Meta e Recode lançam desafio online com prêmios para acesso a cultura digital

Em parceria com a Meta, a ONG de inclusão digital Recode lançou a iniciativa Games4Good, cujo foco é o desenvolvimento de games com propósito para gerar impacto social. O projeto acontece dentro do movimento de transformação ‘Conectando seu Futuro 2021’, que busca, por meio da capacitação e empoderamento digital, melhorar a vida de milhares de pessoas.

Com o objetivo de criar uma coalizão entre empresas de games, influenciadores e ONGs, a atividade visa formar Tech Changemakers, ou seja, transformar jogadores apaixonados em profissionais ou empreendedores de sucesso, que vão criar games com propósito para mover a sociedade.

Para isso, os realizadores partem do princípio de que todos podem ser agentes de transformação social, influenciando políticas públicas, atraindo novo capital criativo e inspirando uma economia de impacto e mudança sistêmica no centro das decisões. Como os games são uma das mídias interativas que melhor conversam com a nova geração, eles podem ser usados como uma nova forma de expressão, na qual os mundos virtuais se tornam palcos de uma mudança sistêmica.

Ao todo, são 12 cursos 100% online e gratuitos, focados no desenvolvimento de competências emocionais e técnicas. “Se queremos uma mudança sistêmica, precisamos abordar questões sociais de uma maneira radicalmente diferente, dando voz e protagonismo às comunidades marginalizadas. Nesse sentido, a parceria com a Meta potencializa as mudanças que queremos ver no mundo e os objetivos que queremos alcançar no longo prazo”, comenta Rodrigo Baggio, fundador e presidente da Recode.

 

Coalizão Games4Good e Programa Embaixadores do Futuro

A Coalizão Games4Good é um coletivo gamer que apoia o projeto, reunindo organizações e empresas parceiras de diferentes propósitos, como Logitech, Nuuvem e Abragames.

Para dar mais visibilidade ao Games4Good, Meta e Recode também pretendem convidar influenciadores para serem Embaixadores do Futuro, criando um movimento transformador massivo.

“Através de iniciativas como o “Conectando Seu Futuro 2021” e o “Games4Good”, a Meta busca capacitar e empoderar os jovens brasileiros , ampliando suas visões e acesso a oportunidades no futuro. Dessa forma, é possível colocar o jovem em um papel de protagonismo, mostrando que eles podem passar de consumidores a desenvolvedores de tecnologia”, afirma Ricardo Vilella, Gerente de Políticas Públicas da Meta.

 

Inscrições e cronograma

A inscrições para a maratona digital Desafio Games4Good estão abertas desde o dia 15/11 pelo site. As formações são 100% gratuitas, online e oferecem certificado para os concluintes. O único critério para se inscrever é ter 18 anos ou mais. Os participantes têm até o dia 13 de dezembro para concluir os cursos do “Conectando seu Futuro”.

No dia 01/12, acontece o evento Press Start, um evento virtual que vai reunir profissionais experientes do mercado de tecnologia para palestras e debates sobre o mundo gamer, além do lançamento do Desafio Recode Games4Good. Do dia 01 ao dia 03/12, os participantes formam times para começar a criar os conteúdos entre os dias 03/12 e 05/12. Nesta etapa, as equipes se reúnem pela plataforma online e acompanham lives sobre conteúdo e metodologia, realizando entregas parciais com o apoio de mentores.

Os times têm até o dia 07/12, às 12h00, para realizarem a submissão de seus projetos. Depois, entre os dias 08 e 10/12, acontece a votação da banca de jurados.

Para fechar com chave de ouro, o evento de encerramento Conectando seu Futuro 2021 e premiação do Desafio Recode Games4Good ocorre no dia 15/12.

15/11 a 01/12: Inscrições de participantes e mentores

01/12: Evento Live Press Start e lançamento do Desafio Recode Games4Good

01/12 a 03/12: Formação de times online

03/12 a 05/12: Maratona de inovação com criação do conteúdo, entregas parciais, lives e mentoria

05/12 a 07/12 às 12h00: Entrega de GDD e protótipos

08/12 a 10/12: Votação da banca de jurados

13/12: Prazo final para a conclusão de pelo menos uma trilha de formação Conectando seu Futuro 2021

15/12: Evento Live de encerramento Conectando seu Futuro 2021 e premiação Desafio Recode Games4Good

 

Prêmios para os participantes

A entrega de prêmios do Desafio Recode Games4Good funcionará da seguinte forma:

1º lugar – R﹩ 5.000

2º lugar – R﹩ 3.000

3º lugar – R﹩ 2.000

4º lugar ao 10° lugar – R﹩ 1.000 para cada

 

Livro “Política, desejos e videogame” é o primeiro livro do professor inglês Alfie Bown no Brasil

Mais um lançamento de livro para quem se interessa por videogames está chegando ao mercado: O professor inglês Alfie Bown acaba de lançar no Brasil o livro “Política, Desejos e Videogames”, título que investiga as relações humanas com as novas tecnologias digitais a partir de uma abordagem psicanalítica. De acordo com o autor, a obra consegue identificar aspectos da sociedade humana que nem sempre são evidentes.

O livro de Alfie Bown chega ao país através da Edições Sesc SP. Longe de ser dedicado aos gamers (que já somam mais de 3 bilhões em todo o mundo), o livro, The Playstation Dreamworld no título original, empenha-se em investigar as relações humanas com as novas tecnologias digitais nestes tempos em que estas se tornam onipresentes.

No prefácio do título, Rafael Evangelista, que é doutor em Antropologia Social e professor do programa de pós-graduação em Divulgação Científica e Cultural da Unicamp, afirma que o livro convida a ir além do senso comum que se tem em relação à cultura gamer, que, assim como as redes sociais e seus algoritmos utilizados como instrumentos para popularizar conteúdos radicais, acabam sendo associados à proliferação de mensagens negativas.

Para Evangelista, uma das contribuições de Bown é justamente a de evitar as condenações óbvias e facilitar a compreensão acerca dos diversos tipos de games e sua ampla difusão na cultura contemporânea.

“Trata-se de um chamado para que prestemos atenção em seu potencial subversivo, na importância de se investir em jogos eletrônicos que permitam sonhar com outros mundos possíveis que não sejam apenas transposição da ordem atual a cenários exóticos”, avalia.

Tendo a análise dos sonhos como protagonista, a obra foi escrita a partir de uma abordagem psicanalítica. O autor afirma que videogames não são textos para serem lidos, mas “sonhos a serem sonhados”, algo que alcança um patamar de grande relevância no âmbito da psicanálise.

“Isso significa entender que no jogar está implicado algo que vai além do consciente e passa pelo desfrute e pelo desejo. Quem fica no divã não são os jogos, mas os jogadores. É a relação dialética entre criadores, obras e criaturas que se torna objeto de estudo”, afirma.

Para adquirir o livro, basta acessar o site da Edições SESC.

SOBRE ALFIE BOWN

É professor de Arte e Mídia na Royal Holloway de Londres e lecionou Literatura nas universidades de Manchester (Inglaterra) e Hang Seng (em Hong Kong). Em 2015, publicou Enjoying it: candy crush and capitalism; três anos depois, lançou In the event of laughter: psychoanalysis, literature and comedy. Política, desejos e videogame é seu primeiro livro lançado no Brasil.

Ficha Técnica: Política, desejos e videogame

Autor: Alfie Bown
Edições Sesc São Paulo, 2021
Número de páginas: 144
ISBN:978-65-86111-52-1
Preço de capa: R$ 50

Opus Castle – Lenda paulista inspira novo jogo de terror indie

Quem é de São Paulo certamente já ouviu falar do Crime do Castelinho da Rua Apa, fato que ceifou uma família inteira no ano de 1937. O crime seria obra de um empresário, filho da dona do imóvel. O crime jamais foi solucionado e o mistério permaneceu no imaginário popular, alimentando lendas e histórias de terror. É justamente essa história mórbida que dá inspiração ao game Opus Castle, da desenvolvedora brasileira Messier Data & Creative.

Opus Castle é um jogo 3D de terror, aventura e mistério com uma narrativa baseada na verdadeira e trágica história do pequeno castelo da Rua Apa. No jogo, o jogador deve explorar as salas e ambientes secretos do Castelinho, encontrando as famosas aparições sobrenaturais, ruídos do nada e lamentos de espíritos do passado. Nesse ínterim, você acorda em um dos quartos ao lado de um corpo crivado de balas. Suicídio ou assassinato?

De acordo com a produtora, Opus Castle traz uma mecânica inspirada em jogos de terror em primeira pessoa e o foco é mais na narrativa, que será dividida em 6 capítulos, com 5 variações de história diferentes para cada um. O jogador pode escolher um entre cinco caminhos diferentes, de modo que ele influencia o desfecho do jogo.

O game tem ambientes escuros e aparições fantasmagóricas. O jogador encontrará diversos ambientes diferentes, não apenas os cômodos do castelinho. A impressão é que os desenvolvedores trabalharam para entregar uma experiência verdadeiramente escalofriante. Opus Castle já está disponível na Steam. O primeiro capítulo é gratuito. Mais informações aqui.

Abaixo você confere o trailer de Opus Castle: