Top 10: Jogos de construção e administração similares a Sim City

Os jogos de construção e administração têm cativado os entusiastas por décadas, permitindo que os jogadores se tornem os mestres de suas próprias criações. Entre esses jogos, um clássico que sempre se destaca é o famoso Sim City. No entanto, para aqueles que desejam explorar novas experiências ou procuram expandir seu repertório de jogos de construção e administração, há uma variedade de opções igualmente cativantes disponíveis, além da experiência da Electronic Arts.

Neste artigo, apresentaremos uma lista com 10 jogos que compartilham semelhanças com Sim City, proporcionando aos jogadores a oportunidade de mergulhar em mundos virtuais repletos de construção, planejamento urbano e gestão de recursos. Se você é fã de construir e administrar cidades, impérios ou até mesmo parques temáticos, continue lendo para descobrir algumas alternativas emocionantes e desafiadoras aos clássicos jogos do gênero.

 

Cities: Skylines

Cities: Skylines é um jogo de construção de cidades que oferece uma experiência abrangente e detalhada. Os jogadores têm controle total sobre a criação e expansão de suas cidades, desde a construção de estradas e zonas residenciais até o gerenciamento de serviços públicos e políticas municipais. Com uma ampla gama de opções e modificações disponíveis, Cities: Skylines permite que os jogadores criem cidades únicas e vibrantes.

 

Tropico 6

Tropico 6 coloca os jogadores no papel de um ditador em uma ilha paradisíaca. Neste jogo de construção e administração, você assume o controle de todos os aspectos da vida dos cidadãos, desde a construção de infraestruturas até a gestão da economia e política. Com um toque de humor, Tropico 6 oferece um ambiente cativante e desafiador para os aspirantes a ditadores.

 

Anno 1800

Anno 1800 é um jogo de construção e estratégia que se passa durante a Revolução Industrial. Os jogadores têm a tarefa de construir e gerenciar cidades, estabelecendo rotas de comércio, expandindo suas indústrias e equilibrando as necessidades dos cidadãos. Com sua atmosfera detalhada e mecânicas de jogo complexas, Anno 1800 oferece uma experiência imersiva de construção e administração.

 

Banished

Banished

Em Banished, os jogadores assumem o papel de líder de um grupo de colonos que foram banidos de sua terra natal. O objetivo é construir uma nova comunidade próspera em um ambiente selvagem e hostil. Gerenciando recursos, população e desafios climáticos, os jogadores devem tomar decisões estratégicas para garantir a sobrevivência e o crescimento de sua cidade.

 

Frostpunk

Frostpunk é um jogo de sobrevivência e construção ambientado em um mundo pós-apocalíptico congelado. Os jogadores são encarregados de liderar um grupo de sobreviventes e construir uma cidade em torno de um gerador de calor central. A tomada de decisões difíceis, como a alocação de recursos escassos e a implementação de leis controversas, é essencial para o sucesso e a sobrevivência da sociedade.

 

Planet Coaster

Planet Coaster

Planet Coaster permite que os jogadores criem seu próprio parque de diversões dos sonhos. Desde a criação de montanhas-russas emocionantes até a gestão de funcionários e a satisfação dos visitantes, este jogo de construção oferece uma experiência completa. Com ferramentas de personalização avançadas e gráficos impressionantes, Planet Coaster proporciona horas de diversão criativa.

 

Prison Architect

Prison Architect

Em Prison Architect, os jogadores têm a tarefa de projetar e gerenciar uma prisão de segurança máxima. Construir celas, contratar funcionários, manter a ordem e reabilitar os prisioneiros são alguns dos desafios enfrentados. Com uma abordagem única de construção e administração, este jogo oferece uma perspecttiva fascinante sobre os desafios e complexidades do sistema prisional.

 

Caesar IV

Caesar IV

Caesar IV transporta os jogadores de volta à Roma Antiga, onde têm a oportunidade de construir e administrar uma cidade próspera como um governador romano. Desde a construção de estruturas e o gerenciamento de recursos até a manutenção da felicidade e satisfação dos cidadãos, este jogo oferece uma experiência imersiva de construção e administração no contexto histórico.

 

Citystate

Citystate

Citystate é um jogo de construção e administração que se concentra na economia, política e desenvolvimento urbano. Os jogadores enfrentam o desafio de construir uma cidade a partir do zero e equilibrar as necessidades da população com o crescimento econômico sustentável. Com opções políticas e econômicas complexas, Citystate oferece uma experiência desafiadora e estratégica.

 

Workers & Resources: Soviet Republic

Workers & Resources: Soviet Republic

Neste jogo de construção e gerenciamento, os jogadores são transportados para a era soviética e têm a tarefa de construir e administrar uma república industrial. Desde a extração de recursos até a construção de infraestruturas e o gerenciamento de transportes, os jogadores enfrentam desafios únicos em um ambiente de planejamento econômico centralizado.

 

Cada um desses jogos proporciona uma experiência envolvente e desafiadora de construção e administração, permitindo que os jogadores mergulhem em diferentes cenários e desafios. Se você é fã de Sim City, esses jogos certamente irão oferecer muitas horas de diversão e exploração.

Top 8: Jogos educativos que você não sabia

Que os videogames podem ser educativos, você já sabia. Mas é muito fácil apontar jogos assim quando os exemplos são jogos educativos. Você já imaginou que tem uma série de jogos digitais bastante comerciais que podem ensinar algumas coisas surpreendentes sem que os jogadores se dêem conta? Sim, apostamos que em sua biblioteca de jogos tem muita coisa educativa.

Talvez pensando nisso, a Stoodi, startup de educação a distância que oferece videoaulas, plano de estudos e monitorias transmitidas ao vivo, selecionou uma lista com 8 jogos desse tipo, que podem fazer o estudante se divertir bastante, mas depois sair correndo para os livros e conhecer um pouco mais sobre tais conceitos.

 

1 – Sim City

Jogos

A primeira versão do Sim City – game no qual o jogador cria e controla a infraestrutura de uma cidade – foi lançada em 1989. De lá para cá, a qualidade dos gráficos melhorou bastante e os desafios ficaram mais complexos. Mas o que se manteve intacto em todas as edições do jogo é a coerência com a realidade. Liberar o funcionamento de jogos de azar na cidade, por exemplo, pode impulsionar a arrecadação do município, mas também vai fazer a criminalidade aumentar.

Se o jogador não souber investir de forma equilibrada nos diferentes setores da economia e não tiver claros conceitos de sustentabilidade, urbanismo e transporte público, sua cidade será caótica. O game é uma verdadeira aula de geopolítica, em especial a 4º versão, que é complexa e traz uma série de desafios que o jogador deve levar em consideração se quiser fazer a cidade crescer sem quebrar ou se tornar um lixão.

 

2 –  Democracy

Democracy

Se em Sim City, o jogador tem o cargo de prefeito, em Democracy ele pode ser presidente, primeiro-ministro e até um ditador austero. Apesar de não ser muito rico em atrativos gráficos, Democracy compensa na constituição dos regimes de poder, que é retratada com detalhes. O jogador vai sentir na ‘pele’ os efeitos causados por suas medidas de governo junto à população, que refletirão nas urnas na próxima eleição.

O jogo dá até opções de usar manobras questionáveis para ‘manchar’ a imagem dos candidatos concorrentes. Qualquer semelhança com a realidade não é mera coincidência. Aqui você ganha noções de Filosofia Política, matéria muito importante na grade de universidades como Relações Internacionais.

 

3 – SPORE

spore

Nada dá mais prazer a um gamer do que observar seu personagem – inicialmente uma criatura frágil – evoluir com o tempo, ganhar habilidades e conquistar o mundo. O que dizer então do SPORE, que remonta a origem do universo? O game dá noções importantes sobre Biologia e Ecossistema. A ideia vem sendo aclamada porque faz o jogador começar seu desafio como um simples micróbio que luta para se manter vivo na face do planeta. Com o tempo e, dependendo das escolhas que fizer, o jogador poderá destravar novas formas de vida, desenvolver-se como uma nova criatura, unir-se em tribos, construir cidades e até conquistar novos territórios.

 

4 – Bioshock: Infinity

bioshock-infinite-playreplay1

Outro fenômeno da crítica, Bioshock Infinity ganhou 85 prêmios somente na época de seu lançamento por não ter medo de abordar temas polêmicos. O jogo se passa em Columbia, cidade em que está prestes a eclodir uma guerra civil. De um lado, o governo ultranacionalista defende um Estado exclusivo para brancos norte-americanos. Do outro, um grupo de rebeldes, que luta para tomar o controle do poder e restabelecer direitos para cidadãos de todas as raças e religiões.

Como se não bastasse, há ainda fendas abertas no espaço-tempo, que usa conceitos da Teoria da Relatividade para explicar a aparição de estranhos elementos do futuro no passado. Você está se perguntando o que pode ser aprendido com este jogo? Para começar temos noções claras de Filosofia, Religião e Física Quântica.

 

5 – Battlefield

battlefield 1

Por mais triste que seja, aprender sobre as grandes guerras que ocorreram é essencial para entender como o mundo funciona. O Battlefield é um prato cheio para quem curte História, pois ele recria com máxima fidelidade as batalhas que aconteceram, inclusive com armas, veículos, trajes e objetivos idênticos aos cumpridos pelos soldados reais.

A primeira versão do jogo se passava na 2ª Guerra e transportava o jogador para as batalhas de Normandia, de Midway e de Guadalcanal, mas a franquia já abordou combates contemporâneos com exércitos norte-americanos e do Oriente Médio. Com lançamento programado para outubro, o novo Battlefield recriará a 1ª Guerra Mundial.

 

6 – Assassin’s Creed

top-10-assassins-creed-01

Outro jogo que pega forte em História é Assassin’s Creed. A franquia da Ubisoft já vendeu mais de 75 milhões de cópias ao redor do mundo por conseguir mesclar com maestria a história real com a do jogo. O segundo jogo da série, por exemplo, se passa no Período Renascentista e nele é possível observar grandes obras da arquitetura como a Basílica de Santa Maria Del Fiori, em Florença e até pedir ajuda a Leonardo Da Vinci para resolver um enigma.

 

7 – God of War e Dante’s Inferno

GodOfWarGhostOfSparta_Hero_vf3

Inspirada na mitologia grega, God of War virou um sucesso de público desde sua primeira edição. Nela, o jogador vive Kratos, um semideus que comanda um exército em Esparta e enfrenta diversos dilemas morais que terão consequências no resultado final. Apesar do clima de fantasia, o game apresenta toda a cultura religiosa da Grécia antiga.

Já o concorrente, Dante’s Inferno tem inspiração nos contos de Dante Alighieri para a Divina Comédia. Tal como no livro, o jogo retrata os núcleos do Inferno, de modo que questões filosóficas, religiosas e históricas são bem presentes na obra. Ah, nossa chamada são 8 games, mas não podíamos deixar de citar Dante’s Inferno, certo?

 

8 – Angry Birds

angry-birds

Aqui não temos um capítulo da nossa História, mas aprender Física pode ficar mais divertido com o jogo Angry Birds, onde saber aplicar o conceito de movimento parabólico é essencial para lançar o passarinho no alvo com precisão. O game envolve energia mecânica, energia potencial gravitacional, energia cinética, energia elástica, aceleração, velocidade, força, atrito, massa, impulso, trabalho e gravidade, ufa! Angry Birds foi baixado em 2 bilhões de celulares e ostentava o título de mais popular do planeta até a chegada do Pokémon Go