BIG Digital foi visto por mais de 22.000 pessoas no Brasil e no mundo

Graças à pandemia do novo coronavírus a organização do BIG Festival optou por realizar uma versão totalmente online chamado BIG Digital. O evento foi um grande sucesso: tendo atraído mais de 22 mil pessoas entre os dias 22 a 26 de junho. De acordo com a organização do evento, o conteúdo do evento obteve mais de 2 milhões de visualizações. Pela primeira vez em formato 100% digital, o mais importante hub do mercado de games independentes da América Latina intermediou ainda 3.876 encontros de negócios, reforçando a vocação do BIG em fomentar o desenvolvimento do setor.

“Se por um lado não foi possível realizar em formato presencial o evento tão querido pela indústria e pelo público, por outro pela primeira vez o conteúdo do BIG esteve ao alcance de qualquer pessoa, em qualquer lugar do Brasil ou do mundo. A qualidade das palestras e os números de audiência mostram que este esforço valeu a pena”, celebra Gustavo Steinberg, diretor do BIG.

Ao todo foram 25 palestras, todas com transmissão online, que reforçaram a vocação do BIG em mostrar as novidades do cenário de desenvolvimento de jogos do Brasil. Quem assistiu ao “Showcase de Jogos Brasileiros 2020”, por exemplo, viu alguns dos mais promissores games nacionais a serem lançados ainda este ano.

Já a Nintendo aproveitou o BIG Digital para anunciar a certificação dos kits de desenvolvimento para o Switch no Brasil. “Todos eles [kits] agora podem ser requisitados oficialmente conosco e certificados para o Brasil”, disse Scott Hawkins, executivo da Nintendo, durante a palestra.

Pela primeira vez, o BIG organizou um torneio de eSports e, fiel às características do evento, qualquer pessoa poderia participar. Foram mais de 5000 inscrições para os campeonatos de Free Fire e Brawl Stars, cujas finais foram transmitidas online no Youtube.

A próxima edição do BIG Festival, em formato presencial, está prevista para acontecer de 27 a 31 de janeiro, em São Paulo. Para acompanhar novidades do evento, visite o site oficial.

“Dimi – Jornada na Tabela Periódica” – game para Android ensina a memorizar a Tabela Priódica

Transformar o aprendizado em algo mais envolvente e até mesmo divertido é uma das possibilidades de se utilizar jogos eletrônicos em sala de aula. Durante esse tempo de quarentena muitos professores e instituições de ensino tem vislumbrado nos jogos uma ferramenta ideal para manter os estudantes engajados no aprendizado. A bola da vez é Dimi – Jornada na Tabela Periódica, que busca ensinar a tabela periódica aos estudantes de maneira lúdica.

Dimi – Jornada na Tabela Periódica busca fazer o aluno aprender e memorizar os 118 elementos da Tabela Periódica usando gamificação como uma forma de entretenimento educacional. O macete é que o game é bastante intuitivo e visualmente agradável graças a seus visuais 3D, permitindo imersão completa nos elementos químicos de forma lúdica. De acordo com os desenvolvedores, Dimi possui técnicas de design instrucional e foi totalmente desenvolvido para auxiliar o ensino de qualidade de modo fácil e divertido.
A dinâmica do jogo é a seguinte, o inventor da tabela periódica Dmitri Mendeleev (Dimi) está trancado na sala do último elemento. Será necessário abrir todas as portas, respondendo corretamente as questões, memorizando e aprendendo sobre os elementos para poder chegar até o Dimi e finalmente, salvá-lo.
O título conta com três modos de dificuldade e a cada jornada completa o aluno vai melhorar o seu aprendizado. Podendo observar sua performance através da pontuação. A cada resposta correta receberá um ponto, mas se a resposta for incorreta o ponto recebido será negativo.
O jogo é salvo automaticamente para que o aluno possa se focar no aprendizado e diversão e quando entrar novamente possa retomar ao seu progresso. O game permite que o aluno seja cada vez mais competitivo e busque melhorar o seu ranking no leaderboard. Dimi – Jornada na Tabela Periódica já está disponível para download gratuito através da Play Store.
Você pode conferir o trailer de Dimi abaixo:

Spotify registra aumento de 41% no consumo de playlists de videogame

Todo gamer sabe que uma parte importante da experiência de jogo é a trilha sonora. Pensando nisso, e nos hábitos das pessoas durante a quarentena do Covid-19, a Spotfy realizou um levantamento do que os jogadores estão ouvindo nessas últimas semanas.O Spotify descobriu que Lil Uzi Vert, Bad Bunny e Billie Eilish são alguns dos artistas preferidos entre os “gamers”.

Para uma análise mais detalhada, o Spotify reuniu tendências de consumo de música, como artistas, faixas e gêneros mais populares nos consoles de videogame e muito mais. Isso mostra que não necessariamente os jogadores usam seus consoles para ouvir músicas de jogos eletrônicos quando não estão jogando.

Abaixo você confere algumas das descobertas:

  • Aumento de 41% no número de streams em playlists sobre videogame com curadoria do Spotify, entre 16 de março e 12 de abril;
  • Os usuários também mudaram a hora do dia em que jogam e reproduzem as playlists em seus consoles de videogame, com um aumento de 18% na primeira manhã (das 6h às 9h) e um aumento de 10% das 9h ao meio-dia;
  • Billie Eilish foi a artista mais ouvida do Spotify nos consoles de videogame e Lil Uzi Vert foi o artista mais ouvido do sexo masculino;
  • A música “The Box”do Roddy Ricch foi a mais tocada nos consoles de videogame, seguida por “Blueberry Faygo” do Lil Mosey em segundo lugar;
  • Joe Budden Podcast com Rory & MalLast Podcast On The Left foram alguns dos podcasts mais populares que os usuários optaram por ouvir enquanto jogavam;
  • Entre os países com as taxas de streams mais altas para as playlists de música de videogame do Spotify, a Tunísia é o principal, seguido por Omã e Arábia Saudita.

Mais detalhes e outros dados estão disponíveis no post do For the Record, o blog do Spotify. Além disso, há um infográfico disponível para uso e com mais detalhes sobre o comportamento do usuário.