Women Game Jam 2021 – Maior evento mundial de jogos para mulheres ocorre em agosto

O mês de agosto marca o acontecimento da quinta edição da Women Game Jam (WGJ), evento mundial que reúne cybertlatetas femininas em competições empolgantes. De acordo com a organização, a edição deste ano contará com algumas sedes presenciais em capitais australianas, como Sydney, Melbourne e Western Austrália. Para outras localidades as disputas e continuarão online.

A ideia para o futuro é que a capilaridade do evento possa continuar a crescer no formato online e que cada vez mais países e cidades se sintam empoderadas para sediar o evento, possibilitando que mulheres cis, trans e pessoas não binárias de diferentes países, culturas e raças possam, juntas, desenvolver jogos. A edição de 2021 vem com muitas novidades. O evento acontecerá dos dias 20 a 22 de agosto, e terá, do dia 06 ao dia 19 de agosto, ciclos de palestras, painéis, workshops e tudo isso de forma inteiramente online e com interpretação simultânea para libras.

Dentre as novidades de 2021, haverá o lançamento da We Game Jam, um evento irmão da Women Game Jam, que acontece na mesma data e servidor, com canais e conteúdos próprios, focados no público transmasculine. A ideia é identificar e fortalecer essa comunidade para que o evento ganhe cada vez mais público e autonomia para decidir suas necessidades e demandas específicas, ao mesmo tempo que conversa e se inclui na estrutura atual da Women Game Jam.

Para quem não conhece, a Women Game Jam é a maior maratona de desenvolvimento de jogos com recorte de gênero da América Latina. Atualmente o evento registra um aumento de 10% de mulheres na indústria em países como Chile, simplesmente devido ao surgimento da Women Game Jam. No Brasil ainda não há mensurar o impacto real da WGJ, pois no último dado divulgado, de acordo com o 2° Censo da Indústria Brasileira de Jogos (de 2018), as mulheres representam apenas 21% da mão de obra na indústria de games e, em nível global, pessoas transgênero representavam menos de 2% – logo, faz-se necessário ações que insiram e criem possibilidades para que essas pessoas possam trabalhar como desenvolvedoras.

O convite é para toda mulher e/ou pessoa trans e/ou não binária que queira experimentar o ambiente de criação de jogos pela primeira vez e, também, para as que já estão na indústria e desejam compartilhar conhecimento com mais profissionais e se divertir, crescendo no processo. É o primeiro passo dentro de muitos que virão, para que, juntes, possamos tornar o desenvolvimento de jogos mais humano, profissional e diverso.

Para fazer inscrição, basta clicar aqui.

Morto – Game de terror brasileiro aborda o tema da depressão

Hoje vamos destacar o game indie criado pelo gamedev Matheus Ribeiro, que tem tudo para agradar quem gosta de terror psicológico e clima de mistério e claustrofobia. Trata-se de Morto, um game de terror em 2D com ambientes desenhados à mão e uma estética de desenho animado dos anos 30.

A estrutura de Morto é por capítulos, sendo que os demais capítulos terão lançamentos em breve. Basicamente você controla um personagem misterioso que explora apartamentos e demais ambientes urbanos presenciando cenas perturbadoras. Seu dever é descobrir o que está havendo antes que seja tarde demais. A jogabilidade é nem simples: você deve andar e interagir com os objetos nos cenários.

De acordo com o desenvolvedor, Morto tem como tema central a depressão, de modo que não é aconselhável a quem tem histórico dessa doença. Os ambientes desenhados à mão são belíssimos, demonstrando a criatividade e talendo envolvido na obra. A trilha sonora é bastante tensa e combina com os cenários. Morto está disponível para Windows, MacOS e Linux. Você pode acessar e baixar o game aqui.

Abaixo você confere o trailer de Morto:

Um videogame que vira arte! Lantana Games apresenta o game Mondrian – Plastic Reality

Amanhã (22/07) será um dia especial para quem curte games com uma pegada mais artística, pois é o dia do GJ Art Lounge, um evento online criado pela Gamerjibe cujo objetivo é mostrar produtos criativos de todo o mundo. O destaque desta edição é a demonstração da Lantana Games, que mostrará detalhes dos conjuntos de ferramentas criativas incluídas no brickbreaking game de história da arte “Mondrian – Plastic Reality”.

Esta demo acontecerá no dia 22 de julho às 3:00 pm. Artistas de mídia física e digital são convidados a visitar o estande da Lantana Games no Hall B para aprender mais sobre o jogo e suas ferramentas. A aplicação permite que você se junte a Piet Mondrian e seus amigos modernistas em assaltos em diferentes pontos da história da arte para descobrir suas obras perdidas em uma experiência brickbreaking colorida e alucinante, focada na criatividade e no estilo roguelike.

Incluídos no jogo estão kits de ferramentas que oferecem aos artistas uma nova maneira de compartilhar seu trabalho com o mundo. Isso inclui o Mondrian Maker, um editor de níveis muito fácil de aprender e o Mondrian Studio, um pacote de design gráfico feito sob medida para os criativos de hoje. Os jogadores podem importar sua própria arte como imagens de fundo para suas criações no Mondrian Maker / Studio e, com o apertar de um botão, podem fazer o upload dessas criações para o Steam Workshop.

Durante a demonstração de uma hora no GJ Art Lounge, Lantana construirá um nível do zero com o público no Mondrian Maker e criará imagens desse nível no Mondrian Studio. Além disso, os desenvolvedores responderão perguntas do público sobre o jogo e os kits de ferramentas incluídos. Quem tiver interesse, pode baixar a demo aqui. O evento GJ Art Lounge pode ser acessado neste link.

Abaixo você confere o trailer de lançamento de Mondrian – Plastic Reality: