo. Ao vencer, recebem medalhas que liberam atrações colecionáveis de diferentes ilhas e desbloqueiam outras novas.

“Lançamos globalmente um novo desafio para mentes curiosas. Um jogo que diverte, destaca o valor e a importância das palavras como ferramenta para otimizar o pensamento e, ao mesmo tempo, nos permite compartilhar o conhecimento com os amigos, a família e outros usuários”, afirma Frederico Segovia, diretor de Produtos de ADIVINHADOS na Etermax. “É possível jogar ADIVINHADOS em qualquer hora e lugar, afinando sua memória, melhorando seu vocabulário e testando sua cultura geral, tanto em português, como em outros idiomas que deseje treinar”.

Como jogar ADVINHADOS

A partida começa quando o jogador gira a roda que define quantas casas ele deve avançar e mostra a pergunta. Depois, em 30 segundos, é preciso preencher os espaços em branco com as letras disponíveis e que respondam corretamente à pergunta proposta.

Todas as etapas contam: se o jogador encontrar uma escada no meio do caminho, poderá utilizá-la como atalho para cumprir o objetivo. Já se achar um escorregador, voltará algumas casas. Durante a trajetória também são oferecidas inúmeras oportunidades e novos desafios. Enquanto sobe as escadas e avança no game, o jogador pode coletar moedas ou ter que responder enigmas consecutivos para seguir em frente.

Aquele que subir mais rápido e alcançar a linha de chegada se torna o vencedor e recebe medalhas, que podem ser usadas para adicionar itens às atrações das ilhas colecionáveis. A cada nova ilha que ficar completa, uma nova é desbloqueada. ADIVINHADOS está disponível para Android e iOS.

 

Jaguareté: O Encontro – RPG brasileiro foca nos primeiros contatos entre europeus e indígenas

Um dos períodos históricos mais importantes da história foi o descobrimento do Brasil pelos europeus, não por acaso é um dos temas mais estudados por historiadores e pesquisadores de centenas de universidades país afora. É justamente esse contato entre os nativos e os colonizadores que deram o pano de fundo para Jaguaretá: O Encontro, livro de RPG criado por estudantes da UFPR (Universidade Federal do Paraná), que acaba de ser lançado.

Jaguareté: O Encontro” é ambientado no período do primeiro contato entre os europeus e os povos nativos ocupantes do território que viria a ser chamado de Brasil. Diferente de outros RPGs que já abordaram o assunto, o material produzido pelo Museu inova por focar a visão de mundo das etnias indígenas que aqui viviam e pelo rigor acadêmico do conteúdo. A ideia é que os leitores possam entender mais sobre a cultura indígena.

O projeto recebeu bastante atenção dos membros envolvidos no desenvolvimento, a fim de trazer fidelidade histórica. Tanto é que para a construção do cenário e dos personagens os alunos realizaram um amplo trabalho de pesquisa com fontes etno-históricas e etnográficas. O objetivo foi recriar tão aproximada quanto possível, das cosmologias e práticas sociais dos diversos grupos étnicos presentes no Brasil Colonial. Assim, animais, seres míticos, corporalidades, faces, vestimentas, armas, habitações, enfeites, práticas curativas, encantamentos, remédios e venenos foram cuidadosamente pensados, desenhados e narrados em suas relações cotidianas neste livro.

Segundo Fábio Marcolino, idealizador e produtor cultural de Jaguareté, o RPG é uma ferramenta pedagógica para a imersão em uma cultura diferente da nossa, pois possibilita enxergar o mundo com outros olhos. O jogo foi desenvolvido por alunos bolsistas de graduação das áreas de ciências sociais, história, design e artes visuais participantes de projetos de extensão universitária do MAE, orientados pela então chefe da Unidade de Etnologia do MAE-UFPR e professora do Departamento de Antropologia da UFPR (DEAN-UFPR) Laura Pérez Gil (atual diretora do MAE) e pela historiadora do MAE-UFPR Bruna Marina Portela.

“Apesar de esse encontro [entre europeus e indígenas no século XVI, onde está ambientado o jogo] ser um encontro interétnico, nós tentamos dar uma ênfase à perspectiva indígena. Como estes indígenas estão no mundo? Como se relacionam com os outros? Como é o ambiente no qual eles vivem? Nós tentamos trazer um pouco desta perspectiva que geralmente não está presente na escola.” disse a professora Laura Pérez Gil, durante o lançamento do Jaguareté em 2014.

Além da versão física, é possível baixar e ler online gratuitamente o Jaguareté: O Encontro pelo Issuu e também baixar gratuitamente na página da Editora o PDF.

 

Serviço: “Jaguareté: O Encontro” disponível para venda

Valor: R$ 100,00

Como Adquirir: http://www.editora.ufpr.br/portal/livros/jaguarete_o_encontro/

Startup cria game inédito e gratuito sobre o novo Corona Vírus

A essa altura você já sabe que o Covid-19 não é brincadeira, entretanto é possível aprender mais sobre ele jogando! Pelo menos é isso que o pessoal do estúdio Play2Sell, empresa de storytelling e gamificação voltada para vendas, pensou ao desenvolver o game mobile Corona Vírus, teste seus conhecimentos. Basicamente ele se apresenta na forma de um quiz para que o jogador aprenda mais sobre como se prevenir e evitar contaminação pelo vírus.

“Nossa intenção é, de uma forma leve e agradável, organizar o conhecimento que precisa ser veiculado neste momento”, conta Felipe dos Santos, CEO da Play2Sell. O jogo para celular é gratuito, se chama Corona Vírus, teste seus conhecimentos e pode ser acessado nas lojas Apple Store e Google Play. Outro aspecto interessante é que o jogo é uma opção de lazer educativo individual, em um momento de preocupação com encontros presenciais e aglomerações.

O título é bem simples: basicamente são lançadas perguntas de verdadeiro ou falso e o jogador deve responder as perguntas sobre a pandemia que assola o mundo. “Corona Vírus, teste seus conhecimentos” trata da definição, prevenção, sintomas, atitudes práticas e como distinguir notícias falsas – as famosas fake news – de verdadeiras. Quem conduz a narrativa é um médico, Caio, que convida o jogador a fazer uma viagem pelo mundo do Corona Vírus.

“Nossa vantagem é usar uma linguagem ágil e intuitiva, que facilita a fixação de conteúdos. A Play2Sell quer mostrar que é possível utilizar essa linguagem em um momento tão sensível da sociedade”. Felipe lembra que o conteúdo foi pensado para adolescentes a partir de 12 anos e que ele complementa o conteúdo escolar. “Em meio a tanto conteúdo disponível na TV e Internet, nós optamos pelo formato interativo. Como o jogador se envolve, ele fixa as informações e pode jogar em grupo, o que aumenta ainda mais a troca de informações.”

O título é bastante indicado para quem quer aprender a se prevenir e instruir as crianças a como evitar o contágio. A iniciativa é muito bem vinda e pontual para esses dias em que a desinformação e o pânico se espalham tanto quanto o próprio Corona Vírus.

Anunnaki – game indie faz crítica social e política do Brasil 2020

O destaque do dia vai para um jogo de RPG por turno com uma pegada retrô, uma trama envolvente e muitas referências ao Brasil de 2020. Trata-se de Anunnaki, um game indie em fase de desenvolvimento pelo desenvolvedor Luiz Rasielson e que está em campanha de crowdfunding pelo site Vakinha.

Basicamente você conhece uma realidade alternativa em que uma religião surge com base nos deuses sumérios e esse culto envolve-se com a política, ditando as regras de toda uma sociedade. De acordo com o desenvolvedor, há uma clara crítica social à mentalidade e ideologia retrógrada das pessoas que governam o nosso país. Anunnaki conta com aproximadamente 25 à 30 horas de “gameplay” e 4 finais diferentes. 

O game está em fase de polimento, e estima-se que em menos de 2 meses esteja concluído. O trailer disponível mostra que a inspiração veio de clássicos da geração 16 bits, considerada por muitos como a era de ouro dos RPGs de turno. Os gráficos são bastante oitentistas, porém a trilha sonora não segue o estilo chiptune, o que pode destoar do resto do projeto.

A campanha de Anunnaki pretende arrecadar R$ 4 mil, valor para cobrir custos do desenvolvimento e de publicação na Steam. Uma boa notícia: toda contribuição a partir de R$ 5,00 dará direito a uma cópia do jogo quando ele for publicado. Por fim, vale dizer que o projeto busca conscientizar as pessoas ao passo que as diverte!

Abaixo você confere o trailer de Anunnaki:

https://youtu.be/qNiQWPuG8ms

Novo trailer de Ponami mostra detalhes do Deserto de Indorur

Há três anos o estúdio Jogos Aurora conquistava destaque no cenário nacional com o game Ponami, um RPG épico com enredo arrebatador, agora chegou a vez dos fãs voltarem ao mundo fantástico para novas aventuras com a sequência Ponami Deserto de Indorur. Com data de lançamento marcada para 3 de março, a sequência promete melhorias gráficas, novos pets, equipamentos e novos cenários.

O game é para mobile conta a história da arqueira Ponami, uma guerreira que cresceu no povoado da Cordilheira de Sajor – mundo onde se passa a primeira parte do jogo -, uma civilização próspera que foi atacada por criaturas míticas chamadas Talástrias. Cabe ao jogador explorar a região e destruir a ameaça iminente.

Um dos destques de Ponami é sua jogabilidade simples, porém viciante, cenários abertos e batalhas viscerais. Não por acaso o título conseguiu bater mais 500 mil downloads na Play Store, sendo um dos jogos indie brasileiros mais bem sucedidos da plataforma. Ponami está disponível para download gratuitamente na Play Store, os fãs poderão atualizar no dia do lançamento do novo mundo.

Abaixo você confere o trailer de lançamento oficial de Ponami – Deserto de Indorur:

https://www.youtube.com/watch?v=Rs18QZR9tKM&feature=youtu.be

Conheça Space Bomb, o novo game do Diverte Games

Imagine a cena: um jovem astronauta é sequestrado por alienígenas e forçado a batalhar em arenas espaciais contra outros prisioneiros se quiser sobreviver. Para piorar, todo esse espetáculo é para o divertimento dos extraterrestres, inclusive sendo televisionado. Parece o roteiro do planeta Mojo, mas é o conceito do jogo Indie Space Bomb, um “Game Party” do estúdio Diverte Games.

Basicamente você e outro cinco amigos devem tentar se destruir utilizando bombas enquanto desvia de obstáculos ou utiliza upgrades para ter alguma vantagem. Space Bomb tem inspirações claras em Bomberman e outros games party competitivos. É possível jogar online ou offline. Vale lembrar que o game esteve presente nos eventos Game XP 2019 e BGS 2019, onde conquistou interesse dos jogadores.

O título acaba de iniciar uma campanha de financiamento coletivo através do Catarse para a finalização do jogo, incluindo o “Modo Aventura”, que conta a História de Marcos, um astronauta que foi capturado por aliens e forçado a lutar no evento Space Bomb. O objetivo principal da campanha é entregar brindes especiais a quem participa, como personagens desbloqueáveis dentro do game e miniaturas feitas em impressora 3D.

De acordo com os desenvolvedores, o nome do protagonista é uma pequena homenagem ao astronauta Marcos Pontes (até mesmo da para ver o símbolo do Brasil no peito do personagem), atual Ministro de Tecnologia. A ideia é que o game conte com vários outros personagens e skins. Space Bomb tem potencial para se tornar um grande hit nacional.

Abaixo você confere o trailer de Space Bomb:

Conheça Dog Duty, novo game indie de estratégia para todas as plataformas

Hoje o destaque vai para mais um jogo indie da SOEDESCO, que chega no segundo trimestre desse ano. Trata-se de Dog Duty, um RTS em tempo real para PS4, Xbox One e Switch, que desafia os jogadores a derrotar o exército do terrível comandante Octopus em uma série de ilhas. O grande diferencial é que o título conta com bastante humor e batalhas difíceis contra os chefões.

Desenvolvido pelo estúdio Zanardi & Liza, Dog Duty oferece aos jogadores tiroteios épicos e uma boa dose de batalhas épicas contra chefões. O macete é que cada missão demanda de táticas elaboradas. Ou seja, não adianta repetir velhas fórmulas, pois cada fase requer sua própria estratégia.

“É ótimo trabalhar com a SOEDESCO Studios no desenvolvimento de Dog Duty ver o trabalho para outras plataformas. Sinto firmeza com eles, por conta do progresso do port. A versão console tá bonita, tem boa jogabilidade e mal posso esperar pelo lançamento.”, disse Leonardo Zimbres, fundador do estúdio de desenvolvimento Zanardi & Liza.

Durante seu período no Early Access da Steam, Dog Duty recebeu muitos grandes updates. Com o feedback da comunidade, Zanardi & Liza trabalhou duro nas melhorias de Dog Duty, adicionando mais personagens jogáveis e inimigos. Jogadores podem montar esquadrões de 3 membros, a partir de 8 personagens possíveis.

O estúdio Zanardi & Liza também mudou a UI completamente, adicionando mais diálogos e encontros com NPCs amigáveis e duvidosos. Com um novo sistema de abordagem, jogadores podem adentrar postos inimigos e-ou conquistados. Por exemplo, jogadores podem agora receber mensagens hostis dos postos inimigos não-conquistados. A versão para Nintendo Switch, PS4 e Xbox One também sairá com estes updates.

Abaixo você confere o trailer de Dog Duty:

Nem só de Xbox e Playstation vive a indústria! Conheça o Playdate, o console que chega em 2020

Engana-se quem pensa que o Xbox Series X e o Playstation 5 são os únicos lançamentos de consoles para o ano de 2020. A empresa Panic Inc, dos Estados Unidos, tem sua carta na manga: o console Playdate! Trata-se de um portátil que visa trazer de volta o sentimento nostálgico dos portáteis fabricados apenas para jogar, desafiando a onda dos smartphones.

O Playdate tem um visual que claramente remete aos idos dos anos 90, quando o Gameboy era o console portátil mais querido de todos. Sua cor é amarela, e seu formato é bem quadradinho, deixando de lado curvas mais arrojadas e cores mais tradicionais como preto ou branco. O detalhe mais destacável no console da Panic é que ele conta com uma manivela!? Sim, isso mesmo, uma manivela que será utilizada para o jogador interagir em determinados jogos.

De acordo com os fabricantes, a manivela será a ferramenta capaz de levar o jogador a interagir com os jogos de uma maneira jamais realizada antes. Imagine que uma determinada parte do cenário dependa do uso da manivela para ser descoberto ou que o personagem possa crescer ou diminuir com o uso da manivela, por exemplo. A ideia é que os desenvolvedores de jogos utilizem o recurso de maneira lúdica, imersiva e divertida. Alguns games não precisarão da manivela para nada, enquanto outros exigem o uso para prosseguir no game.

O portátil conta ainda com uma tela LCD colorida baseada na mesma tecnologia de leitores de livros digitais, ou seja, cada pixel se lembra de sua posição quando o aparelho está em stand by, de modo que o usuário pode acessar seus jogos rapidamente e com economia sensível de energia. De acordo com os produtores é possível jogar em diferentes condições de iluminação sem ter de forçar os olhos.

Outro detalhe importante é que os games já vem dentro da memória do videogame e serão lançados em um sistema de temporadas. A princípio o jogador tem acesso a 12 jogos no catálogo e ano a ano esses jogos são atualizados, sem que o jogador tenha de pagar mais nada. Além disso, a conexão wi-fi servirá também para baixar novos jogos que forem lançados para o Playdate.

Você deve estar se perguntando como serão os jogos do Playdate, certo? Pois então, esqueça os gráfico ultra-realistas e o show de luz e sombras das plataformas atuais! O portátil será focado em games simples, em 2D, de modo que a proposta é apostar em aficionados por jogos retrô. Sim, o público alvo são jogadores que buscam por experiências novas e jogadores mais novos, fugindo um pouco dos jogadores hardcore. Até agora a Panic já revelou os seguintes jogos: Crankin’s Time Travel Adventure, b360, Zipper, Executive Golf DX, Snak e Sasquatchers.

Se a ideia vai funcionar, depende de uma série de fatores, mas o Playdate conta com uma série de empecilhos pelo caminho. O primeiro é o desconhecimento do grande público. Apesar de ter sido revelado em maio de 2019, pouca gente ouviu falar do console em seu país natal. No Brasil é improvável que ele seja lançado oficialmente. Outro desafio a ser enfrentado é a questão preço: a Panic estabeleceu o preço de US$ 149,00, um preço alto para uma plataforma tão modesta, mesmo para os norte-americanos. Caso você queira importá-lo, não deve desembolsar menos de R$ 600,00, sem contar a taxação e as tarifas alfandegárias.

Mas e aí, o que você achou do Playdate?

Abaixo você confere um vídeo do Playdate realizado pela IGN:

Top 7 – Lançamentos mais aguardados de 2020 para a indústria de games

O ano de 2019 deixará saudades para os aficionados por videogames, pois foi neste ano que diversos lançamentos surgiram e encantaram os jogadores, todavia o show deve continuar e o ano de 2020 promete ser tão espetacular quanto o anterior graças a uma infinidade de lançamentos bombásticos ao longo do ano. Afinal, como todos sabemos, em 2020 presenciaremos o nascimento de uma nova geração de consoles, além de jogos incríveis que estão no forno.

Confira abaixo os 7 principais lançamentos da indústria de games para 2020:

7 – The Last of Us Part II

Quando The Last of Us surgiu a comunidade havia perdido as esperanças no gênero terror, afinal já havia alguns anos que qualquer jogo do gênero desapontava. O título do PS3 foi buscar inspiração na indústria de Hollywood e a Naughty Dog mostrou que de fato era a melhor produtora de games da atualidade, podendo fazer mais do que a franquia Uncharted. O enredo cinematográfico, a jogabilidade tensa e os cenários maravilhosos credenciaram o título como um dos expoentes de seu tempo e permitiu que (mesmo com seu final fechadinho) os jogadores implorassem por uma sequência.

Sabe-se que a trama se passa 5 anos após os eventos do primeiro game e que a protagonista da vez será Ellie, a pretensa salvação do mundo. A Naughty Dog já adiantou que um dos temas recorrentes do game será o ódio e as reviravoltas devem proporcionar momentos chocantes. O poder do PS4 deve permitir que os produtores criem um dos games mais bem acabados e emocionantes de 2020.

6 – Cyberpunk 2077

A CD Project RED é uma empresa de poucos, porém valiosos, jogos. The Witcher III é seguramente um dos melhores RPGs da geração e o tempo de desenvolvimento de Cyberpunk 2077 é um belo indicativo de que a empresa prepara um dos maiores e mais completos jogos que a comunidade verá. Sai o ambiente medieval, entra uma sociedade distópica viciada em tecnologia.

Neste ambiente você será um mercenário com altas habilidades em hack e em máquinas que deve cumprir variadas missões. Um fato que desagradou parte da comunidade é que ele será em primeira pessoa, mas os produtores garantem que a sensação de imersão será incomparável. Há ainda outros dois grandes motivos para hypar Cyberpunk 2077:

1 – Ele conta com fortes influências de verdadeiros clássicos como Blade RunnerGhost in the ShellSystem Shock e Deus Ex.

2 – Tem participação do Keanu Reaves

5 – Resident Evil 3

Se há algo que a Capcom não decepciona é com os remakes de sua franquia mais famosa. Desde os idos do Game Cube, a empresa se mostrou eficiente em recriar os horrores de Resident Evil de maneira que superasse o original em todos os aspectos. A versão relançada para PS4 e Xbox One confirmou a premissa e o mais recente Resident Evil 2 só tornou a aventura ainda mais bacana. Agora é a vez de reviver a aventura de Jill Valentine enquanto foge da arma biológica da Umbrella chamada Nemesis. É seguro dizer que a Capcom vai entregar um dos, senão o melhor, jogo de terror de 2020. S.T.A.R.S.

4 – Ori and the Will of the Wisps

O primeiro Ori (Blind Forest) foi grandioso, mostrando que jogos 2D ainda tinham espaço sim na comunidade. Seus gráficos estilizados e jogablidade rasteira praticamente o transformaram em um clássico instantâneo. O segundo game promete fazer ainda melhor, com um ambiente mais soturno e novas mecânicas de combate. Uma vez que Will of the Wisps é apenas o segundo jogo da Moon Studios, será a oportunidade de eles mostrarem que o primeiro Ori não foi um mero golpe de sorte, de modo que a sequência tem tudo para posicioná-los como um dos principais estúdios de desenvolvimento de games da atualidade. Além disso, o primeiro Ori por si só é uma obra de arte. O segundo tem tudo para ser o jogo mais artístico de 2020.

3 – Final Fantasy VII Remake

A primeira vez que se falou em um remake de Final Fantasy VII foi em 2005 durante a exibição de uma demo tecnológica mostrando a abertura recriada para o PS3, desde então as exigências da comunidade foram crescentes. Foi somente 10 anos depois disso que a Square-Enix anunciou oficialmente a produção de um remake para o PS4. O tempo de produção já perdura 5 anos. Esse tempo arrastado geralmente é um indicativo de que o game final será uma bomba fedorenta, mas neste caso os indicativos são outros.

Sabe-se que a produção atrasou muito em decorrência de Tetsuya Nomura ter se ocupado com Final Fantasy XV e Kingdom Hearts III, além disso, a Square parece empenhada em entregar um game que faça jus ao legado do original. Para isso, vale mudar a jogabilidade, contratar novos dubladores e recriar o título com gráficos atuais. O objetivo é garantir que Final Fantasy VII esteja conectado com os jogadores atuais, ao invés de apenas copiar e colar o que deu certo no passado. Se as promessas forem cumpridas, pense neste game como uma bela despedida da Square a PS4.

2 – Xbox Series X

A Microsoft passou por tempos turbulentos na atual geração: o início de vida do Xbox One foi nada menos que desanimador, mas aos poucos Phil Spencer ajustou o Xbox com as demandas da comunidade, tornou o console retrocompatível com seus parentes mais velhos, melhorou o serviço Xbox Live Gold e criou o Game Pass, que praticamente tornou o Xbox na plataforma mais vantajosa para os hard players. No final de 2019 a empresa já antecipou os planos para 2020 com o anúncio do Xbox Series X, o console que promete ser o videogame mais poderoso jamais criado.

Os engenheiros encheram a boca ao anunciar que a máquina terá resolução 8K, ray tracing, alta velocidade e um desempenho irreprimível. Mas se há algo que a empresa de Redmond foi capaz de fazer que torna o Xbox Series X mais desejável é sua nova política de produção de jogos First Parties: a empresa saiu comprando todo estúdio talentoso possível, desde a Undead Labs (State of Deay) até a Obsidian (Fallout: New Vegas). Ao todo a Xbox Game Studios conta com 16 subsidiárias, garantindo que o próximo Xbox deve receber uma infinidade de jogos exclusivos ao longo dos anos.

1 – Playstation 5

A marca Playstation é sem dúvidas a mais respeitada da indústria do jogos eletrônicos em quesito hardware. O excelente trabalho realizado pela Sony com o Playstation 4 certamente serviu para calar os críticos que consideravam a empresa retrógrada e pouco conectada com sua comunidade. A gigante japonesa ainda guarda a sete chaves os detalhes do PS5, mas sabe-se que ele será capaz de rodas jogos em 8K e deve seguir a premissa de entregar uma máquina poderosa e com jogos desejáveis. A falta de notícias sobre a máquina só deixa uma certeza no ar: a Sony prepara algo grandioso para 2020 e a estratégia é não deixar a concorrência se aproveitar das ideias que poderão advir da nova máquina.

Bônus – Sonic The Hedgehog

Sim, não é bem um game, mas sim o filme do ouriço da SEGA. Após a polêmica do primeiro trailer, os produtores mudaram o design do Sonic ao custo de cerca de US$ 35 milhões. Goste ou não, Sonic é um dos personagens mais carismáticos e adorados dos videogames, o que deve levar um caminhão de fãs para as portas dos cinemas. Além disso, ter Jim Carrey no papel de Robotink dá ao projeto a oportunidade de ser visto por mais pessoas, mesmo àquelas que não se importam com videogames, e a possibilidade de ter um filme mais divertido e leve. Não, na realidade não achamos que será um filme verdadeiramente bom, mas ainda assim, vamos dar um voto de confiança ao pobre (e já acostumado a ser surrado em outras mídias) Sonic.

 

 

Touring Karts – Game de kart permite até 8 jogadores em disputas online com suporte a óculos VR

Games de kart costumavam ser bem populares há alguns anos, de modo que quase toda empresa tinha sua versão, mas ao passar dos anos apenas o saudoso Mario Kart sobreviveu. Entretanto um novo competidor acaba de surgir para o Playstation 4 e PCs: Touring Karts. O título é da Ivanovich Games e já está disponível no PlayStation VR e PlayStation 4 custando R$ 61,50, o jogo também está disponível no Steam e Oculus Store.

O mote do jogo segue a cartilha básica, ou seja, você deve dominar suas habilidades de corrida enquanto interage com o ambiente, o objetivo é o primeiro lugar. Para isso, vale de tudo: atirar cubos de gelo, galinhas, bombas, tiros de bazuca, esmagar seus rivais com um martelo gigante etc. O objetivo da desenvolvedora foi criar um game extremamente divertido e que possa ser apreciado por toda a família.

Posteriormente, Touring Karts ganhará versões para o Nintendo Switch e dispositivos móveis, com direito a crossplay para até 8 Jogadores entre todas as plataformas sem a necessidade de um dispositivo de VR, garantindo assim a festa a todos os jogadores, independentemente de onde estão e do dispositivo que usam.

“No geral, o Touring Karts é super divertido! O jogo me deu exatamente o que eu queria de um jogo de kart em Realidade Virtual. As pistas são loucas e divertidas, os gráficos são claros, embora simplistas, tanto o single player quanto o multiplayer são divertidos de jogar, e há uma quantidade incrível de opções para todos os jogadores. Se você gosta de corridas de karts, este jogo é uma compra obrigatória.” Análise do PSVR Review.

Touring Karts é o primeiro jogo de kart desenvolvido com a tecnologia de realidade virtual em mente, sendo que plataformas comuns são compatíveis. Os jogadores podem competir em 22 pistas com 30 carros customizáveis inspirados na Formula 1. De acordo com os desenvolvedores, o game possui 3 modos de jogo online: Copas Únicas Diárias, Partidas Customizadas com Amigos e “Random Play”. Além disso, há o modo história com mais de 120 horas de diversão.

“Como fãs de F1 e da saga Mario Kart, sentíamos falta de uma experiência que unisse esses dois mundos aproveitando todas as possibilidades que a realidade virtual pode oferecer. Queríamos trazer toda a emoção e diversão louca dos jogos de arcade do tipo kart a um universo onde sempre encontramos novos desafios e onde podemos competir com nossos amigos.” – Ivan Cascales, fundador e CEO da Ivanovich Games.

Abaixo você confere um trailer de Touring Karts: