Em final na Arena Loud, campeonato de Free Fire Donas do Jogo promove inclusão e representatividade 

Em final eletrizante, ocorrida ontem à noite (14), o time feminino de Free Fire da Bastardos levou para casa o troféu do Donas do Jogo e uma premiação no valor de 25 mil reais. A decisão foi disputada contra a XX, em formato 4×4, após ambas equipes superarem o chaveamento com 32 times inscritos na competição, sendo todos compostos apenas por mulheres. A final ocorreu de maneira presencial, mas sem público, na  Arena Loud, localizada no Shopping SP Market.

A competição foi criada pelas influenciadoras da LOUD Bárbara “Babi” Passos e Carolina “Voltan”, que possuem vasta experiência competitiva dentro do cenário de Free Fire, com o objetivo de colocar em evidência o cenário gamer feminino do país. Ambas, marcadas por dificuldades e preconceitos ao longo de suas carreiras, tiveram que enfrentar momentos difíceis e reforçar o espaço delas no mercado. Agora, já estabelecidas como referência, criaram o Donas do Jogo para assegurar maior visibilidade ao cenário feminino de Free Fire e expor novos talentos.

A oportunidade encontrada pela Babi e pela Voltan dialoga com toda a comunidade gamer feminina no Brasil, que atualmente representa 51,5% dos jogadores no país, ao mesmo tempo que os jogos Mobile, como o Free Fire, promovem maior inclusão por sua acessibilidade. A transmissão da competição, que ocorreu no canal da Twitch da Babi, manteve, então, um tom alegre e descontraído, jeito característico e conhecido das meninas, ao mesmo tempo que levantou bandeiras que afetam diretamente todas e todos aqueles que assistiram ao campeonato.

 

LOUD E Hyperanhas

As conhecidas Andressinha e Nath Fischer, do grupo Hyperanhas, performaram e lançaram a música “A Firma é Forte”, em parceria com a Babi e a Voltan. Em menos de uma hora, o videoclipe da música já havia atingido mais de 100 mil visualizações no youtube. Unidas pelos discursos de inclusão e empoderamento, o quarteto reúne os mundos da trap music com a de games, homenageando a LOUD e o cenário feminino de Free Fire, com um discurso que exalta o poder e a independência das meninas.

 

SOMOS LOUD Babi

Nesta segunda (13), a LOUD lançou um documentário sobre a vida e a carreira da Babi, contando a história da streamer desde a infância em Minas Gerais, até os dias de hoje. O vídeo, que está disponível no canal do YouTube da LOUD,  traz a participação de familiares da influenciadora e companheiros de LOUD, e curiosidades além do mundo dos games, como a paixão da Babi pelo futebol.

Itaú se une ao primeiro time campeão mundial de esports do Brasil

Errou feio quem disse que os eSports não tinham futuro. Ao passo que grandes times de futebol enfrentam dificuldades e falta de apoio, no meio dos esportes eletrônicos as coisas parecem mais promissoras. Pelo menos é isso que se absorve ao ver que o banco Itaú Unibanco e a equipe MIBR acabam de firmar uma parceria inédita. A parceria prevê uma série de ações com foco na experiência de quem acompanha e torce pelo MIBR. A primeira delas já está disponível nas redes das duas empresas, um manifesto na voz do rapper e poeta brasileiro, Rincon Sapiência, o querido Manicongo.

Com um olhar que relembra toda a trajetória do MIBR, o manifesto destaca os valores do time e convida o fã a revisitar uma história emocionante e marcada por muita resiliência, que se confunde com a de todos nós. Por meio da plataforma #IssoMudaOGame, o Itaú Unibanco e o MIBR buscam impactar e transformar o ecossistema, dando visibilidade às histórias, à paixão do time e de sua torcida ao redor do mundo. A parceria contempla as equipes de CS:GO, CS:GO Feminino, CS:GO Academy e Rainbow 6 Siege.

O lançamento contempla a veiculação do manifesto da marca, produzido pela agência DRUID, nos canais digitais e redes sociais. A ação é a primeira de uma série de conteúdos nos mais diferentes formatos a longo prazo, assim como benefícios e interações dedicadas à torcida. Para Yuri “Fly” Uchiyama, diretor do MIBR, a parceria é uma grande celebração à comunidade, o que faz do time um dos gigantes dos esports no mundo, e ao trabalho de todos que buscaram este crescimento.

“Muito antes de adentrar a diretoria eu aprendi a torcer, competir e a sonhar com o MIBR. Espero que vocês se sintam representados e inspirados como eu ao ver o que vem pela frente”, diz o executivo.

O lançamento do manifesto é a primeira de uma série de ações que terão como foco a experiência dos fãs. A parceria evidenciará a história do time em seu contexto atual, seus jogadores e os torcedores e deve apresentar cada vez mais ativações em breve.

Você pode conferir o manifesto do MIBR e Itaú Unibanco abaixo:

Pandemia desperta interesse dos jovens em se aprimorar nos jogos eletrônicos

A pandemia do covid-19 teve impacto nos hábitos dos jogadores de videogame mundo afora. De acordo com o Relatório Global de Mercado de E-sports feito pela NewZoo, principal empresa de análise deste segmento, vídeos de jogos eletrônicos já são mais consumidos que Spotify, Netflix, Amazon Prime, HBO e Disney Plus juntos. Com a chegada da pandemia e a necessidade do isolamento social, foi acrescentado a este cenário o componente tempo das pessoas em casa, que provocou um crescimento exponencial na busca por informações e aprendizado a respeito do tema.

No Brasil, uma das empresas que mais rapidamente captaram este fenômeno foi a Prota Games, produtora de conteúdo que alcança média superior a 2 milhões de visualizações semanais, somente no YouTube. A empresa produz materiais informativos, didáticos e de entretenimento para a plataforma, além de cursos pagos, sobre os jogos League of Legends, Free Fire, Fortnite, Valorant, Call of Duty e Wild Rift. O CEO da startup, Santiago Blanco, afirma que a avalanche de demanda foi detectada logo no primeiro mês de isolamento e, desde então, os canais da empresa têm mantido um crescimento médio de 110% de audiência ao mês.

“Chegamos à posição de segundo canal de e-sports mais visto no YouTube, apenas com trabalho orgânico. O próximo passo é justamente expor nossa marca ao mercado como oportunidade de investimento diferenciada e especializada para grandes marcas que querem investir neste universo”, explica.

Um dos grandes diferenciais da empresa é a oferta de conteúdos produzidos e ministrados por jogadores profissionais já consolidados no universo dos e-sports, o que atrai desde players ocasionais que desejam melhorar sua performance nos games até aqueles que sonham em se tornarem atletas de alto nível. Em todo o país, cerca de 95 milhões de pessoas se consideram gamers, conforme apurou a BBL, empresa especializada em soluções de entretenimento, que atua nos e-sports. Dessas, a Pesquisa Game Brasil 2021 mostrou que 74,6% consomem conteúdo do segmento no Youtube, totalizando um público de 72 milhões de pessoas.

 

Equipamentos de alta qualidade

Muitos jogadores atribuem a melhora em aspectos importantes dos games aos equipamentos utilizados. Um fone de alta qualidade auxilia melhor na identificação de um oponente, enquanto um mouse produzido especificamente para jogos pode tornar um movimento mais ágil. Porém, como atualmente os melhores produtos deste segmento são produzidos no exterior, o custo fica ainda maior devido às importações.

Um levantamento feito pela empresa com cerca de 16 mil pessoas determinou quais equipamentos os gamers brasileiros desejam melhorar entre os que já possuem. 53% afirmaram que desejam adquirir cadeiras gamers, que são desenvolvidas para proporcionar maior conforto durante as partidas e podem custar de R﹩ 400,00 a mais de R﹩ 5 mil. Outros 19% consideram os headsets (fones com microfone) mais urgentes, enquanto teclados (15%) e mouses (13%) foram os itens menos desejados.