Museu do Videogame Itinerante faz o checkpoint no Atrium Shopping de Santo André

Após passar por diversas cidades, chegou a vez de Santo André receber o Museu Itinerante. A atração desembarca no Atrium Shopping no próximo dia 07 de março e fica até o dia 22 do mesmo mês. O Museu Itinerante resgata 48 anos de história dos videogames, reunindo mais de 300 consoles, desde o primeiro fabricado em 1972 até os mais recentes lançamentos, além de sediar torneios de jogos antigos e atuais, encontros de K-Pop e concurso de Cosplay.

A atração foi a primeira do gênero do País registrado pelo Ibram – Instituto Brasileiro de Museus e chega a receber cerca de 5 milhões de visitantes ao ano. Em 2014, recebeu o prêmio de museu mais criativo do Brasil pelo Ministério da Cultura. Em 2016, foi um dos museus escolhidos para representar o país no maior encontro de museus do mundo, em Paris.

Entre as relíquias que estarão expostas no Atrium Shopping estão o primeiro console fabricado no mundo, o Magnavox Odyssey, de 1972; o Atari Pong; Fairchild Channel F; o Telejogo Philco Ford; o Nintendo Virtual Boy; o Vectrex; o Microvision (primeiro portátil a usar cartucho) e o R.O.B (robozinho lançado juntamente com o Nintendo 8 bits, em 1985).

Além de conhecer consoles e jogos raros, os visitantes podem jogar gratuitamente em alguns videogames que fizeram história, tais como o Atari 2600, o Nintendinho 8 bits, Master System, Mega Drive, Sega CD, Super Nintendo, Nintendo 64, Game Cube, Sega Dreamcast, Xbox, Playstation 1, PlayStation 2, entre outros. Quem quiser apresentar os videogames aos filhos tem no Museu do Videogame Itinerante uma oportunidade para mostrar as velhas e novas gerações, pois o PS4 e o Xbox One estarão presentes também.

De acordo com a organização do Museu, o público também poderá experimentar a nova tecnologia de realidade virtual para os consoles PlayStation 4, o PlayStation VR. O evento contará também com a área destinada ao Switch. Já para aqueles que curtem dançar e suar a camisa, uma outra atração será o palco Just Dance. Os melhores dançarinos poderão participar do concurso Just Dance, da Ubisoft, e faturar brindes e prêmios.

Por fim, porém não menos importante, o Museu Itinerante conta com um especialíssimo concurso de Cosplay, no dia 21 de março. As inscrições devem ser realizadas no local. Mais informações no site.

Serviço – Museu do Videogame Itinerante no Atrium shopping

Quando: De 07 a 22 de março, de segunda a sábado, das 15h às 21h; domingos, das 14h às 20h

Onde: Atrium Shopping – Piso Térreo – Rua Giovanni Battista Pirelli, 155 – Vila Homero Thon, Santo André – SP

Quanto: Grátis

Casa Grande Hotel apresenta o Arena Gamer, primeiro espaço de games do litoral paulista

Nessas férias há quem prefira pegar uma praia e há àqueles que prefiram relaxar jogando videogames. Foi pensando nisso que o time do Casa Grande Hotel Resort & Spa resolveu inovar com a criação do primeiríssimo espaço dedicado a jogos digitais do litoral paulista, o Arena Gamer. Instalado dentro do Sport Center, maior parque de diversão indoor do litoral brasileiro, o Arena Gamer conta com uma série de jogos que agradam o público mais retrô e aos mais novos.

No Arena Gamer é possível se divertir com clássicos como Super Mario Bros., Sonic e Pac-Man, além de títulos mais modernos como o Fortnite, FIFA, PES 20 e outros favoritos da nova geração. A intenção é agradar todas as gerações, ideal para levar os filhos e passar horas de diversão antes ou depois de curtir as praias do litoral.

A cereja do bolo do Arena Gamer é o espaço dedicado à realidade virtual, que oferece várias opções de simuladores, torneio de tênis, montanha russa, entre outros. O acesso ao espaço é gratuito e inclui visita à exposição que traça a história dos jogos digitais. Para participar dos jogos, o custo do ingresso varia entre 30 e 50 reais, sendo possível adquirir sessões de vinte minutos ou uma hora de diversão, respectivamente.

De acordo com a administração do espaço, o Arena Gamer é aberto todos os dias de janeiro, exceto às segundas-feiras, e todos os finais de semana de fevereiro até o carnaval. O espaço funciona das 17h às 24h. Quem estiver passando as férias no Guarujá, litoral paulista, não pode deixar de visitar o espaço e se divertir com a família.

 

SERVIÇO – ARENA GAMER

Local: Sport Center, localizado no Boulevard do Casa Grande Hotel Resort & Spa

Data do evento: de 28 de dezembro a 25 de fevereiro

Funcionamento: janeiro – de segunda a domingo; fevereiro – todos os finais de semana

Horário: das 17h às 00h

Endereço: Avenida Miguel Stéfano, 1001 – Enseada, Guarujá – SP

Retrô – uma saga para encontrar a maior criminosa dos games. Relembre o clássico Carmen San Diego

Jogar qualquer tipo de game hoje em dia é muito fácil, bastando ter uma conexão com a internet (provável que todo mundo que tem um PC, tenha conexão) para ter acesso aos mais variados tipos de games do mercado, muitas vezes gratuito. Jogos para smartphone, jogos online para crianças, jogos competitivos famosos que tomaram estádios de futebol como League of Legends, até mesmo serviços de jogos de apostas como o sportingbet que é um deles são possibilidades para se divertir, caso queira. A tecnologia é tanta, claro, que hoje tem jogos de última tecnologia onde você vê a pele do seu personagem com mais detalhes e poros do que a sua própria pele real em carne e osso.

Só que antigamente as coisas não eram tão fáceis. Os jogos, por mais simples que fossem, precisavam ser comprados na loja e, muitas vezes, aquele game que você tanto queria não estava lá, o que era motivo de grande frustração para muita gente. Foi assim que, conversando com um amigo meu da época, ele me copiou em disquete o jogo “Onde no mundo está Carmen San Diego?”, jogo desenvolvido pela Broderbund Software e lançado durante a década de 80.

O jogo pesava apenas alguns KB (sim KB, não chegava nem a 1 MB), não possuía músicas e apenas uma interface gráfica bem limitada. Por outro lado, o título era extremamente viciante, além de ser educativo sem entrar no “careta” e no “sem graça”, tendo valores pelo gameplay e ser uma verdadeira aula de geografia. Basicamente, você é um detetive que deve investigar ladrões que estão roubando artefatos ao redor do mundo.

Para isso você deve buscar informações em diversos países e conversar com pessoas que podem te dizer coisas valiosas, não só para onde a pessoa fugiu, mas também as características que podem permitir que você tenha um mandato de prisão. Sem este último, o caso não é resolvido, e você é obrigado a reiniciar a aventura.

Lá aprendemos sobre as bandeiras dos países, as moedas correntes da época (pensar que hoje em dia diversas citações do game referentes às moedas da Europa foram substituídas pelo Euro) e o objetivo era investigar criminosos e capturá-los emitindo uma ordem de prisão.

O mais interessante é que o game foi localizado, com textos inteiramente traduzidos para o português brasileiro. Até hoje não sei quem foi a responsável por ele, mas tenho minhas suspeitas de que tenha sido a Tectoy, já que há uma edição do game também para o Master System, mas essa em si eu nunca joguei.

Fenômeno no mundo inteiro, o jogo que originalmente foi lançado em 1985 vendeu cerca de 4 milhões de cópias e acabou rendendo uma franquia, com direito a outros jogos com aulas de história, reboots, e até mesmo desenhos animados para a televisão. É verdade que nenhuma das outras edições tem o mesmo carisma do bom e velho jogo que pesava apenas alguns KB, mas todos os games da série são bem divertidos e merecem uma conferida.

Não é a velhice, ou se hoje em dia não se fazem mais jogos educativos como antigamente. Adquirir conhecimentos gerais com esse jogo era tão bacana, não sentíamos o tempo passar e simplesmente íamos jogando e rejogando até zerar.

Temos hoje toda a tecnologia do mundo, mas talvez falte um pouco de aprendizado envolvendo o entretenimento. E vocês leitores, o que acham? Fica a dúvida.