Dia do Gamer: profissionais e amadores sofrem com problemas ortopédicos, oftalmológicos e psicológicos

Você sabia que o dia 29 de agosto é o dia do gamer? Sim, a data homenageia gamers profissionais e amadores. A profissão Gamer, aliás, tem crescido e muito no Brasil. E há uma data dedicada a esses profissionais. Segundo dados de 2021, de uma pesquisa feita pela BGS (Brasil Game Show), há mais de 67 milhões de gamers no país. Quem trabalha na área passa mais de oito horas jogando ou interagindo com espectadores em frente a um computador, o que pode trazer problemas nas articulações, visão e desgaste psicológico.

Luis Henrique Camilo, que trabalhou com games na pandemia, colocou o trabalho em primeiro lugar e acabou deixando de lado a saúde e os relacionamentos.

“Essa vida foi me levando aos poucos ao sedentarismo, má alimentação e sobrepeso, cheguei a pesar 124 kg e possivelmente como consequência disso desenvolvi duas hérnias de disco, o que acabou me deixando de cama cerca de 15 dias e com risco de perda de movimento nas pernas. Além disso eu comecei a não passar tempo com minha mulher, tínhamos horários diferentes de sono, pela rotina noturna que mantinha, com isso acabamos não dando tanta atenção um para o outro. Desenvolvi depressão, acabei tendo uma sensação de improdutividade e bloqueios mentais, falta de criatividade, muito estresse, e bloqueios em minha vida social.”

Ele acrescenta que depois de ver que a situação já tinha chegado a um nível extremo, procurou ajuda e hoje leva uma vida muito mais saudável com exercícios e boa alimentação, com isso, tem disposição todos os dias.

Mas, engana-se quem pensa que só os profissionais sofrem, os amadores também são impactados e tem sido cada vez mais recorrente o surgimento de doenças ou distúrbios causados pela alta exposição a telas. Por isso, é preciso entender quais são as consequências mais comuns e o que pode ser feito para amenizar os efeitos negativos à saúde.

Cuidados que os gamers devem ter com a saúde:

Ortopedia

Os danos podem ser físicos, com o surgimento de dores no corpo, nas costas e pulsos, todas as regiões que envolvem uma postura diante do computador. O médico ortopedista do Hospital São Francisco, de Brasília, Paulo Leandro, explica que a concentração nos jogos faz com que a grande maioria não perceba “vícios de postura” que, muitas vezes podem acarretar em problemas músculo-esqueléticos como dores nas coluna cervical, dorsal e lombar além de tendinites bursites e, em casos extremos, lesão por esforço repetitivo.

“A solução seria ter cadeiras confortáveis e orgânicas com encosto e apoio cervical, manter os pés no chão ou em apoios, estimulando sempre as panturrilhas, para melhorar o retorno venoso. E na questão de movimentos repetitivos em determinados jogos, que podem acarretar tendinites nos membros superiores (ombros, antebraços, punhos e dedos), recomenda-se fazer alongamentos diários, se possível de duas em duas horas e uma hora de academia, pelo menos três vezes na semana, para ganho de resistência e força muscular”, completa Paulo.

 

Oftalmológico

Além de problemas ortopédicos, ainda podem aparecer problemas na visão. Fátima Sainz, oftalmologista do Hospital Anchieta de Brasília, explica que a exposição prolongada a telas pode promover o surgimento de miopia ou agravar esta condição. Além disso, as pessoas expostas a telas tendem a piscar menos frequentemente do que o normal, o que provoca: fadiga e ressecamento ocular. Outro aspecto negativo é que a exposição à luminosidade excessiva à noite interrompe o ciclo circadiano: o organismo interpreta que está de dia e interrompe a produção de melatonina, não obtendo uma adequada indução do sono. O uso de filtros noturnos (modo noturno) pode amenizar esses sintomas.

Fátima reforça: “é recomendado fazer exame oftalmológico com intervalo mínimo anual para avaliar presença de ressecamento ocular, erro refracional, dentre outros problemas oculares; é recomendável também o uso de lágrimas artificiais para mitigar o ressecamento ocular durante a exposição a telas, além de realizar o seguinte exercício para amenizar o esforço visual: a cada 20 minutos utilizando a visão de perto (por exemplo com telas), olhar um objeto à distância de pelo menos 6 metros por ao menos 20 segundos. Este exercício ajuda a diminuir o estímulo para acomodação e, portanto, a fadiga ocular”.

 

Psicológico

Quem trabalha com streaming, costuma passar horas sozinho em quarto, sem contato com ninguém, a não ser na tela do computador e isso pode causar uma série de problemas como transtornos de ansiedade, segundo Fernando Machado, psicólogo do Hospital Anchieta de Brasília, o ser humano desde da sua evolução é um ser de contato, ele é um ser social. E não ter esse contato pode trazer sim trazer prejuízos sociais.

Fernando sugere algumas soluções: “temos que ter muito cuidado com a saúde mental, com qualquer trabalho imerso. Para reduzir isso, pode-se estipular horários de descanso, de saída ali da frente do computador, uma hora, duas horas, pra fazer outras coisas. Finais de semana, tentar evitar isso, procurar mais sair, encontrar pessoas e manter o seu convívio social. Essas são algumas das situações em que pode-se tentar minimizar alguns danos”.

Professora do Colégio Marista alerta para os efeitos negativos do uso abusivo do videogame para o corpo

Muitas emissoras de televisão já exploraram de forma pouco profissional o tema videogames. É necessário, todavia, ter maturidade e entender que tudo em excesso faz mal, mesmo os jogos digitais. De acordo com a Prof. Juliana Speltri do Colégio Marista, a pandemia do Covid-19 fez com que as pessoas se voltassem cada vez mais para os videogames e isso pode trazer alguns prejuízos à saúde, quando utilizado em demasia.

Esse estudo ganha importância pois em 2020 todas as atividades migraram para o mundo virtual, e em consequência a indústria dos games viu seus usuários se multiplicarem e o número de acessos saltar exponencialmente. Segundo Juliana Speltri, é nesse período que os pais devem ficar mais alertas para os abusos.

“Muito tempo parado na frente do computador pode ser prejudicial, pois o corpo poderá sofrer consequências fisiológicas como: problemas circulatórios, aumento de peso, postura inadequada, dores no corpo, LER (Lesões por Esforço Repetitivo)”, diz a docente do Marista. Ela explica que o ideal é fazer pequenas interrupções a cada meia hora ou quarenta minutos e ir alongar-se, andar pelo espaço que está situado e mexer o corpo.

Atividade mental X física

O sedentarismo é a maior causa da obesidade e ficar muito tempo parado em frente à tela é uma rotina que está cada dia mais frequente. Os jogos on-line ativam a adrenalina do corpo em uma proporção muito alta, de acordo com Juliana. A adrenalina é um hormônio produzido pela glândula suprarrenal e é responsável pelas sensações de estresse e excitação.

“Os jogos que demandam um nível de atenção cada vez maior para vencer as fases, fazem com que o corpo injete mais adrenalina no sangue para dar conta do nível de excitação provocado pela ação do game. Nesse caso, jogar antes de ir dormir, é insônia na certa”, analisa a professora, que continua: “além disso, a ansiedade provocada pelo estímulo também favorece a insônia”.

Consequências

Dormir pouco ou dormir mal aumentam os níveis de cortisol fazendo com que a irritabilidade, depressão, mau humor, obesidade, falta de memória, visão turva, problemas cardíacos como palpitações, ansiedade, fadiga estejam presentes no dia a dia. Segundo a especialista, “uma noite mal dormida de vez em quando não vai causar grandes problemas, mas passar a noite em claro ou ir dormir tarde por muito tempo, pode causar consequências muito ruins principalmente para a saúde, estudos e tarefas diárias”.

Segundo um estudo realizado pela University School of Medicine, de Stanford (EUA), o número de horas de sono ideal para cada pessoa varia, de um modo geral, entre sete e nove horas por noite. É no sono profundo que todas as informações que adquirimos durante o dia são armazenadas e assimiladas no cérebro. Por isso esse momento é tão importante pois é quando o processo de aprendizagem acontece no organismo. Outro aspecto muito importante é o hormônio do crescimento, o GH. É durante o sono profundo que ele circula no corpo.

Por fim, a profissional da saúde do Marista dá algumas dicas para que as pessoas tenham uma boa qualidade do sono. Importante frisar que em nenhum momento é desaconselhado o uso do videogame, apenas recomenda-se a moderação.

      • Não praticar atividade física até três horas antes de dormir. É importante lembrar movimentar o corpo pode contribuir para a melhora do sono, desde que realizada fora desse período;
      • Ter horário para dormir e acordar;
      • Não se alimentar próximo ao horário de dormir;
      • Ter um ambiente tranquilo, longe de barulho e luz, principalmente de eletrônicos;
      • Alimentação saudável também é um fator importante para ter uma boa qualidade do sono.

Habbo Hotel incentiva a vacinação e reforça a importância social dos jogos

Quem costuma jogar Habbo Hotel, o social game mais amado do país, terá uma grata surpresa: acaba de ser aberto um posto de vacinação dentro do hotel para divulgar o Movimento Vacina Brasil, importante ação da Campanha Nacional de Multivacinação, realizada pelo Ministério da Saúde, para convocar crianças e adolescentes menores de 15 anos para atualizar a caderneta de vacinação.

Até o final do mês, o jogo abrigará em sua comunidade um Posto de Vacinação, similar ao do Sistema Único de Saúde (SUS), para incentivar e reforçar a importância da vacinação por meio de informações. Os jogadores serão direcionados ao posto e estimulados a responderem questões sobre o tema. Feito isso, cada um deles receberá um emblema do Movimento Vacina Brasil, que ajudará a proteger e conscientizar toda a comunidade do Haboo Hotel.

“Muitos desenvolvedores de games se empenham ao máximo para simular o que acontecimentos da vida real e o engajamento dos jogadores é muito grande. Realizar a ação dentro do Haboo Hotel, foi a escolha perfeita para impactar os jovens e fazer com que as informações recebidas sobre a importância da vacinação sejam repassadas para suas famílias e amigos. O jogo é clássico que completa 20 anos e mantêm 400 mil jogadores ativos por mês. Nesse caso, se trata de uma ação importante também para reforçar a função social dos jogos”, explica Leandro Veríssimo, country manager da Azerion, grupo da qual a Sulake, empresa criadora do icônico Habbo Hotel, pertence.

O objetivo do Habbo Hotel é conscientizar jovens e adolescentes sobre a necessidade de manter a caderneta de vacinação atualizada, uma ação importante para a prevenção de doenças. Lembre-se que sua saúde e a de seus parentes é primordial.