INTZ contratra time feminino de CS:GO visando conquistas internacionais

A INTZ e-Sports continua se reinventando! A equipe de cyberatletas mais famosa do Brasil acaba de anunciar a formação de um time feminino de CS: GO. O objetivo é formar uma equipe competitiva o suficiente para disputar os principais campeonato nacionais e internacionais de 2019. Vale lembrar que a ação segue a tendência de outras equipes, tal como o Santos, que criou seu time feminino em meados de 2018.

A equipe feminina da INTZ é formada por Jessica “fly” Pellegrini, Claudia “Santininha” Santini, Juliana “ujliana” Scaglioni, Gabriela “gabee” Velasco e Aline “lininhA” Avancini, sob a direção do coach Felipe “Guse” Guse. Dentre várias conquistas da lineup, vale citar: Kawotice Brazil Female qualify (2º lugar), WESG SA Female qualify (2º lugar), Eletronic Sports World Cup 2016.

“Essa importância no investimento do cenário feminino é algo para trazer mais gás e força de vontade pra quem está lutando diariamente, além de aumentar a visibilidade e mostrar que o cenário feminino tem que ser valorizado”, disse Jessica “fly”.

“O cenário feminino está começando a se expandir agora, e pensar que uma organização tão grande como a INTZ se permitiu a dar esta chance para um time só de mulheres mostra um avanço enorme.” complementa Juliana “ujliana”.

O clube intrépido acredita na capacidade e força que as mulheres possuem, investindo cada vez mais em projetos para o público feminino e expandindo os horizontes das atletas, quebrando barreiras e preconceitos. Inclusive, a contratação e o anúncio do time faz parte da campanha #JogoÉCoisaDeMenina que o clube lançou recentemente, homenageando as mulheres no cenário do gamer.

No vídeo abaixo você conhece as intrépidas da INTZ:

E3 2018 – Bethesda aposta em Rage 2, Wolfstein e o bombástico Elder Scrolls VI

Uma das conferências mais aguardadas neste ano era a da Bethesda, afinal muitos rumores indicavam um novo capítulo de Elder Scrolls, além das prováveis surpresas que a empresa poderia trazer. A conferência começou um pouco mais desanimada do que o esperado, porém foi numa crescente incrível.

Confira o resumo do que de  melhor aconteceu na apresentação da Bethesda na E3 2018:

Rage 2 ganha novo trailer

A primeira coisa a ser revelada foi Rage 2. O game não era exatamente uma surpresa, visto que o Walmart já havia vazado a informação (como bem lembrou a Bethesda em sua apresentação). O game conta com um mundo aberto caótico, onde os jogadores vivenciam um ambiente de puro medo e ódio. O trailer não revela muito, mas mostra um Walker e paisagens devastadas. Ao que parece haverá muita explosão e um ambiente desolador. A produtora confirmou Rage 2 para 2019.

Doom Eternal será o novo capítulo da saga infernal

Na esteira do sucesso de Doom (2016), surge Eternal. A sequência foi confirmada com um trailer que mostra um ambiente infernal e repleto de monstros. Infelizmente não havia nada em tempo real, nem detalhes adicionais, contudo a produtora disse que os jogadores enfrentarão o dobro dos inimigos do game anterior. Ficou prometido que o primeiro vídeo gameplay sai na QuakeCon em meados de Agosto.

Relembrar é viver

Para quem curte relançamentos, a Bethesda não esqueceu de seu jogo de cartas The Elder Scrolls: Legends. Para quem não conhece, o game teve versões para PC e smartphones há poucos meses. O relançamento é para PC, Xbox One e PS4. De acordo com a Bethesda, os jogadores podem esperar por novas mecânicas de jogo e um game que faz jus a sua franquia mais amada, mesmo sendo um spin-off.

E já que a pauta da vez eram relançamentos, a produtora decidiu lembrar de Prey, o jogo de ação em 1º pessoa. O game chegou a receber um reboot no ano passado. O título recebeu neste domingo (10) uma atualização gratuita chamada Mooncrash. Sabemos que o pacote inclui uma nova campanha , o modo new game plus e um modo de sobrevivência.

Fallout 76 ganha primeiros detalhes

Chegou a hora de mostrar Fallout 76. O game recebeu um novo trailer gameplay que serve para revelar um pouco mais dos ambientes que os jogadores encontrarão. Sabe-se que a aventura se passa em West Virginia, EUA, e que os jogadores devem descobrir segredos escondidos pelo governo. Conforme previamente divulgado, o jogo serve como prequela dos acontecimentos dos jogos anteriores.

Outro detalhe importante: Fallout 76 é voltado para a jogatina online, ou seja, todos os personagens e monstros encontrados são controlados por outros jogadores. De acordo com a produtora, você até pode jogar sozinho, porém muito da diversão é construir uma base com outros jogadores, unir-se a um grupo de amigos para derrotar criaturas maiores e trabalhar junto para acabar com ataques de jogadores rivais. O lançamento está programado para 14 de novembro de 2018.

Wolfstein Youngblood é anunciado

A Bethesda também aposta suas fichas na saga anti-nazismo. De acordo com o anúncio, o game vai mostrar um pouco mais do passado dos irmãos Blazkowicz. Wolfenstein Youngblood levará os jogadores até Paris dos anos 80. Outra informação prévia é que o foco será na cooperação, ainda que possa ser jogado online. Como a empresa não divulgou mais detalhes, a comunidade conjectura que a mecânica possa ser semelhante a Army of Two. O lançamento será em algum momento de 2019, ainda sem plataformas definidas.

Elder Scrolls VI está em produção

Antes de finalizar a conferência havia um sentimento de insatisfação no ar. Todos esperavam algo sobre Elder Scrolls. Atendendo os desejos da galera, a empresa começou a falar sobre The Elder Scrolls: Blades. O título é para mobile e deve seguir o mesmo esquema aventuresco dos jogos grandes. Além disso, o jogo apresenta gráficos impressionantes para mobile e também terá compatibilidade com o VR. Espera-se um lançamento para PCs e consoles no futuro.

Quase no final da conferência a Bethesda anunciou uma nova IP chamada Starfield, mas não deu qualquer detalhe de como ele será, além de que será lançado para as próximas plataformas a serem desenvolvidas.

De repente um silêncio tomou conta do público quando os executivos mencionaram a franquia Elder Scrolls. Sim, o sexto game está em produção e deve ser ainda maior que Skyrim. Infelizmente o game também será lançado apenas para a próxima geração de videogames. Pelo menos o teaser serviu para mostrar que ele está em produção.

Bandai Namco anuncia New Gundam Breaker para o PS4

Tem gente que bate o pé dizendo que o Japão não está com mais nada em relação aos jogos eletrônicos. Para provar que isso é irreal, além do lançamento de Dragon Ball FighterZ, a Bandai Namco ainda prepara o lançamento de New Gundam Breaker para o PS4. O game coloca os famosos personagens para brigar em ambientes variados.

Apresentando uma grande e distinta variedade de Gunpla, o game permitirá que jogadores construam seus próprios modelos e os levem à batalha. De acordo com a Bandai, New Gundam Breaker é desenvolvido através da Unreal Engine 4 e um dos destaques é a possibilidade de personalizar os Gunpla em tempo real.

Conforme os inimigos forem danificados ou destruídos nestes combates, deixarão armas e peças do corpo para trás, que poderão ser coletadas pelos jogadores e utilizadas posteriormente para customizar seus próprios Gunpla, criando uma identidade única para cada projeto. New Gundam Breaker é exclusivo de PS4 e deve ter maiores informações reveladas no dia 28 de janeiro através de uma transmissão ao vivo da Bandai.

Abaixo tem o teaser de New Gundam Breaker: