Esquadrão 51: Game nacional lança campanha no Kickstarter

Se você é leitor assíduo aqui do GameReporter certamente já ouviu falar do game brasileiro Esquadrão 51, afinal o título da Loomiarts roubou a cena no evento BIG Festival 2017 e desde então se tornou um dos projetos mais aguardados desde então. Infelizmente o título ficou ausente dos circuitos dos eventos de games nacionais e não ouvimos falar mais dele. Agora temos novidades sobre o título: a Loomiarts e a produtora Fehorama Filmes deram início a uma campanha de financiamento coletivo no Kickstarter para a finalização do jogo.

O game de naves mistura o gênero shoot ’em up com cenas live action, ao estilo preto e branco da ficção científica dos anos 1950. Os visuais são a parte de maior destaque do game, além da ação e as explosões dinâmicas. É como uma mistura de Gradius com Guerra dos Mundos e outros filmes com temática de guerra galática.

A campanha termina no dia 11 de fevereiro e tem como meta inicial arrecadar US$ 28 mil, os interessados podem contribuir com valores entre US$ 5 e US$ 5 mil, com as mais variadas recompensas, que incluem cópia digital do game, livro de making of (físico ou digital), LP com a trilha sonora e miniaturas dos personagens. A previsão de lançamento está marcada para o segundo semestre deste ano, nas plataformas Nintendo Switch, PC, Playstation 4 e Xbox One.

Na trama, alienígenas chegam à Terra com a promessa de um futuro melhor. Porém o planeta acaba dominado pela Corporação Vega, liderada pelo maligno Diretor Zarog (Cristian Verardi). Surge então o Esquadrão 51 para enfrentar os discos voadores e monstros espaciais. Ao longo de 11 fases de muita ação, o jogador assume o comando das aeronaves rebeldes – pilotadas pela corajosa Tenente Kaya (Kaya Rodrigues).

A criação do game e roteiro são de Márcio Rosa, com produção executiva de Matheus Piccoli e Giordano Gio, e direção das cenas de Felipe Iesbick. No elenco também estão Paula Souza, Adriane Azevedo, João França (1960-2020), Oscar Simch, e outros. “Esquadrão 51” tem distribuição mundial garantida pela publisher chinesa WhisperGames.

Você pode conferir o trailer de Esquadrão 51 abaixo:

Prévia – ROCK OF AGES 3: MAKE & BUILDER

Rock of Ages é uma franquia iniciada em 2012, onde em 2017 ganhou o seu segundo jogo e agora vem para o seu terceiro, a formula é muito simples de jogar, mas difícil de lidar. O objetivo do jogador é controlar uma rocha que sai rolando pelo cenário, o jogador deve passar por difíceis obstáculos e lidar com uma física bastante punitiva.

Além disso, existe o modo Tower Defense onde o jogador deve colocar os seus próprios obstáculos no trajeto a fim de evitar que o adversário destrua a sua base. Fora isso, temos um modo de corrida, contra a rocha adversária e o modo Humpty Dumpty cujo seu objetivo é controlar um ovo (já assistiu Gatos de Botas? Então é aquele ovo) até a linha de chegada, a tarefa parece fácil, mas não é, graças aos obstáculos absurdos e física que exige que o jogador manipule o ovo com bastante cuidado.

Mas o grande diferencial de Rock of Ages 3 é a possibilidade de criar o seu próprio cenário, o modo Make promete ser muito atraente, pois é ali que o jogo promete se prolongar. Criar e usar os cenários da comunidade promete ser extremamente divertido, pois assim como jogos como Mario Maker, Rock of Ages 3 traz uma ferramenta bastante vasta para esta funcionalidade. A interface é bem intuitiva e permite modificar os cenários de diversas formas, como elevar o terreno, acrescentar obstáculos, inclinar a pasta entre outras coisas.

Jogamos a beta que possui um polimento bastante aceitável, o jogo em configurações médias rodou de forma bem fluida, apresentando pouquíssimos bugs, porém eles existem e é bem capaz de serem corrigidos até a sua versão final.

Foi possível verificar um pouco da campanha principal através desta beta, nela podemos ver que o foco é o humor, onde a história é praticamente revisitada com muito humor e animações de qualidade.

Um dos pontos ruins é a falta de clareza quanto as ferramentas do modo Tower Defense, não deixa muito claro o que cada coisa faz, fazendo com que a forma mais ideal de se aprender seja jogando os cenários e observando o que cada objeto faz na pratica, não é algo tão absurdo, mas na minha experiencia precisei perder algumas vezes para pegar o jeito e ter a noção dos objetos.

E a versão testada está em inglês, espero que até a finalização tenhamos o nosso idioma como opção de linguagem.

Rock of Ages 3 pode ser a versão definitiva desta franquia, tem tudo para ser algo muito agradável e que fará os jogadores passarem horas criando os seus próprios cenários para desafiar os mais habilidosos de seus jogadores.

 

Texto: Victor Cândido

Como jogar PS4 com uma VPN

Um dos grandes problemas enfrentados por quem gosta de jogar em consoles como a Xbox e a PlayStation é o bloqueio geográfico de conteúdo. Muitas vezes, o jogador quer experimentar o mais novo lançamento da marca, ou até se divertir com o amigo que joga fora, e isso não é possível devido a geolocalização do seu IP.

Mas, como tudo nessa vida tem solução surgiu então a VPN – Rede Privada Virtual – que além de desbloquear o conteúdo de outros países ainda melhora as conexões online, dá acesso a jogos recém lançados e muito mais.

Por que usar uma VPN na PS4

A VPN para PS4 é bastante útil para quem adora os jogos online, mas antes de entrarmos nas formas de configurar o sistema para a sua console, vamos entender um pouco melhor sobre os seus benefícios. Eles são vários, e dentre todos podemos destacar os seguintes:

  • Serviço completo no Console

Não tem porque você comprar uma Xbox ou uma PlayStation e não poder desfrutar do serviço completo. Com a VPN no seu console você poderá assistir a streaming de vídeos, acessar a Netflix, conseguir acesso a filmes e programas de TV nacionais ou internacionais com segurança, que é o mais importante. Como há o acesso a internet você precisa assegurar que tenha uma conexão segura para não ter problemas futuros.

  • Acesso a conteúdos restritos

Normalmente os jogos de PS4 não são restritos geograficamente. Porém, o conteúdo para download deve coincidir com a região do mesmo, e muitos fabricantes bloqueiam os seus jogos de forma geográfica. Com isso, alguns países nunca conseguem ter acesso ao download dos melhores e mais recentes games lançados em outras regiões.

Com a Rede Privada Virtual esse problema é facilmente contornado e você pode alterar o IP do seu console, conseguindo assim acessar a todos os conteúdos de fora.

  • Segurança

Quem gosta de jogar online com certeza deve se preocupar com esse fator. Como há um grande tráfego de dados no seu dispositivo é possível o ataque de hackers de forma bastante fácil. Para que os seus dados permaneçam em segurança é essencial que você use um bom sistema de criptografia para se proteger contra o ataque de hackers.

VPN no PS4 a partir do seu Roteador

 

VPN através Roteador

Vamos então aprender a configurar esse sistema através do seu roteador. Essa é a maneira mais fácil e simples e pode ser feita de 2 formas. São elas:

1- Roteador Wi-Fi

Existe hoje no mercado novos roteadores que já possuem acesso à Rede Privada Virtual internamente. Ao adquirir um deles todos os dispositivos que forem conectados ao mesmo já estarão protegidos e podendo desfrutar de todas as vantagens da VPN. Pode parecer um pouco caro à primeira vista, porém o investimento vale a pena devido à facilidade de instalação e de uso.

2 – Manualmente

Outra forma de usar esse serviço é inserindo manualmente os detalhes da Rede Privada Virtual nas configurações do seu roteador Wi-Fi. Como existem vários tipos e modelos de roteadores é impossível explicar o passo a passo de como fazer essa instalação. Mas basta procurar o assistente da sua Rede e se informar sobre essa instalação.

VPN no PS4 a partir do seu PC

VPN PC

Outra forma de conseguir o serviço na sua console, para jogar online, é através de um computador portátil. Segue abaixo o passo a passo de como proceder com a configuração:

  • Instale a Rede Privada Virtual de sua preferência no PC.
  • Conecte o cabo Ethernet no PC e na sua PS4.
  • Abra o Painel de Controle > Central de Rede e Compartilhamento e selecione “Alterar Configurações do Adaptador.
  • Clique, com o lado direto do mouse, na VPN escolhida e selecione “Propriedades”.
  • Abra a guia “Compartilhamento” e certifique-se que a opção ‘Permitir que outros usuários da rede se conectem através da conexão à Internet deste computador’ esteja selecionada.
  • Feito isso selecione então a Conexão de Rede Doméstica que você deseja compartilhar com sua console.
  • Agora em seu PS4, vá em Configurações > Configurações de Rede > Configurar conexão com a Internet > Usar Cabo LAN e selecione a conexão ‘Fácil’.
  • Ative a opção “Não usar um servidor proxy” quando for solicitado.
  • Pronto! Sua console está conectada à Internet através de uma Rede Privada Virtual e você já pode se divertir em segurança.

Agora que você já conhece os benefícios desse sistema para seu console PlayStation ou até mesmo Xbox não perca mais tempo. Jogar online nunca foi tão fácil e seguro com essa tecnologia disponível.