e-Base – Projeto social carioca aposta na inclusão social através dos games

A tecnologia e os jogos eletrônicos são apostas mais do que certas para o futuro. E é pensando nisso que a For Games, está lançando um projeto social chamado e-Base, cujo objetivo é capacitar e profissionalizar jovens de comunidades carentes do centro do Rio de Janeiro. O projeto contará com oficinas e palestras que visam mostrar para os jovens que algo que eles curtem pode se tornar uma profissão rentável.

De acordo com a For Games, a iniciativa promove a inclusão social e formação de jovens, de 12 a 20 anos, no universo da Cultura Gamer. O espaço oferece aos jovens das comunidades próximas à Santa Teresa, na região central do Rio de Janeiro, o acesso a equipamentos de ponta (tecnologia de jogos eletrônicos), cursos, oficinas e palestras que os transforme de usuários passivos em possíveis candidatos da cadeia produtiva da Economia Criativa.

“A ideia é construir uma base gamer que ofereça formação e equipamentos necessários, para igualar em oportunidade os gamers de baixa renda. Os sonhos desses jovens são os mesmos”, disse o autor do projeto, Victor Prado. “Queremos aproximar o jogador do universo profissional dos games e profissões correlatas. Mostrar que é possível e acessível trabalhar com os jogos digitais e o audiovisual 4.0. São profissões diferentes que não requerem graduação formal, e sim quanto mais o jovem assiste youtuber e joga se torna mais fácil de entrar na área do audiovisual 4.0. Além disso, o projeto também apresenta oficinas, criação de conteúdo para YouTube, design e construção de personagens, desenvolvimento de jogos digitais e análise crítica de jogos”, explica.

Para participar do E-Base, o jovem deve comprovar uma relação formal com a escola e estar, preferencialmente, matriculado em um colégio da rede pública de ensino. Já as vagas presenciais para as palestras e oficinas, precisam ser feitas através de uma inscrição online. O projeto terá transmissões virtuais no site, de modo que todos os interessados podem acompanhar o desenvolvimento. De acordo com Victor Prado, a participação é gratuita e todas as atividades presenciais seguiram os protocolos de segurança e controle necessários para este momento de pandemia mundial”. As inscrições poderão ser feitas pelo site ebasegamer.com a partir do dia 07 de novembro.

O espaço do E-Base possui ainda uma área aberta, com capacidade para 10 pessoas, onde os pais podem acompanhar seus filhos durante o processo de capacitação, incentivando-os a realizar o sonho de ter uma profissão digital.

 

Serviço – E-Base:

Endereço: End: Rua do Progresso, 67 – Santa Teresa
Horário de funcionamento: terça a sábado, das 10h às 20h.
Site: www.ebasegamer.com

AfroGames anuncia parceria com GOL Linhas Aéreas

Há algum tempo a equipe do AfroReggae criou o projeto AfroGames para visibilizar e debater pautas da comunidade negra nos jogos eletrônicos. Graças ao alto empenho dos profissionais, a iniciativa acaba de alçar novos voos: uma inédita parceria com a GOL Linhas Aéreas, que apoia a sala de treinamento do AFG Esports, o primeiro time de LOL formado numa favela.

“Empatia é um dos pilares que conduzem os passos da GOL e suas ações. Por meio do Instituto GOL, braço gestor de inclusão social e desenvolvimento socioeconômico da Companhia, temos a felicidade de apoiar o projeto AfroGames, que dá oportunidade a diversos jovens de se desenvolverem em um esporte que está crescendo ano a ano. É um orgulho para a empresa agora fazer parte da história do time AFG Esports”, diz Loraine Ricino, diretora de Marketing, Comunicação Externa, Canais Digitais e Sustentabilidade da GOL.

O time AFG e-sports é formado por Daniel, Ronald, Yuri, Thiago, Gabriela e João, alunos da primeira edição do projeto que se destacaram ao longo da primeira temporada. Eles terão toda a infraestrutura necessária para seu treinamento e desenvolvimento como pro player garantido pela GOL, com uma sala exclusiva dentro do Centro Cultural Waly Salomão e uma bolsa atleta de um salário-mínimo, para que eles possam se dedicar exclusivamente aos treinos.

Além desse novo investimento no time, a GOL, por meio do Instituto GOL, irá manter o suporte que já dava ao projeto, que contava com a disponibilização de passagens aéreas para os integrantes do AfroGames poderem participar de jogos, eventos e reuniões fora do estado do Rio de Janeiro.

O Centro de Treinamento do AfroGames é o primeiro especializado em e-sports dentro de uma favela. Fica na Zona Norte do Rio de Janeiro e disponibilizou no ano passado 100 vagas aos jovens da comunidade, com aulas de League of Legends, programação de computadores, produção de trilha sonora focada em games e inglês. Com toda infraestrutura necessária, desde cadeiras gamers e computadores de última geração conectados com fibra ótica, o local formou 70 jovens e selecionou os melhores para serem integrantes do time.

As inscrições já estão abertas para novos alunos até o dia 15 de novembro de 2020, e previsão para reabertura em janeiro de 2021. Para garantir a segurança de todos, estamos adequando todo o espaço segundo as normas de segurança da OMS, respeitando o limite de alunos por turmas, disponibilizando máscaras e higienização do local.

Além da GOL, o AfroGames possui o patrocínio oficial da Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude do Rio de Janeiro, da Fusion Energy Drink e da Hyper X, que juntos garantirão o retorno do projeto para mais um ano de atividades. Para este ano serão oferecidas, além das aulas já citadas acima, Programação e Fortnite.

TIME AFG Esports – League of Legends

      • Daniel Felipe de Paula
      • Gabriela Evellyn da Rocha Ferreira
      • João Bernardo Silvino Barbosa
      • Ronald Nascimento Sol
      • Thiago Soares Pestana
      • Yuri Pereira de Souza

 

Para saber mais sobre o projeto, siga suas redes sociais no Twitter e Instagram .

Razer anuncia maior torneio regional de eSports da América Latina

Após o sucesso do primeiro Razer Invitational, realizado no Sudeste Asiático em julho de 2020, a Razer decidiu-se por realizar uma segunda edição, prometendo ser o maior torneio regional de eSports da América Latina. O Razer Invitational – América Latina contará com jogadores de esportes eletrônicos de todos os níveis, de amadores a profissionais, que poderão competir e ainda representar seus países.

“Com o Razer Invitational – Sudeste Asiático, recebemos enorme apoio de dez países, que participaram com mais de 500 times e 3.500 atletas”, disse Zuber Mohammed, diretor de Marketing da Razer. Agora estamos expandindo o Razer Invitational a outras regiões do planeta para dar a mesma oportunidade a jogadores amadores e profissionais, descobrir mais talentos individuais e incutir em cada um o sentimento de orgulho de representarem suas nações em torneios de eSports”.

De acordo com a empresa, o Invitational – América Latina reunirá seis países: Argentina, Brasil, Chile, México, Paraguai e Uruguai. As competições serão realizadas em quatro das mais populares modalidades da região: Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO), Mobile Legends: Bang Bang (MLBB), PlayerUnknown’s Battlegrounds Mobile (PUBGM) e League of Legends. Outro ponto importante é que os fãs poderão acompanhar as partidas através do Facebook e na Twitch . Mais informações sobre como assistir serão reveladas em breve.

As inscrições para as três categorias do Razer Invitational – América Latina comum a todos os países começam em 2 de novembro de 2020 e as qualificatórias serão disputadas a partir de 28 de novembro, com playoffs acontecendo entre 3 e 20 de dezembro. Já as qualificatórias de League of Legends, exclusivas para o Brasil, acontecem em 21 e 22 de novembro seguidas dos playoffs de 27 a 29 de novembro. O torneio será disputado totalmente on-line.

Informações sobre inscrições e agendamentos para as qualificatórias serão postadas no site oficial do Razer Invitational – América Latina.