Livro “Política, desejos e videogame” é o primeiro livro do professor inglês Alfie Bown no Brasil

Mais um lançamento de livro para quem se interessa por videogames está chegando ao mercado: O professor inglês Alfie Bown acaba de lançar no Brasil o livro “Política, Desejos e Videogames”, título que investiga as relações humanas com as novas tecnologias digitais a partir de uma abordagem psicanalítica. De acordo com o autor, a obra consegue identificar aspectos da sociedade humana que nem sempre são evidentes.

O livro de Alfie Bown chega ao país através da Edições Sesc SP. Longe de ser dedicado aos gamers (que já somam mais de 3 bilhões em todo o mundo), o livro, The Playstation Dreamworld no título original, empenha-se em investigar as relações humanas com as novas tecnologias digitais nestes tempos em que estas se tornam onipresentes.

No prefácio do título, Rafael Evangelista, que é doutor em Antropologia Social e professor do programa de pós-graduação em Divulgação Científica e Cultural da Unicamp, afirma que o livro convida a ir além do senso comum que se tem em relação à cultura gamer, que, assim como as redes sociais e seus algoritmos utilizados como instrumentos para popularizar conteúdos radicais, acabam sendo associados à proliferação de mensagens negativas.

Para Evangelista, uma das contribuições de Bown é justamente a de evitar as condenações óbvias e facilitar a compreensão acerca dos diversos tipos de games e sua ampla difusão na cultura contemporânea.

“Trata-se de um chamado para que prestemos atenção em seu potencial subversivo, na importância de se investir em jogos eletrônicos que permitam sonhar com outros mundos possíveis que não sejam apenas transposição da ordem atual a cenários exóticos”, avalia.

Tendo a análise dos sonhos como protagonista, a obra foi escrita a partir de uma abordagem psicanalítica. O autor afirma que videogames não são textos para serem lidos, mas “sonhos a serem sonhados”, algo que alcança um patamar de grande relevância no âmbito da psicanálise.

“Isso significa entender que no jogar está implicado algo que vai além do consciente e passa pelo desfrute e pelo desejo. Quem fica no divã não são os jogos, mas os jogadores. É a relação dialética entre criadores, obras e criaturas que se torna objeto de estudo”, afirma.

Para adquirir o livro, basta acessar o site da Edições SESC.

SOBRE ALFIE BOWN

É professor de Arte e Mídia na Royal Holloway de Londres e lecionou Literatura nas universidades de Manchester (Inglaterra) e Hang Seng (em Hong Kong). Em 2015, publicou Enjoying it: candy crush and capitalism; três anos depois, lançou In the event of laughter: psychoanalysis, literature and comedy. Política, desejos e videogame é seu primeiro livro lançado no Brasil.

Ficha Técnica: Política, desejos e videogame

Autor: Alfie Bown
Edições Sesc São Paulo, 2021
Número de páginas: 144
ISBN:978-65-86111-52-1
Preço de capa: R$ 50

Fabiano Onça – Professor da Faculdade Impacta lança livro sobre Game Design

Você está estudando game design e ainda busca referências ou boas dicas para criar o jogo dos sonhos? Pois bem, a dica é o livro “Game Design: Método da Estrela”, desenvolvido por Fabiano Onça, Doutor pela USP, professor do curso de Jogos Digitais da Faculdade Impacta, e vencedor de diversos prêmios na área de game design.

O livro traz uma nova visão sobre a criação de jogos, sendo uma visão mais diversa, aberta e criativa. De acordo com o desenvolvedor e escritor, “Método da Estrela” é inspirado em sua tese de doutorado sintetizando a sua vivência e visão sobre a arte da criação de jogos.

O professor Fabiano Onça é premiado internacionalmente (cinco vezes finalista — sendo vencedor em duas delas — do mais tradicional torneio de jogos de tabuleiro da Europa, o “Concours de Créateurs de Jeux de Société”). Além disso é referenciado por apresentar uma nova leitura sobre o Game Design. Leão de Bronze no Festival de Cannes com um jogo para Greenpeace, ele destina a sua criação para diversos tipos de público.

“Queria ser capaz de conversar tanto com pessoas estão começando na área como com aquelas que já trabalham e querem aprimorar os seus dotes, sejam professores ou profissionais que enxergam no jogo uma oportunidade valiosa de atuar com a educação” disse Fabiano.

Professor de Game Design e Level Design do Curso de Jogos Digitais da Faculdade Impactam há seis anos, Onça orienta de perto as criações dos seus alunos e pode afirmar com segurança:

“O ato de criação é um ato interior. O grande diferencial é que esse método respeita isso. Nada de impor fórmulas, receitas, coisas que aprisionam a criatividade. O que esse livro traz é uma visão original e prática sobre a arte do Game Design. Uma visão que faz o leitor pensar – e agir”, afirma.

 

Sobre o autor

Fabiano Onça, doutor pela USP, professor do curso de Jogos Digitais da Faculdade Impacta, com mais de 20 anos de experiência em desenvolvimento de jogos para grandes marcas, como Itaú, Santander, Google, Natura e Porto Seguro, lança o livro “Game Design: Método da Estrela”.

Esports Law – Livro aborda questões jurídicas práticas do esporte eletrônico

Os eSports estão revolucionando a forma como os jovens entendem os esportes atuais. Muitos até fazem comparações com outros esportes mais tradicionais, como o futebol ou o vôlei , uma vez que existem associações, técnicos, centros de treinamento e toda uma estrutura para tornar essas atividades mais profissional. Assim, faz-se necessário entender as questões jurídicas do esporte eletrônico.

É justamente pensando nisso que o advogado Antonio Carlos Bratefixe Junior  acaba de lançar a obra “Introdução ao Estudo do Esports Law – O Direito do Esporte Eletrônico”, pela editora Mizuno. Trata-se da primeira obra no Brasil que aborda exclusivamente as questões jurídicas da atividade em âmbito profissional.

Bratefixe Junior atua na área do direito atendendo atletas, equipes e influenciadores digitais do mercado de esportes eletrônicos. A obra trata das relações jurídicas existentes no mercado do esporte eletrônico, contrato com atletas, patrocinadores, regularização de empresas, criação de times, direitos de imagem, regulamentos de competição, regulamentação do setor, presença do menor, presença da mulher e uma visão sobre o estudo individualizado do esporte eletrônico como área do direito.

Sinopse

A evolução da sociedade moderna com o avanço da tecnologia criou novas formas de comunicação, entretenimento, trabalho e impactou diretamente em todas as esferas coletivas, inclusive no esporte. Os jogos eletrônicos há muito tempo deixaram de ser apenas um meio de diversão alcançando status de esporte profissional de alto rendimento.

A evolução do eSports cria necessidades jurídicas, uma vez que contratos, negócios jurídicos e relações comerciais são desenvolvidos entre atletas, clubes, organizadoras de torneios e outros personagens desse ecossistema que necessitam de segurança jurídica adequada. A obra propõe o estudo inédito sobre o Direito do Esporte Eletrônico de forma individualizada, denominado Esports Law, considerando sua natureza jurídica e seus aspectos singulares de desenvolvimento dentro de um novo conceito de prática desportiva, desenvolvida totalmente através de bases digitais e tecnológicas.

O autor une o conhecimento de atuação na indústria dos games e dos Esports, apresentando situações práticas, definições jurídicas, a característica multidisciplinar com as demais áreas do Direito e elementos de Direito comparado, trilhando o caminho desde o início das primeiras competições esportivas até a definição do esporte eletrônico como prática esportiva e de seus praticantes como verdadeiros atletas. Uma obra indispensável para estudantes, advogados, juízes, procuradores, atletas, diretores e proprietários de organizações de esporte eletrônico e estudiosos de novas áreas de atuação jurídica.

O que você encontrará em Introdução ao Estudo do Esports Law:

        • O direito do esporte eletrônico como área específica de estudo do direito
        • Relações jurídicas de atletas, clubes e streamers
        • Principais contratos do ecossistema do esporte eletrônico
        • Gaming house, gaming office, doping e enquadramento jurídico do esporte eletrônico