Arquivo da tag: MMO

Top 6 – Motivos para começar ou voltar a jogar Ragnarok Online

Engana-se quem pensa que Ragnarok Online já era! O MMORPG da Level Up Games! continua muito vivo e forte entre uma comunidade. Se você parou de jogar, saiba que existem muitos motivos para reinstalar o game no seu PC e voltar a desbravar as terras de Rune-Midgard. Aliás, vale dizer que o título está se adaptando aos novos tempos. Um exemplo é a parceria com o jogo do momento, o battle royale mobile Free Fire, que está tendo um evento com skins de classes e monstros do jogo de PC, como o pet poring, os gorros de poring e skins de gatunos e guerreiros.

Foi pensando na importância de Ragnarok que o pessoal da Theo Games elaborou uma lista com 6 razões que tornam Ragnarök Online tão envolvente, seja para veteranos de longa data ou mesmo novatos que buscam começar agora suas aventuras pelos servidores. Confira:

 

  1. É de graça!

Talvez o motivo mais direto para testar Ragnarök Online é que ele não custa nada para jogar. Basta visitar o site oficial, baixar o game e começar a se aventurar.

 

  1. É leve

Você não precisa um computador da NASA ou de uma conexão à internet de ponta para rodar Ragnarök Online. Mesmo levando em conta os gráficos charmosos que misturam 2D e 3D, com praticamente qualquer máquina você já consegue se divertir.

 

  1. Novidades e mais de 15 anos de expansões

Ragnarök Online não é um mundo estático e recebe diversos updates, com novidades a cada mês, como itens cosméticos, quests e muitas surpresas. O jogo recebeu expansões constantemente desde o lançamento. Resultado: há um enorme mundo a ser explorado. A história também cresceu, desenvolvendo-se em nada menos que 37 episódios. Como o histórico update de dezembro de 2019 com os adoráveis gatos Doram, a primeira raça não-humana jogável do game.

 

  1. Crie um personagem único

Não só o mundo se expandiu nesse tempo, mas as possibilidades de jogar também. Hoje Ragnarök Online traz nada menos que 51 classes de personagens e 10 caminhos diferentes para escolher. Você pode ser um Espadachim, Arqueiro, Justiceiro, Gatuno, Mago, Alquimista, Arcebispo, Musa, Insurgente e muito mais!

 

  1. Fácil de aprender

Com tanto conteúdo, Ragnarök Online poderia ser intimidante para começar, mas uma série de guias, vídeos e tutoriais oficiais ajudam os novos jogadores a se tornarem verdadeiros mestres. E se ainda ficaram dúvidas, é só perguntar no fórum ou no canal oficial do Discord que alguém certamente irá ajudar.

 

  1. A comunidade

Ragnarök Online se tornou mais do que um jogo, mas uma gigantesca família com estimados 25 milhões de jogadores pelo mundo inteiro. Os brasileiros são particularmente apaixonados pelo jogo e adoram ajudar quem está voltando ou chegando agora e esta comunidade. E amam também se ver ao vivo, como nos populares “Ragnadays”, animados encontros da comunidade que acontecem mensalmente em São Paulo.

Arena Extra promove desafio de Clash Royale no mês de março em Curitiba

Quem é fã de Clash Royale tem de marcar na agenda todos os finais de semana entre 7 a 22 de março, pois é nesse período que a Arena extra vai receber um grande evento envolvendo o popular jogo de cartas da Supercell. O evento, que é gratuito, oferecerá a chance única aos visitantes para que joguem e interajam com diversos influenciadores na luta pela coroa. Quem visitar a Arena extra entre esses dias terá a chance de jogar contra o influenciador Bruno Clash e ser coroado como grande vencedor da galera. Em todos os dias também terão sessões de fotos.

Além de Bruno Clash, o evento também contará com a presença de Nery, do canal “Clash com Nery”, um dos maiores canais de Clash Royale do Brasil. Nos dias 7 e 8 de março, o influenciador Atchiin, conhecido pelo conteúdo focado no aspecto competitivo de Clash Royale, irá desafiar os concorrentes pela coroa. Já nos dias 14 e 15, será a vez de Decow, que já participou de diversas competições ao redor do mundo como jogador e como narrador. Por fim, nos dias 21 e 22 de março, Molizane, do canal “MolizaneTV”, animará o pessoal com seu humor característico.

A participação é gratuita e é necessário fazer um pré-registro no site oficial, agendando dia e horário da visita à Arena Extra. As vagas são limitadas, mas na loja será possível se cadastrar em uma lista de espera. É importante destacar que jogadores menores de 18 anos deverão estar acompanhados dos pais ou responsáveis que, por sua vez, também precisam se inscrever na Arena Extra. Todos devem portar documento original com foto como RG, CNH ou passaporte.

É possível obter mais detalhes e conferir o que rolou na edição anterior através do site oficial do evento.

 

SERVIÇO – Arena Extra – presented by Google Play – Desafio Clash Royale

Local: Extra – Alto da XV (Av. Mal. Humberto de Alencar Castelo Branco, 230, Curitiba – PR)

Horário: das 14h às 17h

Programação:

7 e 8 de março – Nery e Atchiin (apresentação: Bruno Clash)

14 e 15 de março – Nery e Decow (apresentação: Bruno Clash)

21 e 22 de março – Nery e Molizane (apresentação: Bruno Clash)

Check Point alerta gamers para os principais riscos da jogatina online

Os jogos eletrônicos possibilitam a imersão em mundos vastos e fantásticos de diversão, interação e aprendizado, entretanto – assim como em qualquer outra atividade – demanda alguns cuidados especiais, sobretudo para quem joga online. De acordo com a Check Point Software, gigante global de cybersegurança, a jogatina online pode expor o jogador a alguns perigos como downloads, roubo de identidade, perdas financeiras etc. Vale a pena ficar alerta, sobretudo para quem deixa os filhos jogarem sem supervisão.

Pensando nos golpes mais comuns e como eles podem afetar negativamente a vida das pessoas, a Check Point realizou um estudo sobre as principais armadilhas da jogatina online e soluções simples para se livrar de situações indesejadas. Confira:

  • Downloads indesejados: O fato de haver cada vez mais plataformas para jogar, obriga a que haja mais plataformas para os jogadores conseguirem efetuar o download dos jogos. A tendência é que estas plataformas cresçam cada vez mais. Muitas vezes, os gamers para não pagarem o preço dos videojogos efetuam downloads em sites não oficiais. Este feito implica um grave risco, porque é muito provável que os atacantes aproveitem esta tendência para incluir nos links de download dos jogos alguns softwares maliciosos, como malware ou ransomware, para acessar ao computador dos jogadores e infectá-lo. Por isso, é fundamental realizar estes downloads única e exclusivamente em websites de confiança.
  • Roubo de identidade: Seja através das funcionalidades dos chats dos games e plataformas online, ou por meio de e-mail, um dos principais riscos que os jogadores enfrentam é o roubo de identidade. Por meio desta técnica, conhecida como phishing, os cibercriminosos se passam por responsáveis de plataformas de games para se aproveitarem da confiança do interlocutor e mandar mensagens indicando que alguém tentou acessar sua conta. A Check Point recomenda “não compartilhem nunca os seus dados e senhas, já que nunca se sabe quem está do outro lado, além de que sua senha nunca será solicitada desse modo, pois a empresa na verdade tem acesso a esses dados”.
  • Perdas financeiras: Quase todas as plataformas de games e downloads pedem dados bancários para realizar a compra de títulos, renovar assinaturas, etc. Apesar de ser algo habitual, este é um dos principais riscos para os gamers, já que, um atacante pode se fazer passar por outro jogador, podendo acessar ao seu perfil, permitindo obter toda a informação e, inclusive, realizar compras em seu nome. O mais recomendável é evitar ao máximo introduzir os dados bancários neste tipo de plataformas para que desta forma seja possível minimizar os riscos de fraude econômica. A Check Point recomenda utilizar serviços de pagamento como o PayPal, porque oferecem mais segurança ao utilizador e a garantia no caso de perdas econômicas.

“Milhões de pessoas em todo o mundo têm perfis criados nas plataformas de videogames mais difundidas do mundo. Isto faz com que estas se convertam num alvo cada vez mais atrativo para os atacantes, devido à quantidade de credenciais bancárias e dados a que se pode acessar”, assinala Fernando De Falchi, gerente de Engenharia de Segurança da Check Point do Brasil. “Aliás, devido à circunstância de alguns dispositivos e consoles não terem soluções de proteção contra vírus, eles são muito vulneráveis frente a qualquer tipo de ciber-ameaças. É fundamental que os utilizadores conheçam os principais perigos e como podem evitá-los”, acrescenta Falchi.

Por fim, os Especialistas da Check Point assinalam que a melhor estratégia para evitar que o jogo online através de videogames não se converta num pesadelo é a prevenção e desconfiar sempre. Sabe aquele e-mail mal escrito dizendo que você ganhou crédito no jogo e para resgatá-los basta clicar em determinado link? Suspeite! É muito importante detectar qualquer tipo de ameaça que lhe seja efetuada. Mas não basta apenas ficar desconfiado, é necessário denunciar às autoridades competentes, visto que é o único modo de pôr fim a estas campanhas maliciosas através destas plataformas.

Conheça o Swarmio, plataforma de eSports criada para disponibilizar jogatina online sem lags

Cansado de lags nos seus jogos online? Se a resposta for positiva, conheça o Swarmio, a plataforma criada pela Ubique Networks, que chega ao Brasil graças a uma parceria com a Glameplan. A plataforma é baseada em blockchain que entrega uma experiência mais fluída para títulos multiplayer online como Counter-Strike Global Offensive (CS:GO) e League of Legends, entre outros. Os criadores garantem que a plataforma é capaz de fornecer aos organizadores de torneios e casters as ferramentas necessárias para ter experiências profissionais de eSports em qualquer nível de conhecimento, em qualquer lugar do mundo.

Para garantir a melhor experiência de jogo, a Swarmio integra uma tecnologia de redes global proprietária que otimiza a latência. A parceria entre GamePlan e Ubique Networks foi possibilitada por conta do trabalho feito pelo Consulado Geral do Canadá, que identificou a GamePlan como uma empresa capacitada a atender às necessidades da Ubique Networks, além de outras empresas canadenses, em estabelecer negócios no Brasil.

“Jogadores no Brasil, assim como organizadores de torneios, serão os primeiros na América do Sul a aproveitar dos benefícios da plataforma Swarmio sem lag para eSports”, explica Vijai Karthigesu, fundador e CEO da Ubique Networks. “O Brasil é o principal mercado da região e que vem crescendo ano a ano em número de jogadores online, e estamos empolgados com o lançamento no país ainda neste trimestre”.

Para quem não conhece, a GamePlan é uma consultoria brasileira especializada em games fundada em 2014. Já a Ubique Networks é a fornecedora da única plataforma vertical integrada para eSports. Sua plataforma Swarmio, para esports é a única no mundo a usar a infraestrutura global ao integrar tecnologias sem lag a um sistema completo e automatizado de gerenciamento de torneios para dar aos gamers a experiência mais avançada. Se as promessas forem cumpridas, a jogatina online no Brasil será melhorada drasticamente.

Game of Thrones: Conquest – domine os sete reinos de Westeros e o trono de ferro neste jogo mobile

A série de televisão mais impactante dos últimos anos agora ganha um game para celulares! Chamado Game of Thrones: Conquest, o título coloca o jogador em uma divertida guerra estratégica para decidir quem irá controlar os sete reinos de Westeros. O game é fruto de uma parceria entre a Warner Bros. e a HBO (e desenvolvido pela Turbine) e já está disponível para usuários Android e iPhone.

Game of Thrones: Conquest segue o estilo MMO e estratégia. Os jogadores devem primeiro criar sua própria casa com direito a brasão e exércitos para enfrentar as tradicionais casas Lannister, Targaryen, Baratheon, Bolton, entre outras. Além de bolar as melhores estratégias para destruir o exército é possível também sabotar os inimigos utilizando espiões. Alguns rostos familiares da série da HBO fazem aparição no jogo, tais como Jon Snow, Daenerys Targaryen, Petyr Baelish e outros.

“A manobra política de Game of Thrones sempre foi um dos elementos mais interessantes do show, e agora os jogadores podem viver essa fantasia enquanto competem com milhares de outras pessoas pelo controle do Trono de Ferro”, afirma Tom Casey, Vice-Presidente , da Turbine. “Existe também a oportunidade de trair seus aliados e revelar seus esquemas mais astutos para ganhar mais poder, o que pode levar a momentos muito intensos e divertidos”.

Navegar em Westeros não será simples, mas com a ajuda do inovador Sistema Allegiance, os jogadores podem recrutar aliados de todo o mundo para ter uma chance de conquistar o Trono de Ferro enquanto provam sua lealdade a seu senhor ou senhora. Mas, neste mundo dinâmico e político, existe a opção de escolher entre traição e lealdade e, no melhor estilo Game of Thrones, alianças podem ser quebradas para aumentar sua influência em Westeros.

Em Game of Thrones: Conquest, os jogadores podem capturar mais de 120 Pontos de Poder icônicos da série, como King’s Landing e Winterfell. Para controlar esses locais, você deve recrutar aliados, já que nenhuma guerra é vencida sozinha. Os jogadores devem criar seus exércitos e travar batalhas contra rivais para capturar essas fortalezas icônicas. Uma vez capturadas, será necessário defendê-las, já que cada Ponto de Poder confere ao jogador upgrades militares e econômicos. As fortalezas apontarão seus próprios pequenos conselhos e recompensarão aqueles mais fieis, tornando-os os defensores do ponto de poder.

Se você é um dos milhares de apaixonados pela série da HBO e um sagaz jogador de estratégia, dê uma olhada neste título que promete fazer bastante sucesso, tal como o seriado. E lembre-se: o inverno já chegou! Valar Morghulis.

Confira o trailer de lançamento de Game of Thrones: Conquest:

NEXON dá início ao beta limitado do MMO mobile Durango

A NEXON está investindo pesado no gênero MMO e seu mais novo game está com os motores aquecidos para alcançar os jogadores. Durango é um MMORPG ao estilo sandbox com um número infinito de ilhas, cheio de dinossauros primitivos aguardando a descoberta do jogador. A versão Beta Limitada está aberta e vai até 4 de janeiro de 2017. Os usuários de Android que querem se juntar ao Beta ainda podem se inscrever no site do game.

Como um dos desenvolvedores por trás do popular jogo de PC, o MMO Vindictus, o What! Studio (do diretor Eunseok Yi) colocará os jogadores em um mundo desconhecido onde dinossauros ainda vagam livremente em Durango. Os jogadores ficam livres em um mundo bonito, mas perigoso, onde a sobrevivência é a prioridade número um. A intenção é entregar uma experiência imersiva e interativa. Os jogadores irão guiar seus personagens enquanto eles aprendem a construir comunidades, caçar, descobrir e batalhar para manter seu clã vivo na terra estrangeira atormentada por clãs rivais e dinossauros.

De acordo com os desenvolvedores, em Durango é possível construir um império comercial, ou seja, você está livre para simplesmente comprar e revender mercadorias ingame. Além disso, você vai passar muito tempo caçando e domando dinossauros ou aliar-se a um determinado clã e enfrentar outros jogadores espalhados pelo mundo.

O beta limitado de Durango está disponível nos EUA, Europa, Austrália, Canadá, América do Sul e em outros territórios seletos, exceto China continental e Japão. A intenção é coletar feedback da comunidade e corrigir bugs e aprimorar a experiência de jogo. Um dos destaques do título é seu estilo artístico que é bastante impressionante e esbanja cenários belíssimos. Se você está interessado, basta fazer a inscrição no site para participar do Beta Test no iOS e Android.

Abaixo tem o trailer de Durango:

RPG VIDA será lançado em capítulos

Você já ouviu falar de VIDA, o RPG brasileiro criado por Flavio Creasso há 5 anos e que é conhecido como “o Diablo brasileiro”. Pois bem, o game ainda não foi lançado oficialmente, mas enfim temos algumas novidades importantes para compartilhar. A página da campanha crowdfunding para o pré-lançamento foi ao ar recentemente e em um vídeo de esclarecimento, Creasso informa que o jogo será produzido e distribuído em capítulos.

O mesmo modelo de negócios é aplicado por grandes jogos, tais como o remake de Final Fantasy VII da Square Enix, que também será vendido através de capítulos. De acordo com Creasso, sua intenção é permitir que a comunidade de jogadores decida junto com ele qual o destino dos personagens nos capítulos vindouros, de modo que toda a trama está em aberto.

Vale destacar que na época que VIDA começou a sair do papel, Creasso estava sem saída para viabilizar o projeto financeiramente, mas agora esta a possibilidade de crowdfunding não apenas permite que o projeto seja lançado, mas também por tornar o projeto maior e mais dinâmico. Além disso, tal novidade vai refletir no preço que o jogador brasileiro vai ver na loja, um compromisso que esperamos ver ele manter.

A campanha de VIDA já está no ar e continuará durante todo o mês de Março e uma doação de R$15,00 já dá acesso ao primeiro capítulo na data de lançamento, créditos como beta tester e acesso a um grupo secreto de facebook onde os fãs poderão testar versões especiais e manter contato direto com o desenvolvedor até o lançamento do jogo no final. A previsão é que o lançamento ocorra em outubro deste ano.

Abaixo tem o vídeo de esclarecimento de VIDA:

Counter-Strike Nexon Zombies é o pesadelo antes do Natal

Counter Strike está longe de acabar! Para quem pensava que o famoso shooter que virou febre nas lan houses já estava morto e enterrado, a Nexon Europe anunciou há pouco a expansão Counter Strike Nexon Zombies, um título que, como o nome evidencia, coloca os jogadores para batalhar contra hordas de mortos-vivos com a mesma pegada do clássico dos shooters.

Tal lançamento chama-se Nexon Zombies e começou a ser lançada no dia 14 e vai terminar no dia 18 de dezembro. De acordo com a Nexon, ela inclui um conjunto de novos mapas, novos itens e, naturalmente, os inimigos zumbis, incluindo bosses difíceis de serem vencidos. Ao todo o game conta com cerca de 20 modos de jogo e 60 mapas para explorar com os amigos no multiplayer online.

O pacote é fruto da parceria entre a Nexon e a Valve para lançar o título através da Steam. De acordo com Kenny Chang, CEO da Nexon Europe, a expansão Enter the Nightmare irá surpreender tantos os jogadores antigos de Counter Strike quanto novos jogadores que não estão familiarizados com mecânicas FPS. A intenção da Nexon parece ser a de presentear os fãs dedicados da franquia CS, que andou fora dos holofotes por algum tempo.

Para isso, a Nexon tornou os zumbis rápidos e fortes, de modo que os jogadores precisarão ser rápidos no gatilho para derrotar a infestação, tal como ocorre em jogos como Dead Island e Left 4 Dead. Quem não se sentir corajoso o bastante para enfrentar zumbis, há modos mais tradicionais, como resgate de reféns ou desarmar bombas.

Por fim, há um sistema de clãs que permite criar a equipe dos sonhos com seus amigos, de modo que vocês recebem recompensas rapidamente e evoluir os personagens em conjunto. E tal como em RPGs, há um sistema de crafting para melhoria de armas e habilidades a fim de tornar o massacre zumbi mais divertido e facilitado. Nexon Zombies é exclusivo para PCs e pode ser acessado através da Steam.

Abaixo tem o trailer de Nexon Zombies:

Desire Universe inicia projeto multimídia que apresenta mundo de fantasia e ficção científica

Hoje o destaque é um projeto multimídia criada por brasileiros e que já está em fase de desenvolvimento há cerca de vinte anos e está prestes a se tornar algo grande! Trata-se de Desire, da empresa Desire Universe, um projeto de ficção científica e fantasia que envolve livros, RPG, animação e MMO.

O projeto Desire será lançado aos poucos, sendo que a primeira parte é o lançamento de um livro chamado Archin, que conta a história de Archin, uma divindade que está em busca de seu irmão no universo. Com o decorrer desta jornada, este ser precisou proteger sua essência, sendo assim, Archin fragmenta sua alma em três partes e as envia a um pequeno planeta chamado Uria (a Terra).

Cada um desses fragmentos é deixado aos cuidados de três nativos humanos: um guerreiro indígena, um padre bretão e um samurai japonês. O romance aborda de forma filosófica a história desses três seres humanos que contém uma entidade superior dentro deles e como isso influencia no convívio e contato com seu meio e pessoas ao seu redor. Ao longo da narrativa, o leitor vai entender o porquê de essas figuras carregarem algo tão especial.

Claro que o livro é apenas a ponta do iceberg, de acordo com os responsáveis pelo projeto, futuramente o universo Desire vai contemplar um MMO, animações, quadrinhos, pôsteres etc. Vale destacar, aliás, que essa vocação midiática de Desire não é de agora. Na verdade, quando o Universo Desire surgiu em meados dos anos 90 pela mente de  Daniel Abrahão, designer gráfico, ele era um jogo de RPG de mesa que acabou ganhando suas próprias regras e evoluiu nesses vinte anos até ser o que é hoje. Nesse caminho ele passou por diversos eventos como Animecon, Anime Friends, Mangacon, entre outros, sendo visto e jogado por mais de cinco mil pessoas.

Além de Daniel Abrahão, Desire também tem entre seus idealizadores o escritor de ficção científica, fantasia e horror, Roberto Causo, que é considerado o maior escritor de ficção científica do Brasil. Outra figura importante da equipe é o ilustrador Diego Cunha, que já fez trabalhos para a Wizards of the Coast em ilustrações para cartas Magic.

Quando o MMO e a animação chegarão ao mercado é incerto e tudo depende do sucesso da série de livros. O livro está em pré-venda no Kickante e precisa de sua ajuda. Vamos colaborar?

Vídeo da campanha Desire Universe:

UOL lança novo portal de notícias voltado aos fãs de MMO

Quem curte e aprecia jogos do gênero MMO poderão acompanhar as notícias do gênero através do site Domínio MMO, um novo site hospedado na rede UOL, a maior empresa de internet da América Latina. O site surgiu através de uma parceria do UOL com o dominiommo.com.br e terá como editor o João José Gois Rodrigues, que já atuava como redator no UOL Boa Compra e atuou como manager na Gamérica.

O objetivo do site é manter os usuários atualizados das principais novidades e atualizações do nicho Massive Multiplayer Online. Além disso, o site trará análises e vídeos elaborados que aprofundem esses jogos de forma que até então vem sendo ignorada pela maior parte da mídia. O foco serão os jogos MMOs, browser games e os MOBAs.

O site será alimentado com conteúdos produzidos no Brasil, mas também haverão traduções de conteúdos do site norte-americano  MMORPG.com, que assinou uma parceria com o Uol para o fornecimento de conteúdo. O MMORPG.com é atualmente uma referência quando o assunto é RPG online.

“Estamos muito felizes de anunciar esta parceria entre o MMORPG.com e o UOL para criar o DomínioMMO.  Agora, toda a cobertura e novidades que disponibilizamos para a América do Norte serão traduzidas e alcançarão o público Sul americano. Com o mercado brasileiro de games em ascensão, é importante que os jogadores deste hemisfério tenham acesso ao conteúdo que nós criamos. Estamos muito animados em trabalhar com os nossos amigos brasileiros e prevemos um futuro brilhante pela frente”, disse Craig McGregor, CEO do MMORPG.com.

Com o lançamento do novo site, o Uol preenche uma lacuna que havia no Brasil quando o assunto eram MMOs. Vale lembrar que os brasileiros são alguns dos maiores utilizadores de internet do mundo e que existem cerca de 35 milhões de jogadores ativos no país.