Nimo TV incentiva mulheres gamers com seus canais de streaming

Nimo TV

Após a Pesquisa Game Brasil de 2019, realizada pela Sioux Group, Blend New Research e Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), o mercado pôde constatar um fato interessante: as mulheres estão dominando o mundo dos games (cerca de 53% das pessoas que jogam são do sexo feminino). Ciente dessa hegemonia, a Nimo TV, plataforma de streaming com foco na transmissão de jogos eletrônicos, tem apostado alto no público feminino em seus programas.

A Nimo TV conta em seu hall de talentos nomes como LOUD Babi, LOUD Mii e LOUD Voltan, do time LOUD; Mari, do Los Grandes; Korah do Black Dragons; e Lucroft do grupo Buique. No estilo “lifestyle” são 21 streamers, com destaque para Karen Camila, DEUSA_FF e Lyah Mendes, que atingem números expressivos de engajamento. O objetivo é conquistar tanto as mulheres que jogam casualmente no smartphone, como as que jogam online e participam de competições mundo afora.

“A história de que os games eram vistos como algo quase que exclusivo do público masculino é velha e já caiu por terra há muito tempo. Cada vez mais as mulheres conquistam seu espaço dentro da indústria e em todas as áreas, seja em desenvolvimento, streaming ou como atleta profissional de esport. A plataforma quer reconhecer isso cada vez mais”, comenta Rodrigo Russano Dias – gerente de Marcas e PR na Nimo TV.

Mari é a recém chegada na Nimo TV. Streamando há pouco mais de três meses, tem 20 anos, conta com quase 30 mil seguidores e é a única mulher da equipe Los Grandes, que conta com 10 membros. Assim como vê seu público crescer a cada dia – suas lives chegaram a ter mais de 15 mil usuários simultâneos assistindo -, ela aprende a lidar com as dificuldades, como os comentários machistas e fora de contexto. Outra promessa da Nimo TV é Lucroft, que streama há três anos, mas sempre foi apaixonada pelos games. Ela faz parte do grupo de streamers Buique, que tem sua base fincada na diversidade de gênero e luta contra o preconceito. Por ser uma mulher trans, sua busca por um lugar de destaque no mundo dos games é grande.

“Escutei que isso nunca daria em nada ou que nunca sairia do lugar. E aqui estou eu! Tendo pessoas que me apoiam, tendo uma plataforma que está presente no que eu precisar! Isso é gratificante, me faz ver o quanto sonhos podem se tornar realidade. Como mulher trans fico ainda mais emocionada por poder mostrar a outras que elas não estão só e que cada uma pode chegar onde quiser, basta acreditar em si mesma”, relata.

Entre os jogos preferidos do público feminino estão Free Fire, GTA V e Dead by Daylight, que também são streamados por Korah, Lucroft e Mari, na Nimo TV.

Autor: Luiz Silva

Luiz Silva, jornalista de games formado pela Universidade Paulista. Já escreveu para as revistas da Tambor Digital (EGW, Gameworld), para o site Player 2 entre outras coisas. "Sou um entusiasta por videogames, apesar de jovem já tive até um Atari, minha série favorita é Silent Hill".

Deixe seu comentário