Nimo TV e streamers dão dicas para fazer um streaming de qualidade

Streamer

Quando alguém pergunta para um streamer o segredo do sucesso, as primeiras coisas que eles respondem são: dedicação, criatividade, persistência e muitas vezes, até um pouco de ousadia. Mas verdade seja dita: isso não é o bastante! A Nimo TV, plataforma de streaming com foco na transmissão de jogos eletrônicos, foi além e perguntou para alguns dos streamers mais famosos do momento as principais dicas para começar a transmitir online com qualidade e engajamento, mesmo que usando um simples smartphone.

O que descobriu-se é que o equipamento é uma das peculiaridades que mais se deve ter atenção. Como em qualquer profissão, a grande maioria dos streamers vão ganhando espaço, melhorando suas performances e, consequentemente, aprimoram o ambiente e os equipamentos para entregar cada vez mais qualidade e conteúdos diferenciados para os fãs. Isto ocorre porque o espectador demanda por vídeos de alta qualidade, tanto na imagem quanto no som, fazendo com que streamers que não evoluem suas transmissões percam público gradativamente.

É bem verdade que muitos começam com equipamentos simples, mas a tendência é evoluir, investindo em melhorias, como câmera HD, ou ainda ampliando a capacidade do PC, instalando-se mais de um monitor para poder jogar e ainda acompanhar o chat, entre muitas outras coisas, conforme vão conquistando o público.

Cerol, que hoje é um dos principais nomes do Free Fire do Brasil, não tinha muitos recursos quando começou e contou com a ajuda de uma fã, que o presenteou um kit de periféricos gamer para que ele pudesse ter mais recursos para fazer as suas transmissões.

“Meu equipamento era muito ruim e mesmo assim eu já estava começando a ganhar público. Para minha surpresa, ganhei de uma fã: monitor, mouse, teclado e câmera, isso ajudou a dar um impulso na minha carreira, sou muito grato a ela”, conta.

 Keilemeg, um dos destaques da Nimo TV no streaming de games, conta que antes de fazer sua primeira transmissão montou uma infraestrutura básica e assim que fechou contrato com a plataforma, usou todo seu primeiro salário para fazer um upgrade geral em seus equipamentos. Para ela, isso foi um investimento em seu trabalho.

“Dá para começar com pouca coisa, mas aconselho: sempre que puderem, façam melhorias. Isso mostra um cuidado em levar para o público uma melhor qualidade durante as transmissões, pois a imagem que você passa na tela ajuda muito a conquistar o público”.

Também está na lista de streamers que começaram suas carreiras com poucos recursos e foram fazendo as melhorias de acordo com o crescimento do público e dos ganhos, Dani Liu, é uma das grandes promessas da plataforma. A jovem ressalta que “é importante oferecer a melhor qualidade para as pessoas que estão assistindo, assim elas terão uma experiência ainda mais completa com a live e vão querer voltar sempre para ver você.

E como é no chat que acontece boa parte da interação entre streamer e público, investir em tecnologia facilita também nesse processo. Ter mais de um monitor ajuda, porque enquanto joga, consegue ficar de olho no que estão falando no chat. “As duas telas ajudam muito na interação com o público e dar atenção a eles é essencial”, completa Dani Liu

Abaixo você confere o compilado de dicas que a Nimo TV, junto com CerolDani Liu, e Keilemeg, separou para quem quer começar a streamar, com direito a tutorial de como configurar a plataforma para uma transmissão:

      • Use a criatividade para criar seus conteúdos
      • Conversar com o público é muito importante, pois engaja a comunidade e permite que seja criada a sua própria legião de fãs.
      • Crie uma rotina com um horário fixo para suas transmissões, isso faz com que o público saiba quando te encontrar ao vivo.
      • Sempre que possível traga novidades para seu público e inove nos contéudos.
      • Cuidado para não utilizar vídeos, imagens, músicas e outros conteúdos sem autorização.
      • Também tenha cuidado para não falar ou mostrar nada que não queira que seja divulgado.
      • Respeite seu público.
      • Não se preocupe com os equipamentos que você tem, dá para investir aos poucos, conforme for crescendo o seu público e os seus ganhos
      • Divulgue suas transmissões e os conteúdos que produz nas redes sociais, elas ajudam a impulsionar o engajamento.
      • Persista e não desista. Mesmo com um público pequeno, as pessoas estão lá para ver você, dê o seu melhor.

Autor: Luiz Silva

Luiz Silva, jornalista de games formado pela Universidade Paulista. Já escreveu para as revistas da Tambor Digital (EGW, Gameworld), para o site Player 2 entre outras coisas. "Sou um entusiasta por videogames, apesar de jovem já tive até um Atari, minha série favorita é Silent Hill".

Deixe seu comentário