Kwai aposta em parcerias, lives e plataforma própria de jogos para consolidar audiência gamer

O Kwai, plataforma de vídeos curtos, está apostando em uma série de iniciativas para consolidar sua audiência gamer. No primeiro semestre de 2023, a empresa fechou parcerias com grandes players do mercado, como a Garena, a dona do Free Fire, e a Los, uma equipe de e-sports, além de lançar um game center com mais de 400 jogos.

As parcerias com a Garena e a Los incluem transmissões ao vivo de campeonatos, criação de conteúdos exclusivos e presença da marca nos uniformes e nas redes sociais das equipes. No caso do Free Fire, a Liga Brasileira de Free Fire (LBFF), principal campeonato do game no Brasil, foi transmitida ao vivo no Kwai, com mais de 123 horas de conteúdo ao vivo. A próxima etapa do campeonato, que contará com a final mundial em novembro, já está garantida no app.

O game center, por sua vez, oferece uma variedade de jogos online, sem necessidade de download ou instalação. O menu já conta com mais de 400 joguinhos, entre os mais populares estão: Ovelhas & Ovelhas, Magnatas da Garagem, Ludo Master Bubble Shooter e Bike Rush. Mais de um milhão de usuários do Kwai já acessam diariamente o game center.

Claudine Bayma, diretora-geral do Kwai Brasil, afirma que a empresa está comprometida em oferecer uma experiência de entretenimento abrangente e diversificada para os gamers. “O Kwai está se tornando um hub para a comunidade gamer brasileira, com uma oferta cada vez mais robusta de conteúdo e ferramentas”, afirma.

O crescimento da audiência gamer no Brasil é um dos fatores que impulsionam as iniciativas do Kwai. Segundo a Pesquisa Game Brasil 2023, mais de 70% da população brasileira é adepta dos jogos eletrônicos, especialmente como forma de entretenimento. O país figura em primeiro lugar no consumo de jogos na América Latina. Para mais informações, acesse o site oficial da Kwai.

CHOKBR | RESUMÃO DA SEGUNDA RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE HONOR OF KINGS

Por Victor Candido

No Honor of Kings, os jogadores se juntam em equipes de cinco membros e competem em batalhas estratégicas de arena, onde cada jogador controla um heroi único com habilidades especiais. O objetivo principal do jogo é destruir a base inimiga enquanto defende a própria. As partidas acontecem em um mapa  simétrico chamado King’s Rift, com três rotas principais, torres defensivas e objetivos intermediários.

O jogo é exclusivo para celulares (Android e IOS)  e atualmente é o único MOBA Mobile com mais de 100 milhões jogadores ativos.

O CHOKBR:

O Campeonato de Honor of Kings Brasil (CHOKBR) realizou sua segunda semana de Fase de Grupos, com transmissões ao vivo dos jogos no sábado e domingo no youtube e na twitch. O campeonato, que oferece uma premiação total superior a R$ 310 mil, apresenta oito equipes: FLUXO, Vivo Keyd Stars, Corinthians E-sports, Loops Esports, Alpha7, Influence Rage, Randoms Esports e Be Bold.

A competição, que está na fase de grupos, teve início em 12 de agosto e prosseguirá até 8 de outubro, culminando na grande final que concederá uma vaga para o mundial tanto para o campeão como para o vice colocado.

Cada partida segue o formato MD2 (melhor de duas), no qual uma equipe que vencer ambas as partidas ganha 3 pontos, enquanto o empate garante 1 ponto na tabela de classificação.

Resumo dos jogos da segunda semana:

Sábado, 19 de agosto:

Vivo Keyd Stars 2 x 0 Corinthians: No primeiro confronto do dia, a Vivo Keyd Stars (VKS) demonstrou seu domínio, derrotando o Corinthians com facilidade. Apesar de a VKS ter parecido inicialmente imbatível onde estavam próximos de uma vitória perfeita, o Corinthians conseguiu alguns abates no final do primeiro jogo, no entanto, isso não foi suficiente para reverter a situação.

No segundo jogo, embora o Corinthians tenha melhorado sua performance, a VKS garantiu outra vitória. Com essas vitórias, a VKS conquistou 3 pontos na tabela, enquanto o Corinthians permaneceu na lanterna sem pontos.

Randoms Esports 1 x 1 Loops Esports: O confronto entre Randoms Esports e Loops Esports foi mais equilibrado. A Loops venceu o primeiro round com uma diferença significativa de abates. No segundo round, a Randoms reagiu, conseguindo abates em sequência e mantendo uma performance sólida, resultando em um empate na série e concedendo 1 ponto para cada equipe.

Alpha 7 1 x 1 Influence Rage: Neste jogo, Alpha 7 e Influence Rage, conhecidos por serem rivais poderosos em PUBG Mobile, se enfrentaram. O primeiro round foi mais longo e equilibrado, com a Influence Rage obtendo mais abates. No segundo round, a Alpha 7 fez ajustes e garantiu a vitória, levando a série ao empate e concedendo 1 ponto para cada equipe.

Fluxo 1 x 1 Be Bold: No último jogo do sábado, Fluxo e Be Bold tiveram um confronto parelho. O primeiro round começou de forma equilibrada, mas a Be Bold conseguiu construir uma vantagem, que se manteve e se expandiu ao longo da partida. No segundo round, o Fluxo realizou uma reviravolta impressionante e garantiu a vitória, conquistando 1 ponto na tabela.

Domingo, 20 de agosto:

Vivo Keyd Stars 2 x 0 Alpha 7:

A Vivo Keyd Stars (VKS) manteve sua supremacia, dominando ambos os rounds contra a Alpha 7. No primeiro round, a VKS assumiu o controle a partir dos seis minutos, o que levou à derrota da Alpha 7 após 12 minutos.

No segundo round, a Alpha 7 começou bem, conseguindo abates e vantagem de ouro nos primeiros minutos, mas a VKS se recuperou e garantiu a vitória. Com esse resultado, a VKS consolidou sua liderança na tabela.

Be Bold 1 x 1 Randoms: No primeiro round, a partida foi acirrada, com equilíbrio entre abates e vantagem de ouro para ambas as equipes até o final. No segundo round, Be Bold obteve o primeiro abate e vantagem de ouro, dificultando a situação para a Randoms. No entanto, a Randoms encontrou abates importantes e objetivos, conseguindo reverter a partida e conquistando a vitória. Com isso, a série terminou em empate, concedendo 1 ponto para cada equipe.

Corinthians 1 x 1 Influence Rage: O Corinthians entrou em campo buscando sua primeira vitória e uma saída da lanterna. O confronto foi marcado pela equilibrada batalha entre as equipes. A Influence Rage teve uma vantagem inicial, mas o Corinthians se recuperou e conseguiu vantagem com 15 minutos de partida, vencendo o primeiro round. No segundo round, o Corinthians começou bem, mas a Influence Rage conseguiu uma vantagem com o tempo, culminando em um empate na série e concedendo 1 ponto para cada equipe. Com esse resultado, o Corinthians permaneceu na última posição da tabela.

Fluxo 1 x 1 Loops: No primeiro round, a Loops Esports obteve abates iniciais e abriu vantagem de ouro, pavimentando o caminho para a vitória. A partida se manteve em um ritmo acirrado. No segundo round, o Fluxo conseguiu o dragão tempestade, garantindo uma vantagem significativa que levou à vitória. Essa partida foi uma das mais longas e disputadas do campeonato até o momento. Com um empate na série, ambas as equipes conquistaram 1 ponto.

Em resumo, a segunda semana do CHOKBR apresentou partidas acirradas e empolgantes, com algumas equipes conseguindo se destacar e outras lutando para melhorar sua posição na tabela.

A Vivo Keyd Stars se firmou como líder após conquistar vitórias consecutivas, enquanto a maioria das partidas resultou em empates, demonstrando a competitividade e o alto nível das equipes participantes.

E a tabela ficou assim:

Bate-papo rápido com Shaka pro player pela Be Bold (Honor of Kings)

Nascido em Belém do Pará e atualmente com 27 anos,  Derick Vinícius conhecido como Shaka  é atualmente jogador profissional de Honor of Kings pelo time da Be Bold. Durante a nossa visita no estúdio do CHOKBR conversamos com o atleta e ele nos contou um pouco da sua trajetória e sua experiência na competição.

Sobre o jogo:

No Honor of Kings, os jogadores se juntam em equipes de cinco membros e competem em batalhas estratégicas de arena, onde cada jogador controla um heroi único com habilidades especiais. O objetivo principal do jogo é destruir a base inimiga enquanto defende a própria. As partidas acontecem em um mapa  simétrico chamado King’s Rift, com três rotas principais, torres defensivas e objetivos intermediários.

Nosso bate papo vocês conferem abaixo:

Como foi a sua trajetória até o CHOKBR? 

Começou há muito tempo atrás comigo, NoMercy e o Muster. Também membros da Be Bold. Na época jogamos Arena of Valor também da Tencent e depois fomos para o  Wild Rift da Riot Games. Mas ambos foram encerrados no cenário competitivo e nos separamos. Depois de um tempo, nos reunimos novamente, pois o Honor of Kings estava chegando ao Brasil, chamamos o  Padaa e o Kank, atuais membros da equipe. De forma resumida somos um time de amigos. Para chegarmos até aqui passamos pelo qualifying (fase classificatória). Então basicamente viemos de fora, sem convite algum.

 Existe alguma pressão vinda da comunidade?

Olha por nossa parte, já estamos calejados, como já dito já estamos juntos há bastante tempo então essa fase já passou. A única ansiedade que vem é da vontade de competir e estar presente no palco. Toda sexta-feira fico muito ansioso, pois quero estar aqui. Mas a pressão existiu lá na fase de qualificação, pois se não passássemos, eu não saberia dizer o que seria de nós. Mas ainda bem que deu tudo certo.

Além de pro player você faz  mais alguma coisa ?

Não, não apenas jogo, acredito que prejudicaria o desempenho se eu fosse streamer ou criador de conteúdo.

Olhando para o jogo em si, como ele pode melhorar e onde ele mais acerta?

Ele acerta e muito na comunicação com a comunidade, todo feedback é escutado e essa atenção certamente é o maior ponto forte. Algo a melhorar seria na mecânica de bater de forma individual. Acho ela um pouco prejudicada em comparação com outros MOBA Mobile.

Comparado ao Wild Rift qual seria a grande diferença com o Honor of Kings ?

A questão da  comunidade e a proatividade em resolver problemas. Wild Rift é um bom jogo em vários aspectos como visuais, mecânicas e jogabilidade. Mas quando existe algum problema demora para resolver e nesse ponto  o HOK é infinitamente melhor.

Consegue dar dicas para quem quer trilhar o caminho do casual para o pro player?

Conhecer o jogo primeiramente, jogar o jogo e senti-lo. Saber qual rota você identifica e focar nela. E como dica, dou essa dica para muitos: Se encontrar no jogo, escolha sua rota, foque nela e conheça pessoas faça network. Se você realmente ficar bom e conseguir elos altos o pessoal vai te chamar e os times estão sempre mudando. Gerando oportunidades.

Você pode seguir o time da Be Bold e acompanhar de perto essa trajetória rumo ao mundial pelo instagram.

Texto por: Victor Cândido