Hopi Gaming Festival reuniu mais de 6 mil pessoas e somou mais de 2 milhões de visualizações

O último final de semana reservou um evento de games extremamente diferente de todos os outros para quem esteve em São Paulo. Trata-se do Hopi Gaming Festival, o evento, que nasceu em de uma parceria entre Grupo BMS e o Hopi Hari, um dos maiores parques temáticos da América Latina. De acordo com a organização do evento, estiveram no parque mais de seis mil pessoas e mais de 2 milhões de visualizações totais em suas transmissões, sendo 1,2 milhões apenas no Twitter.

O Hopi Gaming Festival contou com a primeira final presencial da Copa NFA, a revanche da última NFA Ultimate, antigo campeonato de 4×4 da NFA, disputada entre Faz o P e Dollars, shows musicais, presenças de artistas ilustres, cosplayers e muito mais. Marcelo Camargo, CEO da NFA, comentou os desafios de realizar um evento de proporções gigantescas e o orgulho de movimentar ainda mais o cenário de Free Fire para emuladores:

“Criar o Hopi Gaming Festival, unir todas as atmosferas musicais, dos fãs de Free Fire, e fazer com que todos se divertissem e acompanhassem artistas que fossem do seu cotidiano, foi um grande desafio para nós. Pensamos por alguns meses nas estratégias, em quem seria convidado para estar presente e fazer toda essa festa. Agora, o cenário de Free Fire para emuladores respira com ainda mais força, com a torcida querendo ainda mais estar em presenciais e sentir toda a energia de uma grande final. É só o começo de tudo que ainda queremos, vamos fomentar ainda mais e aproximar o público da NFA.“

Dividido em dois dias, o Hopi Gaming Festival buscou unir o melhor dos mundos, físico e virtual em um lugar só. O festival recebeu uma estrutura completa para comportar os shows de grandes artistas, a presença do público, a final da Copa NFA, a revanche da NFA Ultimate, além de todas as ativações realizadas durante o evento, sem impedir que o público ainda se divertisse em todas as atrações do parque.

No sábado (06), as pessoas presentes tiveram a oportunidade de acompanhar a primeira final presencial de Free Fire para emuladores, que contou com muita emoção em todas as suas quedas e consagrou a K9 como a grande campeã, por dois pontos de vantagem da segunda colocada, a Dollars. E, em uma parceria inédita com o Twitter, a final do torneio contou com transmissão pela rede social e pelo YouTube e BOOYAH! da organizadora. Além disso, quem foi ao parque pôde curtir o show de abertura com DJ KL Jay, a presença de diversos influenciadores e grandes nomes do cenário, e a coroação de Ernani “Weedzão“, influenciador de Free Fire, como embaixador da NFA.

Já no domingo (07), continuando as atrações e a imersão ao Free Fire para emuladores, Dollars e Faz o P se reencontraram para um revanche da NFA Ultimate, que terminou com os Tradicionais levando a melhor. Foi o terceiro campeonato 4×4 presencial entregue pela NFA em 2022, já que a organizadora esteve presente com o mini-torneio no BIG Festival e na UCCONX. O segundo dia também contou com uma sessão de autógrafos com os finalistas da Copa NFA, uma sessão de fotos com o time campeão do torneio e demais participantes, além dos shows de grandes artistas, como MC Caveirinha, OQ Sesh, Jotappe, Taina Costa, Kawe e MC Kevinho, que fecharam a noite com chave de ouro.

Editora Fi lança “Redes, séries e nós”, livro que debate os usos e significados da tecnologia, incluindo os videogames

Nosso destaque do dia não é propriamente um jogo, mas sim um livro que analisa as encruzilhadas das mídias com a tecnologia. Intitulado “Redes, séries e nós”, o título é um apanhado de sete textos organizados por Marcelo Prioste, que desvelam o uso e os significados das tecnologias sob diferentes prismas, seja a luta anti-homofobia; o consumo; análise dos dados abertos; governamentais durante a pandemia; influenciadores digitais; e é claro, videogames.

Dois artigos, aliás, possuem os videogames como objetos de estudo. O primeiro é o “As interações entre marketing, games e as redes”, escrito pela Missila Cardozo, cujo título é autoexplicativo. O segundo texto é assinado por Marcelo Prioste. “Colette: games e dispositivos no front da resistência”, analisa o curta-metragem Colette (EUA, 2020) como mais um desdobramento na profícua relação entre cinema e games, observando a situação em que games se convertem em dispositivos para difusão de produtos audiovisuais, como no caso deste curta-metragem, um necessário e atual manifesto antifascista na forma de documentário.

O livro “Redes, séries e nós”, surgiu no transcurso de uma pandemia, da ascensão do pensamento político de extrema direita e de uma beligerância que afeta cada vez mais das relações sociais às relações internacionais. Na ousadia de se mapear um pouco o atual “universo em desencanto”, ambiente em rede por onde trafegam entes digitais desenhados por algoritmos embutidos nas mais improváveis formas de comunicação e interação.

Redes, séries e nós” possui 249 páginas e é lançado pela Editora Fi gratuitamente. Você, inclusive, pode acessá-lo aqui.

Fortaleza goleia o Internacional no Brasileirão

Jogando em casa, o time de Juan Pablo Vojvoda venceu a partida pelo placar de 3 a 0. 

O Fortaleza conquistou um excelente resultado na 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Jogando na Arena Castelão, no último domingo (7), o time goleou o Internacional pelo placar de 3 a 0 e subiu mais uma posição na tabela do campeonato. No próximo domingo (14), o Tricolor disputará um clássico contra o Ceará.

Os torcedores do Leão do Pici comemoraram muito o placar do último jogo da equipe pelo Brasileirão. A partida foi realizada na Arena Castelão, no último domingo (7). O primeiro gol saiu aos 44 minutos do primeiro tempo. Lucas Crispim balançou as redes ao cobrar uma falta longe da grande área. Com efeito, a bola foi em trajetória curva para o canto do gol.

Já aos 24 minutos do segundo tempo, depois de cobrança de lateral, Hércules girou dentro da grande área e finalizou cruzado, ampliando a vantagem. Por fim, aos 38 minutos, após roubar a bola do adversário, o Fortaleza iniciou um lance de contra-ataque. Moisés lançou bola longa para Robson, que driblou o goleiro e só empurrou a bola para o gol. Placar final: 3 a 0.

O Tricolor do Pici encerrou a sua participação na rodada na 17ª posição da tabela, com um total de 21 pontos, faltando apenas um ponto para deixar o Z4.

No próximo domingo (14), o Fortaleza irá disputar o Clássico-Rei contra o Ceará, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida será realizada na Arena Castelão e a bola rola a partir das 16 h.

Mercado Digital

Travando grandes partidas dentro de campo, o Leão do Pici se prepara para iniciar sua jornada no mercado de ativos digitais com o lançamento de seu fan token oficial, o Fan Token Fortaleza, na plataforma da corretora multinacional Bitci Brasil. O ativo chegará em breve ao site da empresa, que passa por um processo de consolidação no Brasil.

A Bitci Brasil é conhecida por trabalhar com grandes marcas esportivas nacionais e internacionais, como a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A corretora foi responsável por lançar o fan token da Seleção Brasileira no mercado estrangeiro e deve trazê-lo em breve para território nacional.

Sobre a Bitci

Fundada na Turquia, em 2018, a Bitci é uma plataforma de negociação de ativos digitais.  Bitcoin, Ethereum e Criptomoedas, que garantem segurança e rapidez aos usuários durante o processo de transação.

A plataforma realiza cerca 1,2 bilhão de transações diárias e atua fornecendo soluções para o mercado, produzindo tokens para as marcas e clubes com a BitciChain.

A BitciChain, primeira rede blockchain integrada à bolsa de valores e plataforma de pagamento da Turquia, está sendo desenvolvida pela Bitci Teknoloji. A BitciChain é otimizada para fornecer a empresas e instituições a melhor adoção de blockchain.