Jogadoras da Seleção Brasileira feminina de futebol reforçam movimento sobre a falta de representatividade no universo gamer

Após a conquista do oitavo título da Copa América, a seleção de futebol feminina desembarcou no Brasil com mais um desafio: dar visibilidade às mulheres no cenário dos jogos eletrônicos. Para isso, a equipe composta pelas atletas Tamires, Bia Zaneratto, Maria Eduarda, Adriana e Ary Borges aderiram ao movimento #BOTAELASNOJOGO. A ideia do movimento é que as produtoras de simuladores de futebol coloquem o rosto e os nomes das atletas nos games.

A campanha teve início no dia 29 de julho e, com nomes trocados nas redes sociais e nas camisetas, assim como acontece nos jogos de videogame, reforçam a importância de trazer jogadoras reais para o game. Afinal, a falta de representatividade nesse universo colabora para a falta de visibilidade da modalidade.

“Não é muito louco pensar que nenhuma das jogadoras brasileiras está representada nos jogos de videogame de futebol? Os nomes e rostos disponíveis nos jogos são inventados, nenhuma representa as jogadoras reais. Isso está diretamente ligada com a falta de visibilidade do futebol feminino. Com o movimento #BotaElasnoJogo queremos dar a importância que nossa modalidade merece”, explica a jogadora Tamires.

“A invisibilização feminina é um problema estrutural que deixa mulheres sem nome e sem rosto nos games e no mundo. Entender que o que existe ali são rostos e nomes inventados, reforça a importância de levantarmos bandeiras para o futebol feminino ter a repercussão que merece. Estamos em campo e precisamos que essa representatividade esteja em todos os lugares, inclusive nos games”, reforça Bia Zaneratto.

Além de trocar os nomes nas redes sociais, as jogadoras também postaram imagens segurando camisetas com seus nomes trocados, fazendo alusão aos nomes dos avatares disponíveis nos jogos de videogame.

“Vamos aproveitar esse movimento para mostrar que o futebol feminino merece estar em todos os lugares”, completa Bia.

Globo realiza torneio de PES com os craques do Brasileirão a partir de maio

Em tempos de coronavírus a recomendação é o distanciamento social. Em virtude disso, qualquer tipo de atividade como shows e campeonatos esportivos estão suspensos. Todo amante do futebol está com saudades de rever seus atletas favoritos na TV. Foi pensando nisso que a Globo decidiu criar o torneio “FC: Futebol de Casa”, que colocará os grandes craques do brasileirão em disputas amistosas no PES.

A ideia é que o FC: Futebol de Casa reaproxime ídolos e torcedores, mesmo com as todas restrições impostas pela pandemia de coronavírus. O projeto é uma iniciativa da Globo com apoio da Konami, desenvolvedora japonesa do eFootball PES. Basicamente será como um torneio de eSports tradicional, porém os protagonistas não são cyberatletas, mas sim os boleiros.

Com uma produção integralmente remota, todos os jogadores, narrador, comentarista e time de produção estarão de suas casas. O torneio contará com a participação de grandes craques do nosso futebol, que vão disputar o “Controle de Ouro”.

Os jogos do ‘FC: Futebol de Casa’ serão transmitidos nos canais SporTV e no Globoesporte.com, a partir do próximo dia 14, sempre às quintas e sextas, às 17h30 e aos sábados, às 16h30, com a narração de Everaldo Marques. Os desafios do ‘Controle de Ouro’ acontecerão sempre aos domingos, dentro do ‘Esporte Espetacular’, na TV Globo.

Vale lembrar que as equipes profissionais Atlético, Flamengo, Fortaleza e São Paulo realizaram ações semelhantes com seus jogadores e torcedores. A expectativa é que o sucesso do torneio possa motivar outras ações semelhantes entre os clubes e a imprensa.

Últimos dias para se inscrever no torneio de eSports e-Copa Zico de futebol virtual

A Copa do Mundo da FIFA já acabou e os franceses foram os grandes vitoriosos, mas o esporte mais amado do planeta ainda tem seu momento com mais um torneio de eSports chancelado pelo ex-jogador e ídolo do Flamengo e da Seleção Brasileira, o Zico. Trata-se da e-Copa Zico 2018, um campeonato virtual de PES cujo foco é a integração entre os amantes do futebol virtual. Nesta competição disputam equipes de condomínio, de projetos sociais, de comunidades, colégios etc.

As inscrições estão abertas, são gratuitas e vão até o dia 18 de julho. A Copa Zico, em si, acontecerá nos dias 19 e 20 do mesmo mês com as classificatórias online. Já as finais são presenciais e ocorrerão no CFZ (Centro de Futebol Zico do Rio Sociedade Esportiva) no dia 22 de julho.

A e-Copa Zico 2018 tem apoio da FERJEE (Federação do Estado do RJ de Esporte Eletrônico). De acordo com a organização, na Fase Online, as vagas são ilimitadas e os 32 melhores atletas de cada categoria, (Junior – 12 a sub 16 anos, e Senior – mais de 16 anos) irão para a final presencial no CFZ.

A Competição já é bastante famosa entre os fãs de eSports, pois ela completa em 2018 dez anos de existência. Um dos pontos que diferenciam esta competição de outras é que a Copa Zico busca dar oportunidade a novos talentos, além de integrar classes diferentes dos jovens apaixonados por futebol. Além do Rio de Janeiro, o torneio ainda passa pelas cidades de Taubaté, São Paulo e Juiz de Fora.

O grande campeão leva para casa um PS4 e uma camisa autografada pelo ídolo Zico. Já o segundo lugar leva para casa um fone de ouvido ideal para quem curte jogatina online com os amigos. Você pode se inscrever no torneio através do site oficial.

Serviço – e-Copa Zico 2018

Data: 19 e 20 – Fase Classificatória Online

22- Fase Final Presencial

Endereço: Av. Miguel Antônio Fernandes, 700 – Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro – RJ

Horário: 14hrs às 19hrs.