e-Base – Projeto social carioca aposta na inclusão social através dos games

A tecnologia e os jogos eletrônicos são apostas mais do que certas para o futuro. E é pensando nisso que a For Games, está lançando um projeto social chamado e-Base, cujo objetivo é capacitar e profissionalizar jovens de comunidades carentes do centro do Rio de Janeiro. O projeto contará com oficinas e palestras que visam mostrar para os jovens que algo que eles curtem pode se tornar uma profissão rentável.

De acordo com a For Games, a iniciativa promove a inclusão social e formação de jovens, de 12 a 20 anos, no universo da Cultura Gamer. O espaço oferece aos jovens das comunidades próximas à Santa Teresa, na região central do Rio de Janeiro, o acesso a equipamentos de ponta (tecnologia de jogos eletrônicos), cursos, oficinas e palestras que os transforme de usuários passivos em possíveis candidatos da cadeia produtiva da Economia Criativa.

“A ideia é construir uma base gamer que ofereça formação e equipamentos necessários, para igualar em oportunidade os gamers de baixa renda. Os sonhos desses jovens são os mesmos”, disse o autor do projeto, Victor Prado. “Queremos aproximar o jogador do universo profissional dos games e profissões correlatas. Mostrar que é possível e acessível trabalhar com os jogos digitais e o audiovisual 4.0. São profissões diferentes que não requerem graduação formal, e sim quanto mais o jovem assiste youtuber e joga se torna mais fácil de entrar na área do audiovisual 4.0. Além disso, o projeto também apresenta oficinas, criação de conteúdo para YouTube, design e construção de personagens, desenvolvimento de jogos digitais e análise crítica de jogos”, explica.

Para participar do E-Base, o jovem deve comprovar uma relação formal com a escola e estar, preferencialmente, matriculado em um colégio da rede pública de ensino. Já as vagas presenciais para as palestras e oficinas, precisam ser feitas através de uma inscrição online. O projeto terá transmissões virtuais no site, de modo que todos os interessados podem acompanhar o desenvolvimento. De acordo com Victor Prado, a participação é gratuita e todas as atividades presenciais seguiram os protocolos de segurança e controle necessários para este momento de pandemia mundial”. As inscrições poderão ser feitas pelo site ebasegamer.com a partir do dia 07 de novembro.

O espaço do E-Base possui ainda uma área aberta, com capacidade para 10 pessoas, onde os pais podem acompanhar seus filhos durante o processo de capacitação, incentivando-os a realizar o sonho de ter uma profissão digital.

 

Serviço – E-Base:

Endereço: End: Rua do Progresso, 67 – Santa Teresa
Horário de funcionamento: terça a sábado, das 10h às 20h.
Site: www.ebasegamer.com

SBGames 2020 – evento completamente online começa em 06 de novembro

Na próxima sexta-feira no próximo (06/11) os aficionados por games terão um encontro marcado com vários profissionais da indústria através do SBGames 2020, o principal Fórum de Ensino de Jogos Digitais do Brasil. Esta será a quinta edição do evento e o destaque será a presença de professores e profissionais de vários estados brasileiros discutindo temas relevantes para a formação de profissionais para o setor.

Serão cinco mesas-redondas que visam debater diferentes aspectos da produção de jogos eletrônicos. Todas elas com a participação de profissionais extremamente gabaritados da indústria. Você pode conferir as cinco temáticas das mesas-redondas abaixo:

        • Desenvolvimento de competências socioemocionais nos cursos
        • Incentivo e desenvolvimento da pesquisa científica na graduação
        • Iniciativas e sugestões para o acompanhamento de egressos dos cursos
        • Expectativas e realidades no recrutamento e seleção de alunos e egressos dos cursos de graduação
        • A experiência docente frente à pandemia e suas consequências para o meio acadêmico
Alguns dos participantes do SBGames 2020

As mesas redondas acontecem no dia 06, mas as demais atividades ocorrerão entre os dias 07 a 10 de novembro, completamente online. Nesta edição, há 30 jogos finalistas nas diversas categorias do festival, além dos 11 jogos que disputam como o melhor boardgame. Os jogos com maior presença nas categorias do Festival foram Deathbound e Super Mombo Quest com 5 indicações, seguidos de Tin & Kuna, Holocrimes e Fobia, todos com 4 indicações. Os jogos finalistas estarão no Festival Virtual do SBGames a partir de 7 de novembro e os vencedores serão divulgados no dia 10 de novembro.

O Fórum de Ensino de Jogos Digitais é uma iniciativa conjunta da Comissão Especial de Jogos e Entretenimento Digital (CE-Jogos) da SBC, Abragames e IGDA-SP para discutir a formação de profissionais para a área de desenvolvimento de jogos digitais no Brasil. De acordo com os organizadores, este é um espaço aberto a docentes, pesquisadores, alunos, profissionais e demais interessados no tema que começa no SBGames e continua em um espaço virtual criado especialmente para fomentar as discussões.

A participação de todos os interessados no tema é muito bem-vinda e gratuita. Você pode realizar as inscrições aqui.

Minds Idiomas dá quatro dicas para aprender inglês com Among Us

Jogos eletrônicos são uma bela forma de melhorar suas habilidades  com outros idiomas, certo? Pois um game que está no auge do sucesso tem chances ainda maiores de despertar o gringo dentro de você. É mais ou menos essa a proposta da Minds Idiomas, ao apostar as fichas no prestigiado Among Us. Afinal, a gamificação é sempre um atalho para ensinar habilidades novas para as pessoas.

O game funciona da seguinte maneira: a tarefa do impostor é sabotar a nave e, matar os adversários sem ser pego. Para isso, ele pode usar os dutos de ar e se esconder. Quando um tripulante encontra um corpo, ele convoca uma reunião de emergência e, nela serão discutidos quem é o possível impostor. Um participante deverá ser ejetado da nave. A vitória é da tripulação que conseguirem ejetar o impostor certo, se não, o jogo continua, até restarem apenas três participantes: o impostor, mais dois tripulantes. A vitória final é dada ao impostor.

A Rede Minds English School é uma das empresas que apostam na gamificação, inclusive adotando o método para seus alunos. “Sempre tivemos turmas kids e teens fortes dentro da rede, e adequamos o nosso ensino ao universo deles. Esta geração já nasceu com a tecnologia nas mãos e novas formas de aprendizado surgiram a partir daí”, diz Leiza Oliveira, CEO da Minds English School.

Com as aulas ao vivo e online da Minds, os alunos têm a aula interativa e aprendem com o Among Us. “O jogo nos dá inúmeras possibilidades para trabalhar a escrita, localização, cores, setores. Além de tempos verbais como passado e presente”, comenta Nathalie Lopes, professora da Minds English School e pioneira a trazer o jogo para a sala de aula.

Pensando no sucesso que foi aplicar o jogo na aula, Nathalie Lopes, professora da Minds Idiomas, preparou 4 dicas para aprender inglês com o Amoung Us:

      1. Coloque as configurações em inglês

Colocar as configurações em inglês, ajuda para que, você decore os lugares e as atividades que você precisa realizar como um tripulante. Assim você fica craque em seguir direções e saber quais atividades devem ser feitas por você.

 

      1. Monte uma sala privada com seus amigos

Montar uma sala privada com os amigos, proporciona que vocês conversem no chat em inglês. Definindo assim as votações todas em inglês, um vai ajudando o outro no vocabulário, até descobrirem ou não o impostor.

 

      1. Aprenda expressões para que você possa blefar

O jogo tem a possibilidade de colocar o chat em inglês e jogar com jogadores de outras nacionalidades, assim, você testa seu nível de inglês e aprende novas palavras e expressões para utilizar na sala com os amigos.

 

      1. Assista aos jogos ao vivo na plataforma Twitch, com jogadores americanos

Assim você descobre táticas de jogo e de quebra pratica a escuta de outro idioma. Também dá para jogar através do Discord e fazer chamada de voz com os amigos. Claro que você pode combinar de jogar em inglês para a praticar o idioma cada vez mais.