Top 6: Games que marcaram época que completam 20 anos em 2023

Hoje você vai se sentir velho, se acompanhava a indústria de jogos na geração 128 bits, pois alguns dos games que marcaram a geração estão completando 20 anos agora em 2023, relembrando suas contribuições e influências. Este top 6 destaca títulos que, duas décadas atrás, revolucionaram gêneros, definiram novos padrões de excelência e encantaram milhões de jogadores ao redor do mundo.

Desde aventuras épicas em mundos abertos até táticas furtivas e batalhas multiplayer intensas, esses jogos transcenderam a passagem do tempo, continuando a ser amados e reverenciados até hoje. Prepare-se para uma jornada nostálgica pelos jogos que moldaram a indústria e conquistaram um lugar especial nos corações dos jogadores.

 

Grand Theft Auto: Vice City

O jogo que marcou uma geração, “Grand Theft Auto: Vice City” transportou os jogadores para uma atmosfera inspirada nos anos 80, repleta de neon, músicas icônicas e uma história envolvente. Como o sexto título da série “Grand Theft Auto”, o jogo trouxe inovações na jogabilidade, expandindo o mundo aberto e permitindo aos jogadores mergulhar em uma experiência imersiva de crime e ação. “Vice City” é lembrado até hoje como um dos melhores jogos da franquia, com seu enredo cativante e estilo único.

 

Metroid Prime

“Metroid Prime” marcou a transição da série de plataforma 2D para a jogabilidade em primeira pessoa. Desenvolvido pela Retro Studios para o Nintendo GameCube, o jogo conseguiu capturar a essência da série Metroid e redefiniu os jogos de ação e exploração. Com sua atmosfera sombria, visuais impressionantes e uma trilha sonora memorável, “Metroid Prime” foi aclamado pela crítica e pelos fãs, estabelecendo-se como um marco na franquia e um dos melhores jogos de ação em primeira pessoa de todos os tempos.

 

Battlefield 1942

Como o primeiro jogo da série “Battlefield”, “Battlefield 1942” foi um divisor de águas para os jogos de tiro em primeira pessoa multiplayer. O jogo se destacou pela sua escala épica de batalhas online, permitindo que até 64 jogadores participassem de combates durante a Segunda Guerra Mundial. Com mapas enormes, veículos controláveis e a capacidade de trabalhar em equipe, “Battlefield 1942” trouxe uma experiência de jogo multiplayer sem precedentes na época. Seu sucesso foi fundamental para estabelecer a série “Battlefield” como uma das mais populares do gênero.

 

Tom Clancy’s Splinter Cell

“Tom Clancy’s Splinter Cell” introduziu os jogadores ao sigiloso agente secreto Sam Fisher e sua luta contra o terrorismo global. Desenvolvido pela Ubisoft, o jogo ofereceu uma jogabilidade tática e furtiva inovadora, onde os jogadores tinham que evitar ser detectados enquanto infiltravam-se em locais hostis. Com gráficos realistas e um enredo intrigante, “Splinter Cell” se tornou um dos principais pilares da série de jogos de espionagem e influenciou muitos outros títulos subsequentes no gênero.

 

The Elder Scrolls III: Morrowind

Como o terceiro jogo da renomada série “The Elder Scrolls”, “Morrowind” cativou os jogadores com seu vasto mundo aberto, repleto de lore e possibilidades. Com uma narrativa envolvente e uma jogabilidade não linear, o jogo permitia que os jogadores explorassem livremente a ilha de Vvardenfell, embarcando em missões épicas e descobrindo segredos antigos e poderosos. “Morrowind” foi aclamado pela sua profundidade e imersão, com uma variedade de facções, habilidades e escolhas morais que impactavam diretamente a progressão do jogador. O jogo estabeleceu os alicerces para os subsequentes títulos da série, como “Oblivion” e “Skyrim”, e continua sendo reverenciado como um dos melhores RPGs de todos os tempos.

 

Warcraft III: Reign of Chaos

Como a terceira entrada na icônica série de estratégia em tempo real da Blizzard, “Warcraft III: Reign of Chaos” elevou o gênero a novos patamares. O jogo combinou elementos de estratégia, construção de bases e heróis controláveis, introduzindo um sistema inovador que permitia aos jogadores personalizar e evoluir seus heróis ao longo da campanha. Além disso, “Warcraft III” ofereceu um robusto editor de mapas que permitiu aos jogadores criar seus próprios cenários e jogos personalizados, levando ao nascimento do gênero MOBA com o famoso “Defense of the Ancients” (DotA). A influência duradoura de “Warcraft III” na indústria de jogos é inegável, e sua comunidade ativa até hoje é prova do seu impacto duradouro.

 

Esses seis jogos eletrônicos que completam 20 anos em 2023 deixaram um legado significativo na indústria de jogos, influenciando gêneros, estabelecendo novos padrões de qualidade e cativando jogadores ao redor do mundo. Eles são testemunhas do poder duradouro dos jogos como forma de entretenimento e arte.

Brasileira Firecast Studio anuncia Rent a Thief (RaT), game multiplayer on-line na Web3

Nosso destaque da vez é o jogo da Firecast Studio, estúdio brasileiro independente, Rent a Thief (RaT), game multiplayer on-line na Web3 – terceira geração de internet, que tem como base a tecnologia de blockchain e rede de comunicação descentralizada e sem dono. O jogo de ação e sabotagem em estilo cartunesco apresenta um divertido elenco de animais ladrões que infiltram-se em mansões e museus fortemente protegidos para roubar os mais preciosos artefatos.

Usuários de PC terão a oportunidade de experimentar uma demo do game no início de 2023, mas os interessados em apoiar o projeto e desbloquear benefícios exclusivos já podem acessar o site oficial e adquirir NFTs (tokens não fungíveis) limitados, que ficarão à venda por pouco tempo e poderão ser utilizados no game a partir das primeiras versões de teste, antes mesmo do lançamento.

“O RaT é um jogo construído com a comunidade, para a comunidade, e tem o objetivo de conectar pessoas ao redor do mundo a partir dos elementos de Web3. Queremos que os jogadores tenham liberdade nas escolhas e decisões, algo que só é permitido em games com essa tecnologia”, conta Jonata Rodrigues, game designer da Firecast Studios.

 

Como funciona o game?

Em RaT, jogadores assumirão o papel de animais ladrões, que fazem parte de diferentes guildas e competirão entre si para cumprir o contrato de clientes secretos, com missões estabelecidas por Salazah, um misterioso aristocrata felino.

O jogador poderá infiltrar, sozinho ou com amigos da guilda, em grandes mansões e museus que possuem artefatos raros. O objetivo é roubar esses itens valiosos para subir de nível no ranking da guilda e ganhar os Salah Coins, moedas in-game que permitirão o desbloqueio de recompensas. Quem conseguir mais Salah Coins, será coroado como o Rei dos Contratos.

Em diferentes cenários 3Ds, os jogadores precisarão se infiltrar e usar itens e armas para eliminar outros invasores, desarmar armadilhas e despistar guardas que protegerão os itens preciosos em rápidas partidas de cerca de 20 minutos de duração. Utilizando o cenário a seu favor, os personagens poderão se deslocar furtivamente com o auxílio de itens do local, como um esqueleto de dinossauro, lustres, portas e sistemas de segurança, que poderão ser sabotados para que o jogador tenha uma vantagem em relação aos seus adversários.

Ao concluir uma missão, o jogador retornará para o seu QG – um pub e taverna aconchegante, onde poderá trocar o saque realizado e receber os Salah-Coins, que serão utilizados para comprar itens cosméticos, além de gadgets e equipamentos para futuras missões.

 

NFTs e RaT Pass

O game apresenta um sistema de NFTs integrado ao modelo de negócios Play to Own, onde cada item adquirido pelo jogador por meio de microtransações ou no market place – como personagens, skins e equipamentos – se tornam deles e poderão ser comercializados com outros jogadores.

“Nos referimos a compra de itens do jogo como investimento, não como uma promessa de valorização, uma vez que ela depende de fatores externos. Voltamos nossos esforços para proporcionar uma experiência de jogo imersiva e interessante, que atraia cada vez mais jogadores e nos permita expandir o universo de RaT, fazendo assim com que os NFTs passem a ter maior demanda e, consequentemente, maior valor em comparação ao momento de sua compra”, diz Bruno Lanzarotti, produtor e fundador da Firecast Studio.

Outra forma de se obter mais itens é com o Passe de Batalha, chamado de RaT Pass, que possui 100 níveis e oferece Itens Gratuitos e Itens Premium, como Avatares de Perfil, Emotes, Títulos, Itens Cosméticos e Equipamentos para o jogador aumentar o seu arsenal in game e se exibir para os seus rivais. Se o jogador não quiser adquirir o Passe de Batalha, ele pode adquirir tais itens usando Salah Coins, que receberá ao concluir missões sazonais e subir de nível.

Futuramente, o jogo também será lançado para mobile e consoles, e receberá diversas novidades. Modos, como o PVE, por exemplo, também estão sendo planejados.

Para mais informações sobre o RaT e outros projetos da Firecast Studio, acesse o site oficial.

Decode destrincha o sucesso de Among Us

Com certeza você já ouviu falar de Among Us, um game com uma pegada “detetivesca”, que coloca um grupo de jogadores para realizar missões em uma nave espacial, porém com o desafio de ter um jogador sabotador. Cabe aos demais jogadores descobrir quem é o impostor antes que toda a missão espacial seja fracassada. O título virou febre nos últimos meses ao redor do mundo e não por acaso, já é estudado por empresas de análises, como a Decode, empresa de Data Analytics e Performance Marketing. E é sobre isso que vamos falar hoje.

Os brasileiros entraram com tudo na onda do game – dos mais de 100 milhões de downloads, o Brasil já é responsável por mais de 17 milhões. O infográfico produzido pela Decode revela que a procura por Among Us aumentou em 5.900% entre os meses de agosto e setembro, quando o jogo ficou realmente famoso, ainda que tenha sido lançado há dois anos. No YouTube, existem 5.934 vídeos sobre o jogo, apenas no Brasil – publicados entre janeiro e outubro deste ano.

Top downloads – No início de setembro, Among Us ocupava a 12ª posição dos jogos mais baixados na App Store Brasil, mas em apenas 10 dias o jogo subiu 11 posições e conquistou o 1º lugar de jogos mais baixados. Na Play Store, o jogo ocupa a 2a posição no ranking, sendo que atualmente tem 1,2 milhões de usuários ativos, número que aumentou em 1.363% em relação a agosto.

Para Lucas Fontelles, Head de Consumer Insights da Decode, o sucesso de Among Us mostra como os jogos se impuseram no debate público. “Há anos a indústria de games gera mais receita do que Hollywood e, comparativamente, ocupava um espaço muito menor na mídia e nas redes. Hoje já não é o jogo que se torna popular porque o influenciador fala dele, ao contrário, Felipe Neto e Neymar jogam porque o jogo se popularizou”, analisa.

Abaixo você pode conferir alguns dados no infográfico: