Gen Con – maior evento de jogos de cartas recebe evento totalmente digital amanhã (29/07)

Amanhã inicia a Gen Con Online, a versão digital do maior convenção de jogos de mesa, cartas e RPG do mundo. Com o cancelamento de sua edição 2020, a organização do evento acabou projetando uma mega “convenção online”, espalhando “hubs” em várias línguas, para receber pessoas do mundo inteiro. O Brasil irá receber uma versão online, que promete diversas novidades para quem aprecia board games.

Para a língua portuguesa, os conteúdos ficaram a cargo da Business 2 Board, que convidou o Prof. Arnaldo V. Carvalho do LabJog/ GPIDOC-ISERJ para coordenar o setor de jogos e educação. A programação piloto deste ano é enxuta, mas conta com mesas temáticas, workshop e conferências. De acordo com os organizadores, o jogo de mesa é importante, pois une as pessoas em uma sociedade cada vez mais dividida; e agora também distanciada.

Abaixo você confere a programação da Gen Con Online:

Quinta-feira, 30 de julho

13H Live de abertura do Painel Educação com Arnaldo V. Carvalho

15H – Mesa temática 1 – Educação lúdica e neurociência

Com Liana Tubelo (Brinquedoteca Mun. Capão da Canoa), Gláucio Aranha (UFRJ). Mediação: André Souza (Jogando Mais)

20H – Mesa temática 2 – Educação com jogos de tabuleiro: Experiências na Escola Básica

Com Ralph Gomes (Gorro do Saci / CEN) e Auriston Garcia (Rede pública). Mediação: Ana Deslandes (P.II)

Sexta-feira, 31 de julho

17H – Mesa temática 3 – Educação lúdica e criticidade social Brasileira

Com Arnaldo V. Carvalho (LABJOG/ GPIDOC – ISERJ), Eliane Betocchi (UFMG). Mediação: João Léste (Sejoga)

20H – Mesa temática 4 – Educação com jogos de tabuleiro: experiências no Ensino Superior

Com Francis Moraes de Almeida (UFSM) e, Luish Moraes (UFMG). Mediação: Carolina Spiegel (UFF/IOC Fiocruz)

Sábado, 1 de agosto

Manhã RPG & Cardgame na Educação

09H – Case: o sucesso de um TCG em uma escola pública da periferia do Rio de Janeiro

Com Jorge Jacoh (rede pública do Rio de Janeiro)

11H – RPG e educação no Brasil: Histórias de sua história

Com Sonia Rodrigues, Luiz Eduardo Ricón e Carlos Klimick. Mediação: Leonardo Ramos (B2B)

12H – Panorama RPG e Educação brasileira nos anos 2020

Com Mateus Henriques Buffone (Jogarta), Stella Mendes (CHA Editora). Mediação: Jorge Valpaços. Participação especial: Prissilla Souza

Tarde

14/17H – Oficinas integradas de jogos na educação: Aprender jogando na GenCon Com Professores Arnaldo V. Carvalho (LabJog), Pedro Marins e Ralph Gomes (Gorro do Saci)

14H Aprender jogando na GENCON 1: fundamentos aos professores

15H Aprender jogando na GENCON 2: três jogos exemplificados

16H Aprender jogando na GENCON 3: Gencon convida as famílias

17H – Conferência: “Os jogos híbridos e suas possibilidades educacionais“

Com Geraldo Xexeo (LUDES/UFRJ)

18H – Mesa temática 5 – Jogos de tabuleiro e educação corporativa

Com Fernando Tsukumo (Sua Vez), Carolina Modaneze (Fagulha Jogos) e mediação/participação de Cecília Dante (B2B).

Domingo, 2 de agosto

10H – Mesa temática 6 – Panorama do Design de jogos na Educação

Com Daniel Sant’anna (D+1), Leandro Demenciano Costa (Ludilens) e Mediação/participação de Cynthia Dias

11H – Mesa temática 7 – Estudos lúdicos no Brasil: iniciativas

Com Ernane Guimarães (Rebel), Glaudiney Moreira (Igrejota) e mediação/participação de Pedro Vitiello (Ludus Magisterium)

15H – Live de encerramento da área Educação

Com Prof. Arnaldo V. Carvalho (LabJog) e Marcio Rolla (Terapia de Negócios)

Galápagos Jogos realiza amanhã torneio Grand Championships no Brasil

Curte jogos de tabuleiro? Pois então esta notícia é imperdível para você: a Galápagos Jogos realiza, nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro, o Grand Championships, torneio nacional que reunirá mais de 400 jogadores. Os competidores irão disputar pelo primeiro lugar dos jogos: Legend of the Five Rings (L5R), Star Wars: Destiny, Star Wars: W-Xing e Keyforge – este último sendo o jogo de cartas que vem batendo recordes de popularidade mundialmente. O evento acontece no Centro de Exposições e Convenções Expo Center Norte, na capital paulista.

O modelo do Grand Championships é de um torneio oficial, criado pela empresa americana Fantasy Flight, e é replicado ao redor do mundo em mais de 15 países diferentes – França, Reino Unido, Grécia, Austrália e China estão nessa lista. Enquanto os torneios são diversos, o Brasil se destaca neste ano com o segundo maior torneio de Keyforge do mundo, que traz como prêmio máximo a vaga para disputar o campeonato mundial de Keyforge em 2020. O sucesso do jogo – que é obra de Richard Garfield, mesmo criador de Magic: The Gathering – deve-se à simplicidade das regras e seu sistema de decks únicos: é possível sair jogando assim que se adquire um deck, com a certeza de que ninguém no mundo possui um conjunto de cartas igual ao seu.

Mesmo com os ingressos esgotados em menos de uma semana, quem não garantiu sua inscrição não precisa ficar de fora. Além dos eventos principais, o Grand Championships traz os eletrizantes eventos paralelos. Com formato mais enxuto, essas competições menores aceitam inscrições por ordem de chegada, basta adquirir seu ingresso na hora e se preparar para o duelo. Os eventos paralelos também possuem premiação e acontecem durante todo o final de semana dos Grand Championships.

Para consultar os horários de início dos eventos paralelos, programação detalhada de cada um dos dias de evento e informações sobre as premiações de cada categoria, acesse o site do torneio. O acesso ao evento da Galápagos é garantido somente com inscrição prévia ou compra de ingresso para eventos paralelos no local.

 

SERVIÇO – Grand Championships 2019

Data: 30 de novembro e 1º de dezembro (sábado e domingo)

Horário: 30/11 – a partir das 8h; 01/12 – a partir das 9h

Local: Expo Center Norte

Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333, Vila Guilherme – Segundo Pavimento – Salas Cantareira (Salas 2, 3 e 4)

Purposyum, Challengers of Justice –  jogo da ONU será lançado na “São Paulo Play Week”

Um dos games que mais devem chamar as atenções durante o evento São Paulo Play Week, a ocorrer em 28/11/2019, é o Purposyum, Challengers of Justice, um game criado pelos alunos da ETEC Parque da Juventude com a mediação de pesquisadores do grupo de pesquisa Cidade do Conhecimento da USP. Trata-se de um jogo de cartas que coloca os jogadores em um ambiente colaborativo. A ideia é que os jogadores se unam para defender o sistema solar.

Purposyum, Challengers of Justice foi selecionado pela Organização das Nações Unidas para Drogas e Crime (UNODC) em parceria com a UNESCO entre os dez jogos da campanha “Educação para a Justiça”. O motivo para isso é que o game tem um viés social bastante social e impactante. No jogo há uma disputa colaborativa entre planetas que podem se unir para propor soluções que superem os “Desafios da Justiça” e assim evitar a destruição do sistema solar. As soluções propostas são avaliadas pelos jogadores. O macete é que se não houver a resolução de um mínimo de desafios, todos perdem.

Durante a partida, vão surgindo algumas questões como “Salvar a todos ou salvar a mim mesmo?” e “O meu planeta é mais importante que os outros?” que ajudam os participantes a refletir e trabalhar noções e problemas atuais como xenofobia, discursos de ódio, homofobia e porte ilegal de armas.

A ideia do projeto Purposyum, Challengers of Justice ganhou maturidade após Gilson Schwartz, coordenador do grupo “Cidade do Conhecimento” na USP e diretor para América Latina da rede “Games for Change”, convidar alunos da ETEC Parque da Juventude para participar ao longo de 2018 do desenvolvimento do projeto a fim de participar do concurso da ONU, que pedia jogos não-digitais que promovessem a consciência crítica sobre direitos humanos, racismo, porte de armas, guerras, violência de gênero, corrupção, crimes ambientais e respeito às leis.

A participação no São Paulo Play Week serve ao propósito de abrir o projeto à participação de escolas de todo o Brasil, criando cartas com “ícones da justiça” próprias ou até novos jogos que fortaleçam a campanha mundial de “Educação para a Justiça”. De acordo com Schwartz, o evento na USP será uma oportunidade para mobilizar a participação e também para ampliar as fontes de patrocínio e investimento no projeto, por meio de “criptomoedas criativas” (moedas digitais).

“Por meio desse estímulo, veremos que é possível aprender, brincando, sobre justiça, igualdade, diversidade, paz e reconhecimento, estado de direito e tolerância “, disse Gilson Schwartz, coordenador do projeto.

Fotos: Reprodução/TV Globo

Sobre o São Paulo Play Week

O São Paulo Play Week 2019 tem como tema a “Acessibilidade, Diversidade e Justiça” e será realizada em São Paulo, entre os dias 28 de novembro e 8 de dezembro. O evento é conhecido como  o maior evento brasileiro voltado à criação de games, jogos e brinquedos de impactos social e pessoal transformadores, de modo que ele é organizado pela rede mundial “Games for Change” na América Latina em parceria com a ETEC Parque da Juventude e coordenação do grupo de pesquisa “Cidade do Conhecimento” da Universidade de São Paulo (USP). Para saber mais, acesse o site do evento.