Use tripé de mesa para produzir seus vídeos de jogos

Se você tem o sonho de produzir conteúdos para Youtube ou sites de streaming de jogos é importante ter em mente que a qualidade do equipamento é importante para manter sua audiência interessada. Não é necessário ter uma câmera de vídeo de alta tecnologia, uma vez que atualmente até mesmo as câmeras de celulares oferecem resoluções altíssimas para a produção de vídeos. Caso você opte por utilizar um smartphone para gravar vídeos ou fazer fotografias, é recomendável que comece a utilizar um tripé de mesa para estabilizar a imagem.

Tripés de mesa são equipamentos muito úteis para quem deseja qualidade a nível profissional, sem gastar muito. No mercado é possível encontrar diversos modelos compatíveis com os mais variados bolsos e para diferentes necessidades, tais como tripés com estruturas articuladas, os que somente podem ser utilizados em superfícies planas e os tradicionais. É importante pensar no tipo de conteúdo que você pretende trabalhar. Para vídeos e streaming de jogos, um tripé para posição horizontal é o ideal.

Outra vantagem do tripé de mesa é que seu peso e tamanho são bem reduzidos, podendo ser carregados a toda parte. Se você pretende usar seu celular em eventos de games, por exemplo, basta posicionar o tripé em uma superfície plana e gravar o conteúdo desejado, sem precisar ficar segurando o celular.

Os modelos mais simples possuem altura fixa e são práticos para deixar parado, já os modelos mais modernos podem ser utilizados como bastão de selfie, expandindo as possibilidades de uso. Há algumas dicas importantes na hora de escolher seu tripé de mesa para um resultado melhor, tais como:

  • Peso suportado
  • Inclinação possível (horizontal/vertical)
  • Tamanho
  • Segurança

Se você acredita que usar um tripé + celular para gravar vídeos é bobagem, pense novamente: alguns streamers de sucesso e youtubers gamers não apenas usam como recomendam esse equipamento, justamente pela praticidade e qualidade.

O site da VX Case disponibiliza algumas opções muito boas de tripés de mesa, incluindo um kit completo para quem vai embarcar na produção de conteúdos. Vale a pena conferir!

Smartphone é a plataforma preferida pelos gamers no Brasil

Quase 90% dos jogadores preferem detonar no celular; novos aparelhos focam nos fãs de jogos

Os brasileiros descobriram o gosto pelos games e o grande responsável pela popularização dos jogos eletrônicos é o smartphone. Segundo dados da pesquisa Game Brasil 2020 (que ouviu mais de 5.000 pessoas), cerca de 70% dos brasileiros ouvidos afirmam ser jogadores e o celular é a plataforma preferida para jogos de quase 90% deles.

Seja por questões financeiras, pela evolução nos recursos de hardware dos celulares ou pela disponibilidade de versões móveis de títulos de sucesso dos consoles, já é possível dizer que o mundo dos games se rendeu aos dispositivos móveis.

De olho nesse filão, os fabricantes de smartphones investem em equipamentos com hardware poderoso, para proporcionar uma experiência de usuário cada vez mais realista, com gráficos de primeira. É o caso do aparelho Redmi Note 9, da Xiaomi, que conta com o novo chipset Helio G85, da MediaTek (empresa que criou uma linha de chips para smartphone com foco nos gamers). Esse chipset inclui GPU aprimorada de 1 GHz e tecnologia HyperEngine, para executar games poderosos e com ótima jogabilidade.

“O Helio G85, além de alto desempenho, maximiza a duração da bateria para uma experiência aprimorada de jogo, com a tecnologia de gerenciamento dinâmico de recursos”, explica Hernan Descalzi, gerente de mobile da MediaTek para o Cone Sul.

O HyperEngine combina várias tecnologias para aprimorar a experiência geral nos jogos, com desempenho mais suave, mesmo em jogos muito exigentes no processamento de imagens e dados. Além disso, oferece gerenciamento dinâmico inteligente de CPU, GPU e memória, de acordo com medições ativas de fatores de potência, temperatura e de jogo.

Além de um processador poderoso, o Redmi Note 9 conta com uma bateria de 5020mAh com carregamento de 18W que garante recargas velozes e suporta as longas jornadas do dia a dia, inclusive, para quem é fã dos games. Mas vale lembrar que o Redmi Note 9 é ótimo para jogos, mas não é um aparelho só para gamers, com recursos de ponta também para outras funções, como fotografia.

“Quando o assunto é foto, por exemplo, ele conta com uma câmera quadrupla de 48MP, possibilitando fotos ultra detalhadas e retratos impressionantes, a partir dos efeitos da ferramenta bokeh”, explica Luciano Barbosa, head da operação Xiaomi no Brasil. O novo aparelho também se destaca pelo visual moderno, exibindo um design novo, com o imersivo DotDisplay de 6,5 polegadas, protegido por um Corning Gorilla Glass 5 na parte da frente.

Mercado de apostas nos e-sports continua em crescimento

O cenário dos esportes eletrônicos, ou e-sports, se mostra cada vez mais consolidado no Brasil, com seus já tradicionais campeonatos, equipes profissionais focadas em estratégias de jogo e fechando enormes contratos com patrocinadores, sendo remuneradas e financiadas de acordo com suas colocações em campeonatos profissionais e desempenho. Alguns jogos da modalidade como Counter Strike e Dota já são presentes em plataformas de apostas virtuais, onde é possível se fazer lances em cima de possíveis resultados, o que aumenta a expectativa em se assistir uma partida do gênero, deixando a prática esportiva mais próxima do público, na questão da espera de determinado resultado por parte do espectador juntamente a toda adrenalina durante os campeonatos.

Nesse ponto é interessante citar como, de certa forma, o cenário virtual esportivo se mostra mais democrático e acessível que algumas modalidades do esporte tradicional, caso um jogador se destaque no meio competitivo de um jogo, ele acaba recebendo reconhecimento e existe a possibilidade de ele ser contatado por uma equipe de recrutamento do jogo em específico, o que acaba criando o sentimento nos entusiastas que pode ser qualquer um ali, inclusive ele próprio, na posição de profissional, sendo financiado para fazer algo que a primeira vista se identifica como lazer. A transmissão da modalidade já conta com eventos televisivos, como a transmissão do CBLoL pela Sportv, que atrai uma enorme audiência para o evento além das arquibancadas lotadas acompanhando com emoção e torcida pelas diferentes equipes participantes em cada uma das partidas. Ainda existe grande espaço para a expansão do E-sport no meio televisivo e quando as emissoras perceberem o quanto podem arrecadar com esse rico mercado que só cresce pelo país, a prática será ainda mais difundida.

No “país do futebol”, o sucesso dessa modalidade foi inicialmente algo que não se esperava, mas conquistou o público jovem de maneira rápida e contínua. Junto dos próprios jogos em si, o mercado publicitário voltado ao setor também evoluiu bastante, criando grandes campanhas para promover os campeonatos ou para atrair novos jogadores para esse entretenimento, por anúncios em redes sociais, vídeos comerciais pela plataforma do Youtube e canais de transmissão ao vivo como o Twitch.

Essa aceitação abrupta e expansão do mercado esportivo pode ser visto como uma evolução do que se considera esporte nos dias de hoje, dividindo espaço com modalidades já conhecidas do esporte tradicional aqui no Brasil, que não perdem sua própria paixão já consolidada com o público, não ocasionando uma “divisão” do mercado esportivo, mas mostrando como o Brasil tem a capacidade de incluir e se adaptar a entrada de diferentes cenários no meio do entretenimento, não ficando atrás de países do exterior quando o assunto é esporte, seja futebol ou na prática virtual.