Women Game Jam 2021 – Maior evento mundial de jogos para mulheres ocorre em agosto

O mês de agosto marca o acontecimento da quinta edição da Women Game Jam (WGJ), evento mundial que reúne cybertlatetas femininas em competições empolgantes. De acordo com a organização, a edição deste ano contará com algumas sedes presenciais em capitais australianas, como Sydney, Melbourne e Western Austrália. Para outras localidades as disputas e continuarão online.

A ideia para o futuro é que a capilaridade do evento possa continuar a crescer no formato online e que cada vez mais países e cidades se sintam empoderadas para sediar o evento, possibilitando que mulheres cis, trans e pessoas não binárias de diferentes países, culturas e raças possam, juntas, desenvolver jogos. A edição de 2021 vem com muitas novidades. O evento acontecerá dos dias 20 a 22 de agosto, e terá, do dia 06 ao dia 19 de agosto, ciclos de palestras, painéis, workshops e tudo isso de forma inteiramente online e com interpretação simultânea para libras.

Dentre as novidades de 2021, haverá o lançamento da We Game Jam, um evento irmão da Women Game Jam, que acontece na mesma data e servidor, com canais e conteúdos próprios, focados no público transmasculine. A ideia é identificar e fortalecer essa comunidade para que o evento ganhe cada vez mais público e autonomia para decidir suas necessidades e demandas específicas, ao mesmo tempo que conversa e se inclui na estrutura atual da Women Game Jam.

Para quem não conhece, a Women Game Jam é a maior maratona de desenvolvimento de jogos com recorte de gênero da América Latina. Atualmente o evento registra um aumento de 10% de mulheres na indústria em países como Chile, simplesmente devido ao surgimento da Women Game Jam. No Brasil ainda não há mensurar o impacto real da WGJ, pois no último dado divulgado, de acordo com o 2° Censo da Indústria Brasileira de Jogos (de 2018), as mulheres representam apenas 21% da mão de obra na indústria de games e, em nível global, pessoas transgênero representavam menos de 2% – logo, faz-se necessário ações que insiram e criem possibilidades para que essas pessoas possam trabalhar como desenvolvedoras.

O convite é para toda mulher e/ou pessoa trans e/ou não binária que queira experimentar o ambiente de criação de jogos pela primeira vez e, também, para as que já estão na indústria e desejam compartilhar conhecimento com mais profissionais e se divertir, crescendo no processo. É o primeiro passo dentro de muitos que virão, para que, juntes, possamos tornar o desenvolvimento de jogos mais humano, profissional e diverso.

Para fazer inscrição, basta clicar aqui.

JAM Virtual desafia estudantes a criarem jogos e máquinas investigativas

Já imaginou construir uma máquina com o intuito investigativo? Pois essa é justamente a proposta principal da JAM Virtual, uma ação promovida pelo Núcleo Técnico de Currículo – Tecnologias para Aprendizagem (NTC-TPA), da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo. Conectados ou desplugados todos os estudantes das escolas municipais da capital paulista estão convidados a participar do desafio.

De acordo com a organização, a JAM Virtual tem como objetivos promover o engajamento dos estudantes nas ações de aprendizagem mesmo que de forma remota, fomentar a inventividade, criatividade e a criticidade em relação à produção e a aprendizagem pelo fazer e fomentar o registro de processos de aprendizagem.

A atividade poderá ser enviada em formato de vídeo ou relatório escrito até 24 de junho. Além do tema para construção de máquinas investigativas, a JAM Virtual também contará com a proposta de construção de jogos digitais e jogos de tabuleiro.

 

Confira os desafios da Jam Virtual:

Opção 1 – Construção de “Máquinas Investigativas”.

Na construção de uma Máquina Investigativa, você poderá criar um tipo de máquina que ache interessante e que te auxilie na investigação de algo de seu interesse, ou que tenha alguma utilidade para você ou para alguém que você conheça ou apenas crie por curiosidade. Você poderá utilizar materiais diversos e seu protótipo poderá ou não ser automatizado.

Opção 2 – Criação de jogos digitais ou de tabuleiro.

Nos jogos de digitais ou de tabuleiro, você poderá criar jogos utilizando os recursos digitais que você tenha ou até criar jogos com materiais diversos, como tampinhas de garrafa, caixas de papelão e qualquer outro tipo de material reciclável. Você pode criar as regras do seu jogo.

 

Como entregar seu desafio

A entrega será em formato de vídeo ou um relatório escrito de preferência com imagens. É preciso contar tudo sobre sua criação, desde como foi este processo, para que ela serve e como utilizá-la. O prazo para entrega será dia 24/06/2021.

Quando tiver terminado seu invento e registrado o processo de criação, preencha o formulário de inscrição com seus dados e coloque  o link do seu vídeo ou do relatório, clicando aqui.

Atenção: O vídeo produzido deverá ser disponibilizado no Drive do Google ou publicado no Youtube, no canal pessoal, e o link de acesso deverá ser compartilhado no formulário de inscrição, onde também será possível autorizar sua divulgação. Se optar por publicar o Vídeo, use a #JAMVIRTUAL2021.

 

Sobre a Jam Virtual

A JAM Virtual reunirá estudantes e professores para trabalhar juntos e produzir um protótipo robótico. A ideia é que essas pessoas, utilizem suas habilidades, e conhecimentos para a solução do desafio proposto. Às vezes, essas pessoas nem se conhecem, mas participam juntas para resolver a atividade proposta com criatividade, inventividade e colaboração. Todos acabam ganhando a Jam, uma vez que se exercita o trabalho em equipe, colaboração, raciocínio lógico e faz-se novas amizades.

Assim como em 2020, por causa da pandemia de Covid-19, a JAM Virtual 2021 continuará à distância, para respeitar os protocolos estabelecidos pelos Órgãos de Saúde, porém, com novos desafios para todos!

BIG Festival 2021 – evento mostra as novidades da Apex-Brasil

O BIG Festival 2021 finalizou mais uma edição mostrando a força dos jogos independentes brasileiros. O evento serviu para demonstrar o Projeto Brazil Games, que oferece uma plataforma online que permite a realização de rodadas de negócios entre players internacionais do setor, sendo 545 empresas de 64 países.

Outro sinal do sucesso do BIG Festival 2021 foi o expressivo número de 754 profissionais brasileiros envolvidos e 5,6 mil solicitações de reuniões, das quais participaram gigantes como Nintendo, Ubisoft, XBox, EPIC Games, Facebook, Google, Unity, entre outras. Em breve serão divulgados os resultados de negócios deste ano, mas, no ano passado, foram 3,8 mil reuniões e mais de US$ 33 milhões em novos negócios gerados com a iniciativa.

PALESTRA APRESENTOU CASES DE SUCESSO DO SETOR

Caso você tenha perdido o painel do Brazil Games no BIG Festival, é possível assisti-lo aqui para conhecer melhor as diversas formas pelas quais a Apex-Brasil e o Ministério das Relações Exteriores podem ajudar a sua empresa de games a conquistar o mundo.

Vale lembrar que a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) realiza, em parceria com a Abragames (Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Jogos Eletrônicos), o projeto Brazil Games, que busca incrementar as exportações do setor e captar novos investimentos e negócios para as empresas brasileiras.

Em 2020, as exportações das empresas apoiadas pelo projeto somaram US$ 53,874 milhões, o que representou um aumento de 16% em relação ao ano anterior. A meta para 2022 é chegar a US$ 60 milhões em vendas. Desde o início da parceria, em 2013, as exportações brasileiras cresceram 600%.

Os mercados prioritários para atuação – que foram selecionados junto com os empresários participantes e com dados de inteligência – são Alemanha, Canadá, China, Coreia do Sul, Estados Unidos, França, Japão e Reino Unido.