Aoca Game Lab lança ÁRIDA: Backland’s Awakening Mobile

Você deve se lembrar do jogo ÁRIDA, o survival/adventure ambientado no sertão da Bahia. Pois bem, após colecionar prêmios e aclamação do público, o game agora ganha sua versão móbile. De acordo com os desenvolvedores, o lançamento será no dia 15 de junho para Android pelo valor de R$ 9,99. Uma versão para iOS não ganhou data, mas deve sair ainda este ano.
Em ÁRIDA, você acompanha a história de Cícera, uma jovem sertaneja que inicia sua jornada pelo sertão brasileiro no século XIX.

ÁRIDA: Backland’s Awakening Mobile possui localização para os idiomas português, russo, chinês, espanhol, alemão e inglês. O lançamento conta com um mimo especial: um artbook digital com bastidores do processo criativo.
Ao longo da aventura o jogador irá se deparar com um ambiente ainda empobrecido e sem quaisquer infraestrutura. Nesse clima seco você deve encontrar Cícera e vivenciar uma jornada de sobrevivência e aventura. Muito da mecânica de jogo envolve reunir recursos, construir utensílios, aprender a utilizar ferramentas e interagir com outros sertanejos.

A Aoca Game Lab é uma desenvolvedora de jogos de Salvador-Bahia, criada em 2017, com o intuito de conceber uma série de games comerciais que introduz um sertão alheio aos estereótipos de lugar seco, bárbaro e atrasado, dando vida a um mundo único, rico em cultura, biodiversidade e história.

ABAIXO TEM O TRAILER DE ÁRIDA BACKLAND’S AWAKENING:

 

Conheça Árida, survival/adventure que se passa no Sertão brasileiro

Hoje vamos falar do primeiro lançamento do estúdio brasileiro Aoca Game Lab. Trata-se Árida, um jogo de aventura e sobrevivência ambientado no sertão brasileiro. Aqui o jogador deve auxiliar explorar ambientes hostis e tentar sobreviver as mazelas da seca nordestina. Você deve reunir recursos e coletar pistas que levem ao paradeiro dos pais da jovem Cícera, a protagonista do game.

Árida é ambientado no século XIX, de modo que o jogador irá se deparar com um ambiente ainda empobrecido e sem quaisquer infraestrutura. Nesse clima seco você deve encontrar Cícera e vivenciar uma jornada de sobrevivência e aventura. Muito da mecânica de jogo envolve reunir recursos, construir utensílios, aprender a utilizar ferramentas e interagir com outros sertanejos.

Para sobreviver, o jogador deve ter à mão equipamentos indispensáveis, como o facão e enxada para obtenção de alimentos, abrir caminho pelo cerrado ou ainda escavar para encontrar água. Outro equipamento importante são as pedras para afiar suas ferramentas. Em alguns momentos Árida faz lembrar o clássico Harvest Moon, afinal existe um sistema de crafting com os itens típicos da região.

Outro elemnto importante em Árida é a interação com NPCs: pessoas mais velhas a vila podem dar conselhos e até abrir novas quests que podem providenciar água e comida para Cícera. O ideal é sempre conversar com as pessoas e explorar a região em busca de novos recursos.

Árida não é apenas um game de sobrevivência, mas também uma forma de despertar o interesse do jogador pela região nordeste e conhecer mais sobre a geografia e a história do lugar. Afinal, o sertão é um lugar único do mundo, repleto de lendas e boas histórias para contar e com um povo forte e guerreiro. Conhecer um pouco dessa cultura, mesmo que pelos videogames é uma experiência encantadora.

De acordo com o estúdio Aoca, Árida: Backland’s Awakening é a primeira de três partes que contam sobre a jornada de Cícera em pleno sertão brasileiro do século XIX. O estúdio foi criado na Bahia e conta com 8 desenvolvedores, que acreditam que jogos eletrônicos são boas ferramentas para contação de história e comunicar valores. Após ver o projeto, temos de concordar. O título chega à Steam em 15 de agosto.

Abaixo tem o trailer de Árida Backland’s Awakening: