A pandemia na vida dos gamers – Websérie gamer é indicada em três categorias no Rio Webfest

Durante a pandemia de coronavírus, muitas pessoas passaram por situações difíceis. Os games tiveram papel importante para essas pessoas, a fim de mitigar a solidão, uma vez que conectados, os amigos puderam se reunir para se divertir. É justamente esse o tema da websérie “A pandemia na vida dos gamers”, produzida pelo fotógrafo especializado em games Marcos Hunger, do canal Eai, Pai Gamer.

A websérie acaba de ser indicada a três categorias do festival internacional Rio Webfest, tornando-se a única representante do tema gamer a competir no evento. Para quem não assistiu, a série reúne diversos acontecimentos na vida de dez gamers. O primeiro episódio estreou dia 18 de junho com os relatos de Bryanna Nasck, Fer Sicuro, JRG, Willi Weiss e Bernardo Dias. Já o segundo ficou online no dia 25 e traz os depoimentos de Ricardo Juarez, Beatriz Goiss, Duda Rejas, Gabriel Faria e Frank Pereira.

Os destaques ficam para a emocionante história do rapper JRG, que perdeu a mãe para a covid-19 e seu último presente recebido dela foi justamente um jogo de PS4; tem também a locução do ator/dublador Ricardo Juarez no texto introdutório da temporada; há relatos de quem voltou a jogar para desestressar no isolamento, quem começou a fazer streaming porque perdeu o emprego e várias outras histórias diferentes e emocionantes.

Websérie “A pandemia na vida dos gamers” conquista o mundo

A websérie começou a rodar o mundo sendo indicada para o festival italiano Apulia Webfest e para o Festival de Cine Latino Americano – Texas, nos EUA. No Brasil, foi indicada para o FestCine Pedra Azul, no Espírito Santo, e agora teve a surpresa de três indicações em um dos maiores festivais de websérie do mundo, o Rio Webfest.

As indicações foram para as categorias Melhor Série de Variedades, Melhor Vlogger e Melhor Roteiro Não Ficção. O anúncio dos vencedores será dia 28 de novembro. A websérie é a única representante sobre gamers. Para assistir a série, clique aqui.

Férias de julho em família: atriz Mirela Pizani cria canal para dar dicas de jogos para pais e filhos

Férias de julho, filhos em casa, pais preocupados com os jogos de videogame… Muita coisa ao mesmo tempo, não é mesmo? Pensando nessa garotada e em uma forma de unir pais e filhos, a atriz e gamer Mirela Pizani (Haja Coração, 1 Contra Todos) resolveu criar um canal no youtube para falar sobre esse mito de que os jogos estimulam a violência, além de dar dicas de games incríveis para toda a família e relembra como começou a sua paixão pelos jogos.

“Quando tinha uns 9, 10 anos jogava muito com amigos, vizinhos, colegas de escola…”, conta Mirela que deixou de lado o videogame por conta da correria da vida adulta. “Eu saí de casa muito cedo, saí de uma cidade pequena, para uma cidade maior, tive outras demandas e o videogame ficou meio esquecido. Mas sempre foi uma paixão, tanto que eu tenho até hoje guardado o meu primeiro videogame”, afirma.

Aquele amor que estava meio que adormecido, voltou à tona quando Mirela conheceu o namorado, o gamer Bruno Correa, que é referência no Youtube, com mais de 7 milhões de inscritos em seu canal. “Quando comecei a namorar com o Bruno, que ama videogame, tecnologia, games, tudo mudou. No início a gente jogava muito e resgatou essa coisa da infância e adolescência. Foi surpreendente voltar a esse lugar…”, relembra emocionada.

Família X Videogame X Violência

Jogando literalmente nas onze, Mirela Pizani acabou atraindo um público diversificado em suas redes, falando para pais, jovens, mulheres e profissionais da área, ela tenta desmistificar o tabu de que videogame estimula violência: “Eu acredito que a internet, um comentário em rede social pode estimular muito mais violência do que um jogo”.

A youtuber diz que os pais precisam estar mais pertos dos filhos, tentar conhecer melhor os jovens, escutar mais e buscar um relacionamento embasado na confiança. Para ajudar esses pais e pensando nas férias escolares que estão logo aí, Mirela dá algumas dicas de jogos para a família toda. “São jogos que sempre que eu mostro em lives, eu recebo muitos comentários dos pais dizendo que compraram para os filhos e jogam até mais que eles. E a verdade é que é uma delícia jogar junto”, se diverte.

Abaixo você confere um dos vídeos da Mirela Pizani:

Cultura Inglesa promove primeiro campeonato de Fortnite aberto ao público

Start. Survivor. Drop. Farm. Essas são algumas das expressões mais comuns entre os “gamers” enquanto jogam. Afinal, nada como aprender o idioma com cultura e entretenimento. É com esse mote que a Cultura Inglesa abre inscrições para seu campeonato de Fortnite, jogo multiplayer online desenvolvido pela Epic Games, que será realizado nos dias 17 e 24 de julho.

Esse é o primeiro campeonato da modalidade de eSports, competições organizadas de jogos eletrônicos, que a Cultura Inglesa abre para a participação do público. Nos últimos dois anos, a marca organizou outros dois torneios fechados para seus alunos. Além disso, é a primeira disputa em torno do jogo Fortnite, escolhido por meio de enquete realizada com os alunos da instituição. Nesta edição, a Cultura Inglesa conta com o apoio da Outfield e Conexões Games para a organização do campeonato.

“Aprender inglês com cultura é o nosso DNA. A Cultura Inglesa está apostando no universo dos eSports, que se tornam cada vez mais populares entre os jovens, por entender que este é um ambiente de aprendizado compartilhado e convivência multicultural. Nesse contexto, o campeonato de Fortnite propõe promover a comunicação em inglês fora do ambiente de sala de aula, além de engajar os jovens com o idioma e o universo dos games”, afirma Marcelo Dalpino, Gerente Sênior de Acadêmico.

Podem participar do campeonato de Fortnite adolescentes maiores de 13 anos. Os interessados devem realizar a inscrição de 14 a 30 de junho através do hotsite do evento, que pode ser acessado aqui. Os inscritos deverão responder à pergunta ‘Por que você gostaria de participar do campeonato de Fortnite Cultura Inglesa?’. As 100 frases mais criativas vão garantir uma vaga na competição, e o resultado será divulgado no dia 5 de julho no próprio hotsite. O torneio terá até mil participantes, incluindo alunos e não alunos da Cultura Inglesa.

Além disso, a última partida, a ser realizada no dia 24 de julho, será transmitida, ao vivo, pelo canal da Cultura Inglesa no YouTube, e terá narração 100% em inglês, com comentários de um dos jogadores de Fortnite mais famosos do Brasil, Flakes Power. Os vencedores vão receber como prêmio kits especiais com itens high tech.