Final Level e Riot Games lançam o Desafio das Estrelas

No último mês, a Riot Games lançou o League of Legends: Wild Rift. Desenvolvido do zero, traz o universo de League para a plataforma mobile. Para promover ainda mais o lançamento do novo MOBA, a criadora do game e a Final Level , maior plataforma de entretenimento gamer no Brasil, criaram o Desafio das Estrelas, que acontece entre os dias 23 e 25 de abril e reunirá oito times liderados por influenciadores do segmento gamer. A iniciativa terá uma premiação total de R﹩ 25 mil, divididos entre primeiro e segundo lugares. As equipes doarão a quantia para duas ONGs: Ação da Cidadania e Gerando Falcões.

O intuito do Desafio das Estrelas é ir além da competição: a ideia é trazer entretenimento e apresentar um novo título para outros públicos. A mecânica do Wild Rift consiste na mesma do primeiro sucesso da Riot, o League, garantindo uma experiência autêntica deste universo à comunidade. Um dos pilares do torneio será também a causa social, já que além das doações das equipes vencedoras, o público poderá participar e contribuir com outros valores destinados a essas ONGs durante o torneio ao vivo.

“Estamos muito felizes com essa parceria com a Final Level, que permitirá levar à comunidade, por meio de seus influenciadores, toda a emoção do Wild Rift”, diz Priscila Queiroz, head de Publishing da Riot Games no Brasil. “A resposta dos jogadores tem sido muito positiva e estamos animados em mostrar para o público mobile como pode ser muito divertido jogar Wild Rift com os amigos”, completa.

O formato do torneio será por eliminação dupla, ou seja, todas as partidas serão disputadas em melhor de três jogos e a final em melhor de cinco jogos. A equipe que ao longo da competição sofrer duas derrotas será automaticamente eliminada do torneio. Enquanto isso, o time que chegar à final através da Winner-Bracket ou “Chave dos Vencedores”, como é conhecida a parte da tabela das equipes invictas, receberá vantagem de um jogo na final melhor de cinco, começando assim na vantagem de 1 a 0.

As oito equipes competidoras já estão completas e os capitães serão: funBABE, Robô, Samira Close, Keio, Briny, Wellplayed, FenixYTB e Ybig. Cada um dos influenciadores trará quatro jogadores de peso para enfrentar a competição rumo à vitória do Desafio das Estrelas.

“É uma honra poder realizar este torneio em parceria com a Riot. Sabemos que já é um título popular por mais que tenha sido lançado recentemente. Queremos que cada vez mais pessoas tenham conhecimento de que esse pode ser um jogo muito divertido para jogar em horas vagas com uma experiência única. A intenção é oferecer esse grande evento para que os fãs acompanhem as mais diversas comunidades jogando. Na Final Level estamos sempre buscando criar pontos de encontro da comunidade gamer, e é maravilhoso poder fazer isso com um jogo com tamanho potencial”, afirma Gabriel Duarte, diretor de novos negócios da Final Level.

Toda a competição será transmitida pela Twitch do streamer Rakin, que tem se destacado no cenário de eSports e também será o host do evento.

Circuito Feminino de Rainbow Six Siege conta com premiação total de R$ 300 mil

Seu sonho é se tornar uma das maiores pró-players do Brasil, entrar nos maiores torneios de eSports e ganhar uma bela grana? Pois a Ubisoft acaba de anunciar os detalhes do Circuito Feminino de Rainbow Six Siege 2021. De acordo com a gigante dos games, o formato do campeonato contará com cinco etapas e uma fase final que irá decidir a grande equipe campeã de 2021. Um classificatório aberto – que começa no dia 26 de fevereiro – definirá as equipes participantes do torneio que, ao todo, distribuirá R$300 mil em premiação.

As inscrições para disputar a fase qualificatória já estão abertas e se encerram no dia 26 de fevereiro. As seis melhores equipes garantem vagas para as cinco primeiras etapas do campeonato, que serão transmitidas nos canais oficiais do Rainbow Six Esports Brasil na Twitch e no YouTube. As equipes femininas podem se inscrever neste link.

Após a definição das seis participantes, as cinco etapas que definem as semifinalistas do torneio acontecem entre os meses de março e setembro, além da fase final, disputada em novembro. Confira abaixo as datas:

 

Etapa 1: 11 a 14 de março

Etapa 2: 22 a 25 de abril

Etapa 3: 10 a 13 de junho

Etapa 4:  5 a 8 de agosto

Etapa 5: 9 a 12 de setembro

Fase Final: 6 e 7 de novembro

 

Nas cinco primeiras etapas, todas as equipes medem forças em duelos no formato MD1. Ao final de cada uma, acontecerão semifinais e finais, com jogos em MD3. Já na fase final, os quatro melhores times no somatório das etapas iniciais seguirão em busca do título em confrontos eliminatórios. Nas semifinais, partidas em MD3, e na grande final de 2021, um aguardado confronto em MD5.

“O Circuito Feminino de Rainbow Six Siege é uma competição de grande importância no nosso trabalho para evidenciar ainda mais o potencial das mulheres nos esportes eletrônicos. Além de continuar a oferecer uma vitrine para as jogadoras mostrarem seu talento, a edição deste ano contará com um calendário competitivo previamente definido, que permite a participação das jogadoras em outras competições oficiais, bem como uma premiação significativa, que ressalta a importância desta competição para o desenvolvimento do Rainbow Six Esports”, destaca Marcio Canosa, Diretor de Esports da Ubisoft para América Latina.

Abaixo as premiações para cada equipe do Circuito Feminino de Rainbow Six Siege, de acordo com a colocação final:

FGV promove webinar sobre o potencial do mercado de eSports

Os eSports ganham visibilidade cada vez maior mesmo entre quem não é fã de jogos eletrônicos, ganhando destaque em diferentes ambientes do nosso cotidiano. A bola da vez é que a FGV Educação Executiva irá abrir espaço para debater os eSports no dia 22 de fevereiro através do webinar “Compreendendo a potencialidade do universo dos eSports”. O objetivo é atender quem busca conhecer mais o mercado desse segmento.

Thiago Milhazes, head de marketing do Prêmio eSports Brasil, e Gabriel Duarte, criador dos Prêmios eSports e Flamengo eSports, participarão da videoconferência, que será em formato de talk show. Os convidados compartilharão experiências e discutirão os principais desafios do setor. Dario Menezes, professor da FGV Management e diretor executivo do Group Caliber Brasil, também participará do debate.

O bate-papo prevê a discussão do mercado de eSports no Brasil e no mundo. Só no ano passado, essa modalidade de jogos movimentou cerca de US﹩ 180 bilhões. O Brasil é o quarto país em número de downloads, atrás apenas da Índia, da China e EUA. A audiência crescente na internet e o surgimento de jogos acessíveis a diversos tipos de público fazem do eSports um sucesso de investimento e patrocínio, atraindo empresas e marcas renomadas.

A inscrição é gratuita e poderá ser feita no site da FGV. O debate será transmitido ao vivo pelo Youtube no dia 22 de fevereiro, às 15h. Vale lembrar que a FGV já conta com um curso Online Desenvolvimento de Negócios em e-sports.

Serviço – FGV – Compreendendo a potencialidade do universo dos eSports

Data: 22/2 (segunda-feira)

Horário: 15h

Plataforma: Youtube

Link de inscriçãoaqui.