Nimo TV recruta novos criadores de conteúdo para Area F2

Nimo TV

Eis a chance para quem quer embarcar no mundo de criadores de conteúdo profissional: a Nimo TV, plataforma de streaming com foco na transmissão de jogos eletrônicos está em busca de jogadores dispostos a criarem conteúdo para o game Area F2. O game ainda é desconhecido, pois está na fase beta, mas tem potencial de se tornar um dos queridinhos dos streamers mundo afora, e é justamente nisso que a Nimo TV está apostando.

A Nimo TV promoveu até o dia 15 de abril uma competição que, além de distribuir keys para jogar Area F2, premia os streamers que melhor performaram no período. E a disputa está rendendo bons resultados, já são mais de 590 streamers produzindo conteúdos e um público de mais de 205 mil pessoas assistindo as lives*.

No final, os 30 streamers que tiverem mais horas assistidas serão premiados com Google Gift Card. Já quem tiver mais horas transmitidas leva pacotes de itens raros do jogo. As lives acontecem em horários variados e dá para acompanhar acessando a página do evento no site da Nimo TV.

Os talentos da Nimo TV Mari, Replause, Maumauzk, RafãoTV, YgorX e Caverinha estão entre os streamers que já incluíram o Area F2 em suas lives diárias, quando mostram todos os detalhes e segredos do game.

Sobre o Area F2

O Area F2 é um jogo tático de tiro em primeira pessoa para mobile onde duas equipes se enfrentam, uma como agressor e outra como defensor. O objetivo do agressor é adentrar o território e plantar a bomba em um alvo determinado, enquanto o defensor deve fortificar a área e evitar que o explosivo seja armado. Outra condição de vitória é eliminar todo o time adversário.

Cada jogador pode escolher entre 20 opções de agentes que contam com diferentes habilidades e dispositivos de ataque, criando várias combinações e táticas. Dá para usar uma metralhadora, destruir paredes com flechas explosivas e até plantar minas de contato em pontos estratégicos. Mas para montar a melhor abordagem e atacar o território inimigo, o jogo permite utilizar drones para localizar alvos ou explorar o cenário, antes mesmo de começar a batalha.

Autor: Luiz Silva

Luiz Silva, jornalista de games formado pela Universidade Paulista. Já escreveu para as revistas da Tambor Digital (EGW, Gameworld), para o site Player 2 entre outras coisas. "Sou um entusiasta por videogames, apesar de jovem já tive até um Atari, minha série favorita é Silent Hill".

Deixe seu comentário