Conexão do Futuro – Professores de Saquarema se capacitam para integrar jogos eletrônicos ao ensino

Na contramão da percepção comum que muitos têm sobre os videogames como distrações prejudiciais ao estudo, educadores em Saquarema estão adotando uma abordagem inovadora. Em vez de repelir a tecnologia, eles estão retornando às salas de aula para aprender a aproveitá-la como uma ferramenta educacional eficaz e envolvente.

Recentemente, 60 professores de Português e Matemática do programa “Conexão do Futuro” participaram de uma série de atividades de capacitação pedagógica. Sob a égide da Caixa de Soluções Educacionais (Case), esses educadores mergulharam em palestras e sessões práticas, explorando diversas formas de integrar jogos educacionais em suas práticas pedagógicas.

“O Conexão do Futuro não é apenas um programa; é uma mudança transformadora na educação de Saquarema. Com a Case, estamos promovendo não apenas aulas de reforço, mas uma experiência de aprendizado inovadora, onde tecnologia e diversão se fundem para impulsionar o conhecimento dos nossos estudantes”, enfatiza Bárbara Brito, coordenadora pedagógica do Conexão do Futuro.

Atualmente, mais de 7 mil alunos das escolas municipais de Saquarema participam do projeto, engajando-se em atividades extracurriculares como oficinas de robótica e aulas de música. Desenvolvido pela Prefeitura de Saquarema e gerido pelo Instituto de Desenvolvimento, Pesquisa e Inovação (IDPI), o programa visa atingir a meta de educação integral em todas as unidades de ensino locais até janeiro do próximo ano.

Esta iniciativa não apenas capacita os educadores para o uso de tecnologias digitais, mas também visa enriquecer a experiência educacional dos alunos, transformando o aprendizado em uma jornada dinâmica e envolvente.

Para mais informações, acesse o site oficial.

DiversiGames participará do festival South by Southwest 2024, em Austin, no Texas

O projeto DiversiGames, que promove o acesso à cultura dos jogos eletrônicos para grupos minorizados, foi selecionado para participar do South by Southwest (SXSW) 2024, em Austin, Texas. O evento é considerado o maior festival de tecnologia, inovação, criatividade e cultura do mundo.

No dia 12 de março, o DiversiGames apresentará um Ignite Talk especial sobre o impacto dos jogos eletrônicos na vida de crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social. A apresentação será conduzida por Márcio dos Santos Correa, um jovem que foi impactado pelo projeto e hoje atua como embaixador e professor do DiversiGames.

E quem estará à frente desta apresentação mundial ao público será um dos jovens impactados pelo projeto, Márcio dos Santos Correa, de 26 anos, conhecido como Jamela, que hoje atua como embaixador e professor do DiversiGames. Nascido e criado no Engenho da Rainha, zona norte do Rio, ele viu a sua vida mudar quando teve a oportunidade de transformar o que era um divertimento em profissão, tornando-se uma referência no mundo dos games. Virou caster (narrador) em campeonatos de e-sports e atua como apresentador e roteirista no canal de TV Woohoo, especializado em games.

“Estar no SXSW 2024 para falar sobre o DiversiGames, do qual me orgulho em participar, é relembrar a minha trajetória. Se hoje falo inglês e estou aqui me comunicando com o mundo, devo às aulas que tive no projeto. Foi por meio dele que me especializei em jogos eletrônicos, me tornando jogador profissional, e hoje dou aulas para pessoas pretas e periféricas como eu, transformando a vida delas também”, conta Jamela.

Esta é a sua segunda viagem internacional: em 2023, ele esteve na Alemanha, participando da Gamescom, maior feira de games do mundo, a convite da Associação Brasileira de Desenvolvedoras de Games (Abragames) e com apoio da plataforma TikTok, para quem ele também produz conteúdo.

Considerado o maior hub de ESG e Games no Brasil, o DiversiGames possui centros de formação no Rio de Janeiro – em breve chegará a São Paulo – e oferece 170 vagas a crianças a partir de 7 anos até jovens 18 anos em oficinas de letramento digital, com cursos sobre jogos eletrônicos (Minecraft, Fortnite, League of Legends, Free Fire, entre outros), criação de conteúdo (Creator) e desenvolvimento e programação de jogos 2D (Scratch 3.0), além de aulas de inglês e reforço escolar. Os espaços são adaptados para Pessoas com Deficiência (PcD) e os cursos, com 10 meses de duração, possuem metodologia de ensino inclusiva para que todos possam participar.

O projeto conta com patrocínio da Águas do Rio e do Instituto Aegea e Enel Rio, além do Ministério da Cultura, através da Lei de Incentivo à Cultura, e do Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Cultura. Tem o apoio da plataforma TikTok, do canal Woohoo e da DT3, além da parceria com a Prefeitura de Niterói.

“É uma grande honra poder apresentar ao mundo o modelo de projeto social com games que estamos fazendo no Brasil e não existe em nenhum outro lugar do mundo, com o propósito de promover a inclusão digital e ampliar o acesso de grupos minorizados ao universo dos jogos eletrônicos, tendo como objetivo transformar vidas e gerar impacto positivo”, afirma o Diretor Executivo do DiversiGames, Ricardo Chantilly, idealizador do projeto. “Também queremos estabelecer novas parcerias com ONGs e empresas que estejam alinhadas com a nossa proposta para realizar ainda mais ações de responsabilidade social. Quanto mais conexões tivermos, mais oportunidades e portas abertas serão criadas para aqueles que querem fazer parte do mundo dos games mas tem pouco ou nenhum acesso ao universo digital. Promovemos ainda mais transformação e inserção”, afirma a Diretora de Operações do DiversiGames, Mariana Uchôa.

 

Sobre o DiversiGames

O DiversiGames é um projeto de inclusão social e digital que promove o acesso à cultura gamer para grupos minorizados. O projeto oferece oficinas de letramento digital, criação de conteúdo e desenvolvimento de jogos.

O DiversiGames incentiva a criatividade dos participantes, conscientiza sobre questões sociais e gera oportunidades de trabalho e carreira aos jovens que desejam seguir no universo dos games. Para mais informações, clique no site oficial.

XI Festival Games for Change América Latina: Inovação, Educação e Conexões

Em uma parceria que promete impulsionar a imaginação, a fantasia e as artes da invenção, o XI Festival Games for Change América Latina se une ao lançamento da plataforma UAIFAI, que representa os “Universos Abertos à Imaginação, à Fantasia e às Artes da Invenção”.

Organizado pelo grupo de pesquisa “Cidade do Conhecimento” do Departamento de Cinema, Rádio e TV da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (USP), o Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar Humanidades, Direitos e Outras Legitimidades da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas e o projeto “Audiovisual Decolonial”, com o apoio da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão da USP, o Instituto de Iconomia e o projeto “WASH – Workshop Aficionados por Software e Hardware”, este evento promete trazer inovação, educação e conexões únicas.

O festival acontecerá de 11 a 19 de novembro de 2023, e adotará um formato híbrido, oferecendo tanto experiências presenciais quanto online para participantes de todo o continente.

Programação Riquíssima

A programação do XI Festival Games for Change América Latina abrange uma série de atividades e workshops que refletem a diversidade e a amplitude do campo dos jogos e da educação. Entre as atividades presenciais, destaca-se a oficina “Desenvolvimento de Jogos Físicos Inclusivos”, que ocorrerá em Ribeirão Preto no dia 11 de novembro. O evento principal acontecerá no Centro de Treinamento e Recursos da Escola de Comunicações e Artes da USP, nos dias 16, 17 e 18 de novembro.

Palestras e Discussões de Alto Nível

O evento contará com uma série de palestras de destaque, como a discussão sobre “Geopolítica, Economia e Inovação Tecnológica nas Artes, na Educação e nas Democracias”, que será apresentada por renomados palestrantes, incluindo Vinícius Rodrigues Vieira, Gilson Schwartz, Guilherme Ary Plonski, Susanna Pollack e outros.

Explorando Novos Horizontes

O festival também explora temas importantes, como a relação entre jogos, nutrição e educação ambiental, bem como oportunidades de carreira e mercado no desenvolvimento de jogos. Além disso, haverá discussões sobre filosofia e jogos decoloniais, explorando novas perspectivas na interseção entre filosofia e jogos.

Networking e Premiações

O evento oferecerá oportunidades de networking e interações valiosas, como o “Matchmaking” e “Networking” com “Moedas da Paz”, promovido pelo Comitê Gestor do “Fundo de Moedas da Iconomia”. Além disso, o festival contará com o “Pitch for Change”, onde projetos de jogos serão avaliados e premiados.

Mergulhando na Cultura Local

Os participantes terão a oportunidade de explorar a cultura local com eventos como o desfile e manifestações na OCA da ECA, além de outras atividades interativas que celebram a criatividade e a inovação na região.

Promovendo a Inclusão e a Sustentabilidade

O festival enfatiza a inclusão e a sustentabilidade, oferecendo oficinas de criação de jogos com materiais reciclados e madeira de poda, promovendo a gamificação da educação digital e discutindo políticas públicas relacionadas à educação digital.

Um Futuro Conectado e Ancestral

O último dia do festival, 19 de novembro, será dedicado ao matchmaking e networking, promovendo ainda mais conexões entre os participantes e incentivando a colaboração. Além disso, serão exibidas obras audiovisuais, jogos e brinquedos criados durante o festival.

Conclusão

O XI Festival Games for Change América Latina representa uma oportunidade única para explorar as interseções entre jogos, educação e inovação. Com uma programação rica e diversificada, o evento promete inspirar e conectar profissionais, estudantes, educadores e entusiastas de jogos de toda a América Latina. Junte-se a esta celebração da imaginação, da fantasia e das artes da invenção no coração da USP em novembro de 2023.

 

Serviço – Games For Change

Quando: De 11 a 19 de novembro de 2023

Onde: Evento híbrido, com atividades presenciais e online. As atividades presenciais acontecerão no Centro de Treinamento e Recursos da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP).

Quanto: Os detalhes sobre os custos de participação, inscrições e demais informações financeiras podem ser obtidos no site oficial do evento.

Site: https://doity.com.br/uaifai–xi-festival-games-for-change-america-latina-2023