Esquadrão 51: Game nacional lança campanha no Kickstarter

Se você é leitor assíduo aqui do GameReporter certamente já ouviu falar do game brasileiro Esquadrão 51, afinal o título da Loomiarts roubou a cena no evento BIG Festival 2017 e desde então se tornou um dos projetos mais aguardados desde então. Infelizmente o título ficou ausente dos circuitos dos eventos de games nacionais e não ouvimos falar mais dele. Agora temos novidades sobre o título: a Loomiarts e a produtora Fehorama Filmes deram início a uma campanha de financiamento coletivo no Kickstarter para a finalização do jogo.

O game de naves mistura o gênero shoot ’em up com cenas live action, ao estilo preto e branco da ficção científica dos anos 1950. Os visuais são a parte de maior destaque do game, além da ação e as explosões dinâmicas. É como uma mistura de Gradius com Guerra dos Mundos e outros filmes com temática de guerra galática.

A campanha termina no dia 11 de fevereiro e tem como meta inicial arrecadar US$ 28 mil, os interessados podem contribuir com valores entre US$ 5 e US$ 5 mil, com as mais variadas recompensas, que incluem cópia digital do game, livro de making of (físico ou digital), LP com a trilha sonora e miniaturas dos personagens. A previsão de lançamento está marcada para o segundo semestre deste ano, nas plataformas Nintendo Switch, PC, Playstation 4 e Xbox One.

Na trama, alienígenas chegam à Terra com a promessa de um futuro melhor. Porém o planeta acaba dominado pela Corporação Vega, liderada pelo maligno Diretor Zarog (Cristian Verardi). Surge então o Esquadrão 51 para enfrentar os discos voadores e monstros espaciais. Ao longo de 11 fases de muita ação, o jogador assume o comando das aeronaves rebeldes – pilotadas pela corajosa Tenente Kaya (Kaya Rodrigues).

A criação do game e roteiro são de Márcio Rosa, com produção executiva de Matheus Piccoli e Giordano Gio, e direção das cenas de Felipe Iesbick. No elenco também estão Paula Souza, Adriane Azevedo, João França (1960-2020), Oscar Simch, e outros. “Esquadrão 51” tem distribuição mundial garantida pela publisher chinesa WhisperGames.

Você pode conferir o trailer de Esquadrão 51 abaixo:

Punhos de Repúdio – game brasileiro deixa jogador descarregar a fúria em qualquer um que não use máscaras

Um perigoso vírus está a solta! Milhares de pessoas se infectam todos os dias e as autoridades médicas recomendam o uso de máscaras para conter a disseminação em massa do vírus. Apesar da situação caótica, milhares de pessoas se recusam a se proteger e a proteger os demais, fingindo uma aparente normalidade que pode ser perigosa. Esse é o pano de fundo para o novo game Punhos de Repúdio.

Punhos de Repúdio te coloca nessa realidade brasileira de 2020, porém com um toque de humor satírico afiado. Basicamente você deve encarnar uma garota que está farta das pessoas que ignoram a pandemia e colocam outras pessoas em risco. Para dar algum juízo a essas pessoas, a protagonista decide sacudir o cérebro dessas pessoas na base da pancadaria.

O título busca influências clássicos beat’ em up, porém com estética e jogabilidade atuais. Toda a ação é bem simples: você, se depara com transeuntes agressivos que jogam garrafas na direção do jogador e até utilizam bandeiras para atacar o jogador. Resta usar a força dos punhos e dos chutes para derrotar esses indivíduos.

Punhos de Repúdio contém muito humor ácido e não poupa referências do Brasil atuais. Um dos adversários, por exemplo, é o Marcos Cuzzione, um troll da internet e terraplanista que não acredita na ciência e se informa apenas por blogs conspiracionistas. Outra adversária é a Patrícia Goebbels, riquinha típica que odeia pobre, se diz patriota, mas quer que o Brasil se torne colônia dos Estados Unidos. Qualquer similaridade com a realidade é mera coincidência, ou será que não?

Para quem se interessou, já tem uma demo de 30 minutos disponível na Steam. Mais informações na página oficial.

Abaixo você pode conferir o trailer de Punhos de Repúdio:

“Elden: Path of the Fogotten” está chegando no Nintendo Switch, PC, XBOX One e PS4

Nosso destaque do dia veio diretamente da Austrália! A Onerat Games e a editora Another Indie acabam de anunciar que o esperado título de ação sobrenatural Elden: Path of the Forgotten chegará ao Nintendo Switch – a pré-venda estará liberada no Nintendo eShop até 11 de junho na Europa e Ásia e até 18 de junho nos EUA com 10% de desconto -, Utomik e Steam no dia 9 de julho (versões Xbox e PS4 em breve).

Na trama você deve guiar o jovem Elden em uma terra destruída para salvar sua mãe de horrores antigos. Apesar de bem genérico, a história promete muitas reviravoltas e brincar com o psicológico do jogador. Elden explora a narrativa através de métodos indiretos não tradicionais – como ler um livro ilustrado em um idioma que você não entende. O combate é baseado na reação, não na ação, você precisa gerenciar sua resistência e posição enquanto aguarda o momento perfeito para atacar ou, alternativamente, dominar a arte dos desvios.

Elden: Path of the Forgotten é uma jornada pessoal através da psique do desenvolvedor. De acordo com o desenvolvedor, o jogador irá encontra uma aventa repleta de metáforas, mistério e horror, enquanto deixa os jogadores descobrirem uma narrativa por si mesmos.

Um dos maiores destaques em Elden: Path of the Forgotten é seu clima sombrio, bonito e intrigante. O game foi desenvolvido inteiramente em pixel art, conferindo ao projeto visuais únicos e belíssimos. Inspirado visualmente em jogos clássicos de 16 e 8 bits. A jogabilidade é um pouco mais atual, bastante semelhante ao clássico Diablo, de modo que você deve explorar vastos ambientes e derrotar estranhas criaturas.

Elden: Path of the Forgotten tem previsão de lançamento para o dia 9 de julho através da Steam. Você pode conferir mais informações através do site da desenvolvedora.

Abaixo tem o trailer de Elden: Path of the Forgotten: