Casa Gamer Banco do Brasil: a união de cultura e Esports no CCBB Brasília

Videogame é cultura, disso você já sabe. Agora é hora de mostrar a toda a sociedade que os videogames são parte de nossa cultura. Pelo menos é isso o que o Banco do Brasil irá fazer ao promover e patrocinar a primeira edição do espaço “Casa Gamer Banco do Brasil”, uma que transforma os Centros Culturais Banco do Brasil de Brasília e Belo Horizonte em espaços para jogatina livre.

Inicialmente previsto para ficar no CCBB Brasília de 28 de dezembro a 19 de janeiro, a casa de jogos teve sua temporada prorrogada até o dia 26. Desde que chegou ao Centro Cultural, a “Casa Gamer” tem proporcionado aos seus visitantes momentos de diversão, interatividade e nostalgia. As estações fixas contam com jogos que vão desde os fliperamas antigos até os jogos mais recentes. O pavilhão de vidro abriga uma pista de dança, várias estações para jogos mobile, seis consoles com jogos de futebol e corrida e uma arena de Counter-Strike de nível profissional. Nos fins de semana, a arena abriga uma competição amadora de CS:GO. A intenção é agradar o público de todas as idades.

De acordo com a organização do evento, além da arena de jogos no pavilhão de vidro, há ainda fliperamas espalhados pelo CCBB e jogos vintage localizados em um lounge montado ao lado da bilheteria.

“Esse ambiente foi feito para reunir as pessoas, as famílias e descontrair. Já somos referência no esporte de ginásio, quadra e praia. Queremos também ser referência nos jogos eletrônicos”, afirma Mauro Ribeiro Neto, vice-presidente corporativo do Banco do Brasil.

Abaixo você confere a programação completa:

 

ARENA DE GAMES DIGITAIS (FIXO)

Espaço equipado com jogos free play de futebol, dança, corrida e jogos first person online. Nos finais de semana, a arena de Counter-Strike abrigará uma competição amadora entre quatro equipes.

Data: 28/12 até 26/01

Horário: quinta a domingo, das 10h às 21h

Local: Pavilhão de vidro

Jogos: Just Dance, Mario Kart, CS:GO, Fortnite, Fifa e Mobile.

 

Just Dance

Com uma pista de dança iluminada, um telão para o público acompanhar os passos e espaço para até quatro pessoas jogarem ao mesmo tempo, a estação do jogo Just Dance tem animado crianças, adolescentes e adultos de todas as idades, além de revelar grandes dançarinos.

No rol de músicas, clássicos e sucessos atuais, nacionais e internacionais, podem ser escolhidos pelos jogadores para se soltarem e dançarem no espaço.

 

Mario Kart

Um dos jogos mais famosos de todos os tempos, que, inclusive, ganhou uma versão para smartphones no ano passado, possui uma estação com dois consoles (Nintendo Switch) e possibilidade de duas duplas por vez.

Pais e filhos, amigos, desconhecidos, todo têm se divertido com a corrida mais clássica que conhecemos. Alguns voltando no tempo e apresentando para as novas gerações um jogo que marcou época e outros descobrindo juntos as maravilhas (e armadilhas) desse jogo emocionante.

 

Counter-Strike e Fortnite (Arena First Person)

A Casa Gamer conta com uma arena de First Person games de nível profissional. São duas estações com 5 computadores cada, todos com periféricos próprios para jogos, fone para comunicação entre os jogadores e cadeira gamer.

No espaço, os visitantes podem jogar CS:GO (da franquia Counter-Strike) ou Fortnite (sucesso com os jogadores mais jovens). Nos fins de semana, a arena sediará uma competição amadora de CS:GO de tirar o fôlego.

 

Arena de Futebol

Com arquibancada, grama sintética e pufes em formato de bola de futebol, a área destinada ao jogo possui quatro consoles (Playstation), permitindo que quatro duplas joguem ao mesmo tempo, proporcionando momentos emocionantes entre pais e filhos, amigos e até entra aqueles que se conheceram na fila.

Na arena, os visitantes podem escolher entre o FIFA 20 ou o PES (Pro Evolution Soccer), atendendo aos amantes dos dois jogos, concorrentes no título de melhor jogo de futebol do mundo há alguns anos.

 

ESTAÇÃO DE JOGOS RETRÔ (FIXO)

Datas: 28/12 até 26/01

Horário: quinta a domingo, das 10h às 21h

Local: Área Externa – Ao lado da bilheteria

Jogos: Sonic, Street Fighter, RiverRaid

 

Lounge Vintage

Além do pavilhão de vidro, há um lounge com jogos vintage, com consoles Atari e Mega Drive e fliperamas, para trazer de volta os tempos de infância dos mais crescidos e apresentar aos mais novos os clássicos que nunca deixaram de encantar gerações.

 

Serviço – Casa Gamer CCBB

Local: CCBB Brasília – SCES Trecho 2 – Brasília/DF

Tel: (61) 3108-7600

28 de dezembro de 2019 a 26 de janeiro de 2020

Quinta a domingo

10h às 21h

Entrada franca com retirada de ingressos na bilheteria do CCBB.

Mais informações aqui.

 

​Museu do Videogame Itinerante chega ao Shopping RioMar Kennedy, em Fortaleza

Essa é para os fãs de videogame que estão na Cidade de Fortaleza, CE, amanhã (14/09) o Museu do Videogame Itinerante chega ao Shopping RioMar Kennedy. A chegada ao RioMar Kennedy marca o início da segunda temporada de “turnê” do museu mais interativo do Brasil. Os organizadores prometem uma série de novidades para esta nova temporada, a fim de enriquecer ainda mais a experiência do público. Além de conferir a história dos jogos eletrônicos, os visitantes podem jogar, interagir com influenciadores e participar de um campeonato de Just Dance.

A exposição conta mais de 46 anos de história dos videogames antigos e atuais, passando por todas as gerações de consoles. Dá para ver clássicos como o Atari, o NES, o Gameboy e os novíssimos Playstation VR, Nintendo Switch, entre outros. Além de conferir de perto consoles que marcaram história, os visitantes podem encontrar de perto com o ex-jogador de League of Legends Meet&Greet com André ManaJJ, na área de Meet & Greet e participar do concurso de Just Dance e um divertido encontro K-Pop.

O museu não é apenas um espaço observável. Há ilhas de consoles clássicos disponíveis para jogar, além do palco Just Dance 2018, simuladores de corridas, torneios de jogos antigos e atuais, controles gigantes etc. Com tantas atrações, a exposição Museu do Videogame Itinerante é considerada um dos eventos indoor para shoppings mais visitados do país. O Museu ficará Praça de Eventos do Piso L2, funcionando de segunda a sábado das 10h às 21h e aos domingos e feriados das 13h às 20h. A entrada é gratuita.

Para quem não conhece, André ManaJJ foi o primeiro campeão brasileiro de League of Legends (CBLOL), e atuante na área de streaming e geração de conteúdo de games. O encontro acontecerá no dia 22 de setembro, a partir das 17h. Durante o evento, os fãs poderão ainda participar de sessão de fotos com os cosplays Zilean Skin Lua Sangrenta do jogo League of Legends, All Might e Katsuki Bakugou, personagens do anime Boku no Hero Academia.

 

Encontro K-Pop

No dia 29 de setembro, último dia da exposição, a programação contará com encontro k-pop das 13h às 19h, comSpecial Stage apresentações de grupos covers de k-pop, brincadeiras e Random Play Dance com muita música pop coreana.

 

Campeonato Just Dance

Logo após o encontro k-pop, a partir das 19h, ocorrerá o concurso Just Dance para aqueles que curtem dançar e suar a camisa. O evento terá ainda a participação do bi-campeão do Mundial de Just Dance, Diegho San.

Durante o concurso, o jogador é desafiado a imitar os mesmos movimentos de dançarinos profissionais virtuais e, assim, alcançar a melhor pontuação no ranking do evento. Os dez finalistas com maior pontuação durante a temporada do Museu no RioMar Kennedy irão disputar o pódio. Os três melhores receberão premiação. As inscrições ocorrerão de 14 a 28 de setembro e podem ser feitas ao lado do Palco Just Dance, no Piso L2.

 

Sobre o Museu do Videogame Itinerante

O Museu do Videogame Itinerante reúne cerca de 5 milhões de visitantes por ano e é o primeiro do gênero do país registrado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). Em 2014, recebeu o prêmio do Ministério da Cultura como o museu mais criativo do país. Em 2016, foi um dos museus brasileiros escolhidos para representar o país no maior encontro de museus do mundo, em Paris.

 

SERVIÇO – Museu do Videogame Itinerante no RioMar Kennedy

Data: 14 a 29 de setembro

Horário: segunda a sábado das 10h às 21h e aos domingos e feriados das 13h às 20h

Local: Piso L2, Praça de Eventos – RioMar Kennedy (Av. Sargento Hermínio Sampaio, 3100 – Presidente Kennedy)

Entrada gratuita

 

Huni Kuin – game desenvolvido por índios conta lendas de tribo da Amazônia

Hoje vamos falar sobre um dos jogos que tem a cara e o espírito do Brasil: Huni Kuin: os caminhos da jibóia, um título desenvolvido pela tribo Kaxinawá que conta as memórias dos pagés da tribo originária do coração da Amazônia. O game foi desenvolvido com o intuito de mostrar a cultura indígena para aqueles que têm interesse em conhecer mais sobre as lendas indígenas e seu modo de vida.

Sim, voce não leu errado, a tribo Huni Kuin (ou Kaxinawá) desenvolveu um jogo eletrônico, que pode ser baixado gratuitamente. Trata-se de um jogo de plataforma 2D dividido em cinco episódios (Yube Nawa Aibu, Siriani, Shumani, Kui Dume Teneni e Hua Karu Yuxibu), onde os jogadores devem encarnar um jovem indio e enfrentar desafios como enfrentar cobras, salvar irmãos índios e desbravar as matas fechadas. Cada fase conta uma antiga história do povo Huni Kuin.

Mulheres da tribo Huni Kuin

“Um casal de gêmeos kaxinawá foram concebidos pela jiboia Yube em sonhos e herdaram seus poderes especiais. Um jovem caçador e uma pequena artesã, ao longo do jogo, passarão por uma série de desafios para se tornarem, respectivamente, um curandeiro (mukaya) e uma mestra dos desenhos (kene). Nesta jornada, eles adquirirão habilidades e conhecimentos de seus ancestrais, dos animais, das plantas e dos espíritos; entrarão em comunicação com os seres visíveis e invisíveis da floresta (yuxin), para se tornarem, enfim, seres humanos verdadeiros (HuniKuin).”

A proposta é propiciar uma imersão no universo HuniKuin, em que os jogadores possam entrar em contato com saberes indígenas – como os cantos, grafismos, histórias, mitos e rituais deste povo – possibilitando uma circulação destes conhecimentos por uma rede mais ampla. Inclusive a equipe de programadores auxiliou os índios a construir painéis solares para que os jovens Kaxinawá também pudessem ter acesso ao game.

O título possui gráficos cartunescos e uma jogabilidade simples, de modo que qualquer um pode apreciar o jogo, que é exclusivo para PCs. A equipe de desenvolvimento foi liderada pelo antropólogo e game designer Guilherme Meneses, que acredita que a tecnologia deve ser utilizada como ferramenta para preservação cultural do povo indígena Kaxinawá. Voce pode baixar o game exclusivamente para PCs aqui.

Sobre a tribo Huni Kuin

O jogo Huni Kuin foi possível graças aos esforços da equipe Beya Xinã Bena, grupo formado por indígenas em 2014 com o objetivo de reunir, fomentar e difundir as produções audiovisuais dos Huni Kuin do Rio Jordão.

A tribo é adepta da chamada Dau Kauin (medicina verdadeira), que mostra o conhecimento das plantas de cura do povo Huni Kuin através de ayahuasca, chacrona e rapé. A tribo é uma das mais respeitadas na fronteira entre o Acre e o Peru.

Abaixo tem um vídeo falando mais sobre o projeto Huni Kuin: