eSports – maiores empresas de telefonia investem no mercado de jogos eletrônicos

O eSports estão conquistando cada vez mais espaço entre o aficionados por tecnologia e investidores. Prova disso é que grandes equipes já investem rotineiramente no setor, tal como o Santos, o Flamengo e Cruzeiro. Outro segmento que está investindo pesado nos eSportes são as operadoras de telefonia móvel.

Uma das operadoras que já inicio os investimentos nesse mercado é a Vivo, a operadora desde 2014 patrocina a equipe Keyd em diferentes modalidades, são elas:

        • League of Legends
        • Free Fire
        • CS:GO

Outra empresa interessada nos eSports é a Mob Telecom, que resolveu fazer uma parceria com a Free Fire. Após comprar os direitos da equipe Yakuza e-Sports e mudando o nome para Mob e-Sports, a empresa de telefonia passou a participar das grandes competições. Sayde Bayde, CCO da Mob Telecom, acredita que com a parceria com equipes de esportes eletrônicos, a operadora ganhará visibilidade, credibilidade por conta dos gamers.

Outra operadora que está investindo nesse mercado é a Claro, no momento a empresa não está patrocinando nenhum campeonato ou equipe, ainda assim, a companhia já estava associada ao Clutch (CS:GO), Circuito Desafiante e à Superliga. Segundo a Riot Games, desenvolvedora do jogo League of Legends, o jogo conta com mais de 100 milhões de jogadores ao mês.

A Claro está aguardando a crise da pandemia causada pelo Covid-19 passar para retomar os investimentos, já que entende a importância desse mercado, de acordo com o diretor de marketing da Claro.

“Lá atrás, em 2018, nossas pesquisas mostravam que era um segmento super importante, super formador de opinião. O jogador é antenado, tem um poder de engajamento absurdo e é usuário dos nossos serviços de banda larga fixa e móvel. É um segmento super-estratégico”.

Mesmo com toda a situação em que o Brasil está vivendo a Claro resolveu disponibilizar em sua plataforma de streaming conteúdos de e-Sports, para aqueles que são clientes Claro podem acessar esse tipo de conteúdo através do Claro Now.

De acordo com a Pesquisa Game Brasil, o interesse do brasileiro pelo esporte eletrônico aumentou. De acordo com estudo mostra que 65,6% dos jogadores já conhecem sobre o eSports, porém os gamers que consomem conteúdos de e-Sports representa um 19,7%. A pesquisa foi feita em 26 estados e também no DF no início do ano.

Vivo Keyd e FIAP anunciam parceria inédita nos eSports

A FIAP e a Vivo Keyd buscaram se aliar para fortalecer o mercado de eSports nacional e revolucionar o ensino na instituição. Essa é a primeira vez que uma organização de games competitivos firma uma parceria com uma instituição de ensino. A FIAP é o centro de excelência em tecnologia mais respeitado do Brasil. A parceria prevê que a Vivo Keyd irá levar o nome da FIAP em seu uniforme.

Além disso, os Guerreiros da Vivo Keyd receberão bolsas de estudos em cursos da FIAP; os atletas também irão oferecer mentoria aos alunos da FIAP, e irão promover campeonatos internos entre alunos treinados por jogadores profissionais. O objetivo é fomentar ainda mais o desenvolvimento do esporte eletrônico dentro do ambiente acadêmico, e demonstrar que existem diversas oportunidades de carreira novas dentro do mercado do eSport. Ainda de acordo com a instituição de ensino, os profissionais da Vivo Keyd irão ministrar aulas magnas aos alunos da FIAP.

“A Vivo Keyd e a FIAP são duas organizações que buscam incessantemente a inovação e a inclusão. Esta parceria vem para consolidar esta visão, já que o esporte eletrônico é uma das áreas de maior ascensão da economia no momento,” declarou Tiago Xisto, CEO da Vivo Keyd.

Goiânia recebe Orbi Gaming, o maior complexo de esportes eletrônicos do Centro-Oeste

A cidade de Goiânia terá o maior complexo de e-sports do Centro Oeste, a Orbi Gaming. Trata-se de um espaço idealizado para incentivar e desenvolver os esportes eletrônicos. O espaço será aberto ao público no dia 14 de fevereiro, que poderá utilizar as máquinas de última geração para jogar os games mais despejados da atualidade.

De cara, a Orbi já receberá a grande final da Peneira da Rensga Esports, time goiano que neste ano terá equipes de League of Legends (LoL) e Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO), que acontece nos dias 15 e 16 de fevereiro. O público poderá ir à Orbi Gaming para acompanhar essa disputa.

“O espaço funcionará diariamente aberto ao público que poderá comprar créditos e horas para jogar no Game Center ou ainda se inscrever nos cursos da escolinha (academy). Também será um espaço para a realização de eventos ou um ponto de encontro para os gamers goianos”, explica o CEO da Go Gaming, Djary Veiga.

De acordo com a Go Gaming, o espaço conta com 800 metros quadrados e conta com um Game Center, um centro de treinamento e uma escolinha. A Orbi é o resultado de mais de R$ 2,5 milhões investidos por um grupo de empresários de diversos segmentos.

“A Orbi Gaming faz parte de um projeto que nasceu com um objetivo muito claro: regionalizar o esporte eletrônico. Acreditamos muito no potencial do estado de Goiás e da nossa capital Goiânia. Apesar da alta concentração das ações e iniciativas desse mercado estarem em São Paulo, grande parte do público está em outras regiões como a nossa”, conclui Djary.