BIG Festival 2021 conta com painel para quem quer conhecer o desenvolvimento de jogos no Reino Unido

Já imaginou levar sua paixão por desenvolvimento de jogos para outros países? Pois bem, durante o BIG Festival 2021, ocorre o painel “O mercado de jogos digitais no Reino Unido e suas oportunidades”, promovido pelo Governo do Reino Unido. O encontro é uma boa oportunidade de conhecer o mercado de jogos em outro país e descobrir macetes para tornar sua empresa uma dev internacional.

Um dos motivos para conhecer o setor de jogos no Reino Unidor é porque o país é um dos mercados mais atrativos no mundo para o estabelecimento de estúdios de desenvolvimento de games, estando na vanguarda de jogos para dispositivos móveis, realidade virtual e inteligência artificial. Vale destacar que o setor de games no UK é beneficiado pela infraestrutura de banda larga super rápida e pela oferta de cursos de graduação e mestrado em videogame nas universidades e faculdades britânicas.

A alta tecnologia que esse ambiente inovador possui permite que o país forneça jogos de alta qualidade, tais como Grand Theft AutoLittle Big PlanetFable Batman Arkham Knight. Os participantes do painel no BIG terão a oportunidade de conhecer as experiências de Pérsis Duaik, cofundador do estúdio brasileiro Duaik Games, e Rita D’Andrea, fundadora da Mundo Livre Digital. Ambas as empresas se internacionalizaram para o Reino Unido com o suporte estratégico e gratuito do Consulado Britânico em São Paulo.

Outra novidade é que você pode aproveitar para se conectar com a associação britânica de jogos digitais, UKIE e seu representante Sam Collins, em uma imersão nas oportunidades do mercado britânico no setor. Para mais informações, clique aqui e aqui.

Globant lança concurso para desenvolvedores brasileiros de jogos

Atenção, desenvolvedor de jogos! A Globant, uma empresa nativa digital que oferece soluções de tecnologia inovadoras, acaba de anunciar que realizará um concurso para criação de um jogo com base nas regras e na história criada pela Globant. O jogo se chama: Caverna das Maravilhas.

Basicamente os desenvolvedores devem utilizar suas habilidades e expertises para desenvolver um game que dialogue com a mitologia criada pela Globant. A história de Caverna das Maravilhas conta a lenda das montanhas dos Andes, onde especula-se que exista um artefato alienígena que, se encontrado, pode ajudar a humanidade a desvendar os mistérios do universo. As maiores mentes se reuniram e concluíram que escavar aleatoriamente abaixo das montanhas e criar uma rede de cavernas pode ser nossa melhor aposta para otimizar a busca e encontrar esse precioso objeto.

A partir daí, antes que qualquer escavação real ocorra, cada participante do concurso precisa criar uma ferramenta geradora de mapas de cavernas capaz de criar designs aleatórios de cavernas que a equipe de escavação possa avaliar e escolher posteriormente para basear a escavação real e, se tiver sorte, encontrar o artefato alienígena!

O concurso possui regras bem definidas, de modo que o participante deve certificar-se de que seu algoritmo de geração de cavernas seja o mais eficiente possível na criação de diferentes designs de mapas de cavernas sempre que seu programa for executado. O grande prêmio será um Playstation 5 e para conquistá-lo você deve criar uma ferramenta de geração de cavernas única!

 

REGRAS

– Trabalhos individuais, envio em equipes não serão considerados;

– Os resultados devem ser entregues como um arquivo ZIP compactado em uma pasta do Drive e anexe o link no formulário de registro. O trabalho final deve ser enviado compartilhando este link, usando C++ com SDL ou OpenGL.

– Os participantes devem se concentrar na importante tarefa que receberam: a ferramenta geradora de mapas de cavernas.

 

CRONOGRAMA

– Registro no desafio:  15 de março de 2021 – 11 de abril de 2021

– Hora de enviar seu projeto:  12 de abril de 2021 – 16 de abril de 2021

– Reunião de perguntas e respostas:  22 de março de 2021

– Encerramento das inscrições: 16 de abril de 2021

– Semanas de julgamento: 3 a 19 de maio de 2021

– Anúncio do vencedor: 21 de maio de 2021

 

Para mais informações, basta acessar o site da Globant aqui.

AfroGames inova com sala de stream dentro de favela em parceria com a HyperX

Já falamos recentemente do projeto AfroGames, que visa dar visibilidade a jovens da Comunidade Vigário Geral no Rio para aprender e trabalhar com streaming de jogos. O projeto AfroGames foi criado pelo Grupo Cultural AfroReggae e Ricardo Chantilly, empresário do mercado de entretenimento, que renovou sua parceria com a marca Hyper X, líder no segmento de periféricos gamers, que este ano além de fornecer todos equipamentos para o desenvolvimento dos alunos, contará com uma sala especialmente montada para formar streamers dentro do projeto.

“Para a HyperX é uma honra e um prazer fazer parte dos apoiadores do projeto AfroGames. Oferecemos os equipamentos para que os alunos tenham a melhor experiência e performance, e possam aproveitar ao máximo o conteúdo.”, explica Fabio Bottallo, gerente sênior de marketing estratégico da HyperX na América Latina. “Como marca que apoia o cenário de eSports há muitos anos, estamos felizes com o time profissional e desejando todo sucesso. Nosso objetivo é não apenas oferecer periféricos, mas também intercâmbio de conteúdo e conhecimentos para que esses jovens ampliem seus horizontes e estejam preparados para oportunidades no mercado.”

O AfroGames tem um Centro de Treinamento que foi o primeiro especializado em eSports dentro de uma favela. Construído no Centro Cultural Waly Salomão, fica na Zona Norte do Rio de Janeiro e disponibilizou no ano passado 100 vagas aos jovens da comunidade, com aulas de League of Legends, programação de computadores, produção de trilha sonora focada em games e inglês. Com toda infraestrutura necessária, desde cadeiras gamers e computadores de última geração equipados com periféricos da HyperX, o local formou 70 jovens e selecionou os melhores para serem integrantes do time AFG Esports.

Por meio do AfroGames, os jovens envolvidos com o projeto tem acesso a diversas oportunidades que permitem com que eles mudem o rumo de suas vidas, seja com a entrada no time de esports, com as aulas ou mesmo com todas as novas oportunidades que vem junto com o conhecimento transmitido. Um desses jovens é Luiz Augusto Jr, que fez parte da primeira turma do projeto, motivado pela falta de perspectiva estava à deriva dentro da comunidade, mas após participar do AfroGames passou a se dedicar à sua carreira como streamer.

Com previsão para reabertura em Janeiro de 2021, para garantir a segurança de todos e quando estará totalmente adequado às normas de segurança da OMS, respeitando o limite de alunos por turmas, disponibilizando máscaras e todo um esquema de higienização entre aulas para garantir a segurança de todos.

Além de HyperX, o AfroGames possui o patrocínio oficial da Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude do Rio de Janeiro e da Fusion Energy Drink, e conta com o apoio da GOL Linhas Aéreas, que juntos garantirão o retorno do projeto para mais um ano de atividades. Para este ano serão oferecidas aulas de League of Legends, Programação e Fortnite, além de aulas de inglês para todos.

Para mais informações sobre a HyperX e seus produtos, visite o site.