Defenda a Festa de Iemanjá – Game indie apresenta cultura Umbandista e Candomblé de maneira lúdica

Poucos jogos abordam a cultura afro-brasileira e por esse motivo é sempre interessante abordar este assunto. Um dos projetos mais atuais é “Defenda a Festa de Iemanjá”, desenvolvido pelo estúdio “Lula Make Game”, composto pela dupla Luiz “Ledu” Eduardo da Silva Barbosa e Larissa “Mewmew” Cristina Benedito da Faculdade Impacta, que busca falar exatamente sobre a Deusa da fertilidade e dos oceanos nas religiões Umbanda e Candomblé. Aqui você deve organizar a festa dos devotos à Iemanjá e evitar que preconceituosos destruam a festa. O game pode ser definido como uma mistura entre tower defense e simulação.

O jogador é selecionado para organizar a festa de devoção à Deusa Iemanjá. Nessa festa conhecida como Festa de Iemanjá, ele será o responsável por gerir recursos agradando tanto a Orixá como aos seus fiéis e aos curiosos que querem conhecer mais dessa cultura, e ao mesmo tempo reeducar os preconceituosos que tentarão destruir o evento.

Defenda a Festa de Iemanjá é um projeto de OPE (Oficina de Projetos para Empresas) durante o período letivo de 2020 do curso de Jogos Digitais da Faculdade Impacta. Ele é um jogo de caráter educativo que visa transmitir conhecimento de forma lúdica sobre um recorte da cultura afro-brasileira através da Festa de Iemanjá, um festival que acontece todos os anos no Brasil à beira mar, especialmente na praia do Rio Vermelho em Salvador – Bahia, celebrando a orixá Iemanjá.

“Começamos o projeto em fevereiro de 2020, onde tivemos que escolher um dentre os temas pré-selecionados, o qual o jogo deveria abordar de alguma forma, e logo decidimos por trabalhar com a rica cultura afro-brasileira que ainda é pouco explorada nesse campo, ainda mais se olharmos para as religiões de matriz africana. Após muitos brainstorms e conceitos analisados e descartados nos deparamos com este evento da Festa de Iemanjá e decidimos reproduzi-lo de forma lúdica e através dele levar até as pessoas um pouco de informação a respeito do evento e da cultura afro-brasileira para quem sabe assim, diminuir o preconceito que aqueles inseridos nela sofrem”, diz comunicado da Lula Make Game.

Nenhum dos desenvolvedores de “Defenda a Festa de Iemanjá” é praticante das religiões abordadas, umbanda e candomblé, e portanto é um recorte desta cultura feito por pessoas de fora dela, com o objetivo de difundi-la. De acordo com os desenvolvedores diversas pesquisas foram realizadas, incluindo consultas com pessoas inseridas no contexto para auxiliar durante o desenvolvimento.

A mecânica mais evidente é do gênero tower defense. De modo que que o jogador deve proteger a estátua de Iemanjá de alguns vândalos e intolerantes que pretendem destruí-la. Para isso, você deve utilizar as instalações culturais baseadas em elementos culturais como pratos, danças e rituais, que ao contato com os intolerantes, irão reduzir seus preconceitos até fazer com que estes desistam de destruir o evento.

O jogador também terá que guiar os visitantes que chegarem à festa até uma instalação de seu pedido, para assim garantir sua satisfação. Quanto mais satisfeitos os visitantes, também estará Iemanjá, e isso irá permiti-lo clamar por manifestações da orixá que poderá causar reviravoltas na partida. Tudo isso aliado a uma trilha sonora escolhida visando captar o feeling do evento. O game está acessível através da plataforma Itch.Io.

Abaixo você confere o trailer de Defenda a Festa de Iemanjá:

Autor: Luiz Silva

Luiz Silva, jornalista de games formado pela Universidade Paulista. Já escreveu para as revistas da Tambor Digital (EGW, Gameworld), para o site Player 2 entre outras coisas. "Sou um entusiasta por videogames, apesar de jovem já tive até um Atari, minha série favorita é Silent Hill".

Deixe seu comentário