Conheça o jogo indie Amora Crystal, que estará disponível na Steam em 9 de setembro

Hoje vamos falar de um novo jogo indie que promete divertir fãs do gênero plataforma. Criado pelo brasileiro Rapha Chiavegati, Amora Crystal nos coloca no papel da personagem homônima ao título que se lança em uma missão para resgatar seu namorado das garras do terrível vilão M, que está disposto a conquistar um poderoso cristal e usá-lo para seus objetivos escusos.

Cabe a Amora utilizar suas habilidades especiais para desbravar os cenários a fim de proteger o cristal e garantir a segurança dos animais da floresta. Sim, um dos motes do jogo é atravessar os cenários sem matar um único animal (acredite, não é tarefa fácil). A jogabilidade se assemelha ao clássico Super Mario Bros., de modo que os animais seriam como os goombas que passa pelo ambiente, e a movimentação de Amora é igual ao de Mario. A cada pulo você deve tomar cuidado para não esmagar os seres vivos da floresta.

Mas você deve estar se perguntando por que é tão importante não matar os animais, certo? Pois então, de acordo com Chiavegati, se você chegar ao final do jogo sem matar nenhum animal durante toda a campanha, será premiado com o final bom. Mas se houver a morte acidental de alguma criatura, o vilão M irá usar isso contra ela.

Amora Crystal terá nada menos que 18 fases, todas elas com boas referências aos games dos anos 90. A ideia é que o jogador tenha uma experiência parecida com a que tínhamos na época dos consoles 8-16 bits. Além disso, o jogo possui diversos itens a serem coletados em todas as fases, o que incentivará a exploração.

Além disso, durante a jogatina o player se depara com algumas aves presas em gaiolas que devem ser libertadas no decorrer da aventura. Coletando os diversos itens e salvando as aves o jogador pode desbloquear desafios extras após finalizar a campanha principal. Amora Crystal estará disponível a partir do dia 9 de setembro na Steam.

Abaixo você confere o trailer de Amora Crystal:

Conheça Raccoo Venture, o game brasileiro inspirado em platformers dos anos 90

Se você já era um gamer no final dos anos 90 deve se lembrar da explosão de jogos adventures que faziam enorme sucesso, tais como Banjo-Kazooie, Conker’s Bad Fur Day e Super Mario 64. Pois bem, o desenvolvedor brasileiro Diego Ras acaba de lançar o game Racco Venture, que presta uma ode a esses games. A intenção é agradar os fãs do estilo platformer 3D que não estão encontrando novas produções do gênero.

A história segue a aventura de Raccoo um guaxinim, que é o último herdeiro do Poder dos Guardiões, que por muitos anos protegeram a Relíquia Sagrada, que deve proteger o mundo de Verta dos perigosos Tatus Tatuados, que almejam roubar a jóia mítica. Cabe ao jogador assumir o controle de Raccoo para enfrentar inimigos, resolver enigmas e quebra-cabeças, enquanto explora as 5 regiões de Verta, descobrindo itens mágicos que ajudarão nesta jornada em busca das peças da Relíquia.

De acordo com o desenvolvedor, Raccoo Venture tem muita influência e referências de grandes clássicos que escreveram a história dos jogos 3D, e traz em sua essência a atmosfera lúdica e inocente que por muitas vezes acabou sendo deixada de lado pela nova indústria dos videogames. Durante a aventura, o jogador explora 5 regiões divididas em 17 fases onde coletar e colecionar itens é uma das ocupações recorrentes no gameplay.

Tal como ocorria nos games dos anos 90, em Raccoo Venture, você irá interagir com diversos personagens espalhados pelo mundo de Verta e irá enfrentar chefões casca grossa. Como se não bastasse, o título é pontuado por vários puzzles e desafios interessantes. Mas não pense que o game sobrevive de elementos do passado: aqui é possível customizar personagens e o estilo visual é extremamente atual. Vale dizer que as roupas obtidas durante as diferentes fases dão novas habilidades ao Raccoo.

Raccoo Venture estará disponível na Steam em breve, porém sem data definida para lançamento. Mais informações podem ser obtidos no site oficial.

Abaixo você confere o trailer de Raccoo Venture:

Robô Breakout é o game indicado para quem curte jogos de plataforma 2D e um desafio de alto nível

A dica de hoje é para quem curte jogos de plataforma 2D e está procurando algo divertido do gênero para jogar no celular. Criado pelo estúdio indie End Level Studios, o jogo Robô Breakout coloca o jogador no papel do pequeno robô rbx-N5F, que tenta de todas as formas escapar das terríveis armadilhas de uma estação de reciclagem. Para sobreviver você deve guiá-lo através de plataformas e diferentes armadilhas que visam destruir qualquer artefato mecânico.

A trama de Robô Breakout conta que em um futuro distante, os robôs com mau-funcionamento devem ir para a esteira de reciclagem. De alguma forma rbx-N5F acabou mandado para a reciclagem. O problema é que seu o pequenino está consciente de seu triste destino e decide fugir da fábrica. Porém as coisas não serão nada simples, pois no caminho você se depara com poças de lava, espinhos e até mísseis teleguiados que tentarão destruir o rbx-N5F. Cabe ao jogador usar seus reflexos rápidos e atenção para pular pelas plataformas e chegar em segurança até o final da usina de reciclagem.

Robô Breakout foi desenvolvido com o público casual em mente, de modo que ele pode ser jogado por todos os públicos. Ainda assim, o nível de dificuldade é bem elevado e você vai sofrer para passar as 30 fases que o jogo oferece. Felizmente existem Power ups capazes de ajudar o rbx-N5F a passar pelos desafios.

Um dos pontos de destaque do game são seus visuais cartunescos que dão bastante personalidade ao projeto, além do design de fases bem estruturado. De acordo com a End Level, há muitos conteúdos a serem lançados para tornar a experiência de jogo ainda melhor. Se você curte o gênero platformer, confira o game (já disponível na Google Play).

Abaixo tem o trailer de Robô Breakout: