Esports Law – Livro aborda questões jurídicas práticas do esporte eletrônico

Os eSports estão revolucionando a forma como os jovens entendem os esportes atuais. Muitos até fazem comparações com outros esportes mais tradicionais, como o futebol ou o vôlei , uma vez que existem associações, técnicos, centros de treinamento e toda uma estrutura para tornar essas atividades mais profissional. Assim, faz-se necessário entender as questões jurídicas do esporte eletrônico.

É justamente pensando nisso que o advogado Antonio Carlos Bratefixe Junior  acaba de lançar a obra “Introdução ao Estudo do Esports Law – O Direito do Esporte Eletrônico”, pela editora Mizuno. Trata-se da primeira obra no Brasil que aborda exclusivamente as questões jurídicas da atividade em âmbito profissional.

Bratefixe Junior atua na área do direito atendendo atletas, equipes e influenciadores digitais do mercado de esportes eletrônicos. A obra trata das relações jurídicas existentes no mercado do esporte eletrônico, contrato com atletas, patrocinadores, regularização de empresas, criação de times, direitos de imagem, regulamentos de competição, regulamentação do setor, presença do menor, presença da mulher e uma visão sobre o estudo individualizado do esporte eletrônico como área do direito.

Sinopse

A evolução da sociedade moderna com o avanço da tecnologia criou novas formas de comunicação, entretenimento, trabalho e impactou diretamente em todas as esferas coletivas, inclusive no esporte. Os jogos eletrônicos há muito tempo deixaram de ser apenas um meio de diversão alcançando status de esporte profissional de alto rendimento.

A evolução do eSports cria necessidades jurídicas, uma vez que contratos, negócios jurídicos e relações comerciais são desenvolvidos entre atletas, clubes, organizadoras de torneios e outros personagens desse ecossistema que necessitam de segurança jurídica adequada. A obra propõe o estudo inédito sobre o Direito do Esporte Eletrônico de forma individualizada, denominado Esports Law, considerando sua natureza jurídica e seus aspectos singulares de desenvolvimento dentro de um novo conceito de prática desportiva, desenvolvida totalmente através de bases digitais e tecnológicas.

O autor une o conhecimento de atuação na indústria dos games e dos Esports, apresentando situações práticas, definições jurídicas, a característica multidisciplinar com as demais áreas do Direito e elementos de Direito comparado, trilhando o caminho desde o início das primeiras competições esportivas até a definição do esporte eletrônico como prática esportiva e de seus praticantes como verdadeiros atletas. Uma obra indispensável para estudantes, advogados, juízes, procuradores, atletas, diretores e proprietários de organizações de esporte eletrônico e estudiosos de novas áreas de atuação jurídica.

O que você encontrará em Introdução ao Estudo do Esports Law:

        • O direito do esporte eletrônico como área específica de estudo do direito
        • Relações jurídicas de atletas, clubes e streamers
        • Principais contratos do ecossistema do esporte eletrônico
        • Gaming house, gaming office, doping e enquadramento jurídico do esporte eletrônico

Segundo Split da GRRRLS League começa no dia 28 de junho

Já começou a disputa pelo título da GRRRLS League, a maior liga feminina de CS: GO do mundo! O segundo split da competição teve início hoje (28/06) e contará com seis times na briga pelo troféu histórico e uma das maiores premiações da categoria.

Os jogos acontecem nos dias 28 de junho, 5, 12, 19 e 26 de julho, e 2 e 9 de agosto. Jaguares, MIBR, FURIA, Black Dragons, Havan Liberty e Voltz se enfrentam na fase de grupos, que será nos canais da Game XP, (@gamexpoficial) na Twitch e no TikTok, a partir das 17h45. Os quatro primeiros colocados da fase de grupos se enfrentam nos playoffs, previstos para acontecerem em agosto, em uma final épica e histórica.

Lançada em dezembro do ano passado, a GRRRLS League é uma iniciativa da Game XP – maior evento gamer da América Latina – com o propósito de contribuir para a profissionalização do cenário feminino de eSports no Brasil. Além de contar com equipes convidadas, a organização do campeonato ofereceu a meninas e mulheres que se identificam com o gênero feminino a oportunidade de formarem seus próprios times e disputarem uma vaga na liga por meio de dois open qualifiers – um realizado antes do primeiro split e outro antecedendo a fase de relegation.

Outro destaque foi a premiação anunciada: 200 mil reais distribuídos ao longo dos dois splits. Com o objetivo de se aproximar dos prêmios pagos em competições masculinas, a liga acabou sendo seguida por outras competições e elevando o cenário feminino dos eSports no Brasil a um novo patamar.

“Sabemos que ainda existe um longo caminho a ser percorrido, mas temos muito orgulho de tudo o que conquistamos até aqui. As meninas mostraram que são profissionais de alto nível, dando um show a cada partida. Os fãs de eSports embarcaram com a gente nessa, acompanhando as transmissões e vibrando junto. Estamos ansiosos para saber quem fará história e vai levar o título da GRRRLS League”, finaliza Roberta Coelho, CEO da Game XP.

 

Tabela Segundo Split

 

      • 28/06, às 18h: Furia VS Voltz
      • 28/06, às 21h: Mibr VS Jaguares
      • 05/07, às 18h: Black Dragons VS Havan
      • 05/07, às 21h: Furia VS Mibr
      • 12/07, às 18h: Black Dragons VS Jaguares
      • 12/07, às 21h: Havan VS Voltz
      • 18/07, às 18h: Havan VS Furia
      • 18/07, às 21h: Mibr VS Black Dragons
      • 26/07, às 18h: Havan VS Mibr
      • 26/07, às 21h: Voltz VS Jaguares
      • 02/08, às 18h: Jaguares VS Furia
      • 02/08, às 21h: Voltz VS Black Dragons
      • 09/08, às 15h: Furia VS Black Dragons
      • 09/08, às 18h: Jaguares VS Havan
      • 09/08, às 21h: Mibr VS Voltz

Claro e Twitch lançam torneio de eSports para clientes da operadora com premiação de R$25 mil

Neste final de semana os fãs de eSports poderão conferir e participar de mais um torneio que promete agitar o cenário. A Claro, que já faz parte do dia a dia de muitos fãs de games pelo Brasil, amplia, nesta semana, sua presença no mercado gamer com o lançamento do Arena Gaming, série exclusiva de torneios amadores de e-sports, realizada em parceria com a Twitch. Outra novidade da operadora é o patrocínio ao clube profissional INTZ, um dos principais clubes do cenário competitivo no mundo e maior vencedor do CBLoL, o Campeonato Brasileiro de League of Legends.

O Arena Gaming irá contemplar, ao todo, 12 torneios independentes, realizados mensalmente a partir de junho de 2021, com participação exclusiva e gratuita de clientes Claro dos produtos residenciais e móvel pós-pago. Para a disputa ficar ainda mais intensa, cada edição irá distribuir um montante de R$25 mil em prêmios aos finalistas.

Para diversificar e oferecer a oportunidade dos clientes da Claro vivenciarem a experiência de participar de um campeonato de e-sports, cada campeonato contará com uma plataforma diferente – mobile, computador e console –, além de jogos famosos, como: League Of Legends: Wild Rift, Valorant, e muitos outros já confirmados, mas que serão anunciados com a evolução do torneio.

“O mercado de games está em plena ascensão e estamos acompanhando de perto e levando o que há de novo para esse público. Ter ao nosso lado players importantes do segmento, como a Twitch, é fundamental para esse passo a mais que estamos dando na nossa relação com os gamers trazendo experiências exclusivas para a comunidade”, afirma Márcio Carvalho, diretor de Marketing da Claro.

“O objetivo da Twitch é expandir o alcance mobile, democratizar o acesso e levar a cultura gamer para um público mais amplo, permitindo que os usuários aproveitem os benefícios de nossa comunidade e ferramentas de monetização. A parceria com a Claro fortalece ainda mais esse compromisso e o Claro Arena Gaming mostra as infinitas oportunidades da indústria de streaming e games para mobile”, afirma Philip Chaves, Diretor Comercial Twitch.

Os participantes das fases finais dos campeonatos ganharão ainda o reforço especial dos principais streamers da Twitch em suas equipes. E, na tão sonhada final, os jogos terão narração e comentários como em torneios profissionais e serão transmitidas ao vivo no canal da Claro no Twitch (twitch.tv/clarobrasil), redes sociais da operadora e também pelo Canal do Cliente (500) na TV por assinatura.

A primeira disputa do Arena Gaming será no Valorant, game produzido pela Riot Games, e jogado pelo computador. Lançado em 2020, o jogo se tornou rapidamente um dos mais relevantes do mercado – tanto brasileiro quanto mundial – e, hoje, está entre os mais streamados da Twitch. As inscrições estão abertas no site arenagaming.com.br até o dia 13 de junho, com início do torneio marcado para o dia 14 e as finais no dia 26.

Os detalhes das próximas edições, como título do jogo, plataformas e datas serão fornecidos sempre com antecedência e com divulgação pela Claro e Twitch em seus canais de comunicação ou pelo site.