Nimo TV e streamers dão dicas para fazer um streaming de qualidade

Quando alguém pergunta para um streamer o segredo do sucesso, as primeiras coisas que eles respondem são: dedicação, criatividade, persistência e muitas vezes, até um pouco de ousadia. Mas verdade seja dita: isso não é o bastante! A Nimo TV, plataforma de streaming com foco na transmissão de jogos eletrônicos, foi além e perguntou para alguns dos streamers mais famosos do momento as principais dicas para começar a transmitir online com qualidade e engajamento, mesmo que usando um simples smartphone.

O que descobriu-se é que o equipamento é uma das peculiaridades que mais se deve ter atenção. Como em qualquer profissão, a grande maioria dos streamers vão ganhando espaço, melhorando suas performances e, consequentemente, aprimoram o ambiente e os equipamentos para entregar cada vez mais qualidade e conteúdos diferenciados para os fãs. Isto ocorre porque o espectador demanda por vídeos de alta qualidade, tanto na imagem quanto no som, fazendo com que streamers que não evoluem suas transmissões percam público gradativamente.

É bem verdade que muitos começam com equipamentos simples, mas a tendência é evoluir, investindo em melhorias, como câmera HD, ou ainda ampliando a capacidade do PC, instalando-se mais de um monitor para poder jogar e ainda acompanhar o chat, entre muitas outras coisas, conforme vão conquistando o público.

Cerol, que hoje é um dos principais nomes do Free Fire do Brasil, não tinha muitos recursos quando começou e contou com a ajuda de uma fã, que o presenteou um kit de periféricos gamer para que ele pudesse ter mais recursos para fazer as suas transmissões.

“Meu equipamento era muito ruim e mesmo assim eu já estava começando a ganhar público. Para minha surpresa, ganhei de uma fã: monitor, mouse, teclado e câmera, isso ajudou a dar um impulso na minha carreira, sou muito grato a ela”, conta.

 Keilemeg, um dos destaques da Nimo TV no streaming de games, conta que antes de fazer sua primeira transmissão montou uma infraestrutura básica e assim que fechou contrato com a plataforma, usou todo seu primeiro salário para fazer um upgrade geral em seus equipamentos. Para ela, isso foi um investimento em seu trabalho.

“Dá para começar com pouca coisa, mas aconselho: sempre que puderem, façam melhorias. Isso mostra um cuidado em levar para o público uma melhor qualidade durante as transmissões, pois a imagem que você passa na tela ajuda muito a conquistar o público”.

Também está na lista de streamers que começaram suas carreiras com poucos recursos e foram fazendo as melhorias de acordo com o crescimento do público e dos ganhos, Dani Liu, é uma das grandes promessas da plataforma. A jovem ressalta que “é importante oferecer a melhor qualidade para as pessoas que estão assistindo, assim elas terão uma experiência ainda mais completa com a live e vão querer voltar sempre para ver você.

E como é no chat que acontece boa parte da interação entre streamer e público, investir em tecnologia facilita também nesse processo. Ter mais de um monitor ajuda, porque enquanto joga, consegue ficar de olho no que estão falando no chat. “As duas telas ajudam muito na interação com o público e dar atenção a eles é essencial”, completa Dani Liu

Abaixo você confere o compilado de dicas que a Nimo TV, junto com CerolDani Liu, e Keilemeg, separou para quem quer começar a streamar, com direito a tutorial de como configurar a plataforma para uma transmissão:

      • Use a criatividade para criar seus conteúdos
      • Conversar com o público é muito importante, pois engaja a comunidade e permite que seja criada a sua própria legião de fãs.
      • Crie uma rotina com um horário fixo para suas transmissões, isso faz com que o público saiba quando te encontrar ao vivo.
      • Sempre que possível traga novidades para seu público e inove nos contéudos.
      • Cuidado para não utilizar vídeos, imagens, músicas e outros conteúdos sem autorização.
      • Também tenha cuidado para não falar ou mostrar nada que não queira que seja divulgado.
      • Respeite seu público.
      • Não se preocupe com os equipamentos que você tem, dá para investir aos poucos, conforme for crescendo o seu público e os seus ganhos
      • Divulgue suas transmissões e os conteúdos que produz nas redes sociais, elas ajudam a impulsionar o engajamento.
      • Persista e não desista. Mesmo com um público pequeno, as pessoas estão lá para ver você, dê o seu melhor.

CBGE promove webinar para discutir cenário dos esportes eletrônicos na América do Sul

Quer entender mais sobre o mercado de eSports na América do Sul? Pois então não perca o webinar promovido pela Confederação Brasileira de Games e Esports (CBGE), ao lado da Asociación de Esports del Paraguay (AEP). Com o tema “Americas’s eSports: Challenges and Oportunities”, o evento acontece entre os dias 17 e 18 de dezembro e faz parte do World Connected Series 2.0programa global produzido pela Global Esports Federation (GEF) para celebrar o início da temporada 2021.

O webinar será transmitido em três idiomas (português, espanhol e inglês) e o público do Brasil que estiver interessado poderá acompanhá-lo no canal oficial da CBGE na Twitch. O evento será comandado pela apresentadora de TV, Claudia Carla, e pelo CEO e apresentador do ADNEWS, Daniel Rosa.

O objetivo será fomentar o desenvolvimento dos esportes eletrônicos na América do Sul ao lado de especialistas do setor, além de estimular iniciativas que contribuam para a massificação e inclusão de atletas e outros profissionais da área no mercado de trabalho. O evento também procura reforçar os valores da GEF de igualdade, jogo limpo, diversidade, inclusão e inovação.

webinar

No dia 17, a partir das 18h, o tema será “A comunidade sulamericana e a prática saudável e sustentável da modalidade”. Na discussão estarão presentes nomes como o do multicampeão de PES, Guilherme Fonseca Agostini, o “GuiFera”; o diretor de operações da GEF, Paul J. Foster; o diretor executivo da ODESUR e membro da GEF, Mario Cilente; o presidente da AEP, Jaime Peña; e o presidente da CBGE, Paulo Roberto Ribas.

No dia seguinte, também às 18h, será a vez de falar sobre “As marcas, a mídia e as perspectivas futuras na indústria de games”. Para isso, estão escalados o diretor de Esports da GEF, Kelvin Tan; o diretor de negócios do Clube Atlético Mineiro, Leandro Figueiredo Magalhães; o gerente geral do Grupo Blue Ant Media, Julio Sobral; o Head de Marketing e CRM da BMW do Brasil, Jorge Junior; o gerente sênior de Marketing Estratégico LATAM da HyperX, Fabio Bottallo; além do ídolo da natação e do esporte paralímpico mundial, Clodoaldo Silva.

“Juntos, estamos diariamente mostrando o poder dos Esports no mercado sul-americano. Com este novo evento queremos discutir ao lado daqueles que entendem sobre o setor quais serão os próximos passos dos esportes eletrônicos, que, mais do que nunca, provaram o seu poder perante o mundo. Tenho certeza que serão dois dias de muitas experiências e aprendizados que somam muito ao cenário”, afirma Paulo Ribas.

O webinar é mais um da série de eventos que celebram o WCS 2.0 na América do Sul. Nas últimas semanas, a CBGE, ao lado da GEF, organizou o South America Week Challenge, campeonato de PUBG aberto a jogadores brasileiros e também de outros países sul-americanos.

Habbo Hotel incentiva a vacinação e reforça a importância social dos jogos

Quem costuma jogar Habbo Hotel, o social game mais amado do país, terá uma grata surpresa: acaba de ser aberto um posto de vacinação dentro do hotel para divulgar o Movimento Vacina Brasil, importante ação da Campanha Nacional de Multivacinação, realizada pelo Ministério da Saúde, para convocar crianças e adolescentes menores de 15 anos para atualizar a caderneta de vacinação.

Até o final do mês, o jogo abrigará em sua comunidade um Posto de Vacinação, similar ao do Sistema Único de Saúde (SUS), para incentivar e reforçar a importância da vacinação por meio de informações. Os jogadores serão direcionados ao posto e estimulados a responderem questões sobre o tema. Feito isso, cada um deles receberá um emblema do Movimento Vacina Brasil, que ajudará a proteger e conscientizar toda a comunidade do Haboo Hotel.

“Muitos desenvolvedores de games se empenham ao máximo para simular o que acontecimentos da vida real e o engajamento dos jogadores é muito grande. Realizar a ação dentro do Haboo Hotel, foi a escolha perfeita para impactar os jovens e fazer com que as informações recebidas sobre a importância da vacinação sejam repassadas para suas famílias e amigos. O jogo é clássico que completa 20 anos e mantêm 400 mil jogadores ativos por mês. Nesse caso, se trata de uma ação importante também para reforçar a função social dos jogos”, explica Leandro Veríssimo, country manager da Azerion, grupo da qual a Sulake, empresa criadora do icônico Habbo Hotel, pertence.

O objetivo do Habbo Hotel é conscientizar jovens e adolescentes sobre a necessidade de manter a caderneta de vacinação atualizada, uma ação importante para a prevenção de doenças. Lembre-se que sua saúde e a de seus parentes é primordial.